sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 7


Resultado de imagem para revista editora betel dominical

AULA EM 18 DE FEVEREIRO DE 2018 - LIÇÃO 7
(Revista Editora Betel)

Tema: O altar sempre aceso
Texto Áureo: Lv 6.13

INTRODUÇÃO
Querido professor(a), para esta lição busque fazer comparações com a vida devocional dos servos de Cristo.
"significa que tudo deve ser colocado sobre ele", colocar sobre o altar pode ser entendido como levar aos pés do Senhor, contar a Deus os problemas e tudo que se passa na vida do servo.
"nada tão valioso que não possa ser colocado sobre o altar", pode ser entendido nesse contexto que não pode haver algo na vida do crente que não precise ou não possa ser compartilhado com Deus.

1. O altar é lugar de entrega.
- "o lugar onde algo valioso é entregue ao Senhor",podemos acrescentar também que é o lugar onde se pratica a justiça, onde alguém paga pelo erro de outro.

1.1. Entregar no altar o que tem valor.

"Deus exige de Abraão o filho que lhe era mais querido", Deus queria de Abraão demonstrasse que o Senhor é o mais importante na vida dele, por isso Ele pede algo que Abraão mais amava. Deus queria que Abraão mostrasse com atitude aquilo que estava em seu coaração.
"e se for necessário oferecer Isaque em holocausto, será feito", Deus deixou que Abraão sacrificasse seu filho, mas era necessário uma demonstração de que Abraão estava pronto a fazê-lo. Deus deseja que demos tudo que temos, mas Ele requer que não nos apeguemos a nada. 

1.2. Altar aceso é a lei do holocausto.

- "Em tempo de frieza é mais difícil manter o fogo aceso", se referindo às coisas espirituais, devemos sempre manter o avivamento e como o fogo que iluminou a caminhada do povo no deserto representava a glória de Deus, então devemos nos manter sempre na presença de Deus, fazendo a manutenção desse fogo, o fogo do Espírito Santo. A forma de manter essa chama acesa é a vida devocional, oração, jejum, palavra, comunhão, etc.
"o amor de muitos esfriará", se refere ao amor a Deus, ao amor do servo pelo seu criador. Jesus afirmou que esse amor seria escasso nos últimos dias, os dias de hoje. 

1.3. No altar Deus cheira o suave cheiro.
"holocausto era uma oferta de cheiro suave ao Senhor", o holocausto era a oferta pelo pecado e por isso era queimada, simbolizando como agrada a Deus a queima do pecado, por isso Deus tem prazer quando alguém se purifica do pecado.
"tem os fiéis, que perseveram em meio a todas as adversidades", não só as adversidades, mas também as tentações, os servo de Deus perseveram acima de todas essas coisas, no mundo em que vivemos é muito difícil ser servo do Senhor e somente com a queima do pecado podemos conseguir.

2. O altar é lugar de adoração.
- "E eis que veio um leproso e o adorou", é interessante como o leproso adora antes de receber o milagre, cada servo de Cristo deve buscar essa disposição também.


2.1. O altar de bronze
- "eram oferecidos os sacrifícios cruentos", eram os sacrifícios de animais para serem queimados.
"era queimado o incenso aromático pela manhã e tarde", o incenso era para a adoração, onde o sacerdote orava ao Senhor.
"ambos altares o cheiro era agradável a Deus", um era para adoração(incenso) e o outro era para purificação (holocausto), isso alegra o Senhor.


2.2. Uma oferta de fé.

- "aproximar do altar sem fé é apenas formalismo", esse é um problema que ocorre nas diversas atividades do Reino de Deus, se participar dessas atividades sem fé é uma mera formalidade, alguns eventos são tão importantes que participar sem é até pecado como a Santa Ceia por exemplo.
"enfatiza que Abel foi movido pela fé", a fé o maior tesouro da vido do servo de Deus, sem ela não existe nem Evangelho e não é uma fé qualquer é a fé no Filho de Deus como salvador. Os exemplos de fé narrados em Hebreus operaram grandes maravilhas, o de Abel falava depois dele morto.

2.3. Um altar de adoração.
- "tem também o sentido da adoração", eram as chamadas ofertas pacíficas, uma oferta de agradecimento, de gratidão a Deus.
"Deus enviou fogo do céu para consumir a oferta (1Rs 18.38), o povo adorou", nesse caso a adoração veio em consequência da ação de Deus, podemos então concluir que a adoração pode vir em consequência da oferta aceita por Deus.
"nas nossas igrejas, nas nossas famílias e nas nossas vidas", essa é a ideia de que o conceito de Igreja vai muito mais além do que o templo e o rol de membros. Somos igreja em todo lugar, onde estiver dois ou três reunidos ali é a igreja.

3. O altar é lugar de alegria.

3.1. Alegria pelo perdão.
- "procura de muitas maneiras se justificar perante o Senhor", alguns fazem caridades, outros tentam levar uma vida regrada, mas nada disso é possível para a justificação.
"meditação transcendental", algumas religiões e crenças exotéricas praticam a meditação, o budismo é uma delas.
"praticar a mendicância", consiste numa doutrina de libertação das coisas materiais onde o servo só se alimenta do que lhe é dado, algumas religiões indus praticam essa crença.
"Torna a dar-me a alegria da tua salvação", a salvação é a reconciliação do homem com Deus, por isso ele consegue a alegria mais interior e profunda que alguém pode ter, uma alegria permanente.

3.2. Alegria pela presença de Deus.
"O altar é lugar de encontro entre Deus e o homem", é o lugar onde o homem se apresenta diante de Deus, não com as mãos vazias. Se esse altar for dentro do lar então a pessoas estará levando Deus para sua casa, professor(a) passe isso aos alunos, estimule eles nesse sentido.
"tem uma vítima que toma o lugar do pecador", isso acontecia com aqueles que iam ao templo para sacrificar ao Senhor e isso simbolizava Jesus e Sua obra na cruz, hoje de forma espiritual entramos na presença de Deus com alegria por ter sido salvos por Jesus.

3.3. Alegria por ser o altar de Deus.
"A tradução livre do texto “a minha grande alegria” é “a alegria da minha alegria”, tradução livre significa fora de contexto da língua, ou seja, assim como foi colocado no original, "a alegria da minha alegria" o tradutor usou uma forma de se entender no português "a minha grande alegria".
"uma alegria que alegra a alegria dele", podemos dizer que o ser humano pode ter duas alegrias, uma temporária e uma permanente, essa alegria mencionada no texto "como alegria da minha alegria" é a permanente.

Conclusão
- "para que a qualquer momento que dele nos aproximarmos", se refere a ser um crente estável, seja nas dificuldades ou nos sucessos deve sempre estar pronto a oferecer sua oferta, seu coração, seu louvor, etc.
Faça uma breve revisão.
Corrija os questonário
Ore com a classe para que o altar seja aceso pelo fogo da presença de Deus.

Pr Marcos André

Contatos palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.