INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL

quinta-feira, 12 de abril de 2018

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 3


AULA EM 15 DE ABRIL DE 2018 - LIÇÃO 3
(Revista CPAD)

Tema: Ética Cristã e Direitos Humanos

Texto Áureo: Ex 22.21

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição esteja por dentro do debate sobre direitos humanos, tenha o cuidado para não ternar a aula em debate político e promoção de candidatos à eleição presidencial.
"prerrogativas de uma minoria privilegiada", geralmente a minoria dos mais ricos ou que possuem autoridade sobre os demais, sobre a grande maioria.
"direitos fundamentais inerentes à dignidade humana", são os direitos que dá a pessoa um sentimento de humanidade, de igualdade, que não exclui, que não oprime. Os direitos humanos servem para garantir à pessoa, uma certa dignidade independente dos julgamentos que se façam a seu respeito.

I – A ORIGEM DOS DIREITOS HUMANOS
1. Definição de Direito.
"A raiz da palavra “direito” tem origem no latim", aqui é a análise etimológica da palavra, como ela surgiu, quer dizer que dessa forma surgiu a palavra "direito".
"o que é direito torna-se modelo do que é bom e correto", ou seja, quando se fala em justiça, imaginamos algo correto, bom para as pessoas.
"dignidade do ser humano, como por exemplo: a proteção à vida", dessa forma quando alguém erra e comete um crime a justiça deve julgar convenientemente e ninguém da população está autorizado a linchar ou promover o hoje se chama de "linchamento virtual". O linchamento virtual ocorre quando se espalha pelas redes sociais mensagens caluniosas ou não denegrindo a pessoa.

2Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.
"essa declaração foi resultado da Revolução Francesa", a Revolução Francesa foi o movimento que deu origem ao evento histórico que chamamos de Renascimento. Esse Renascimento foi o período de esclarecimento, questionamento e libertação do pensamento da população mundial.
"inspirada pelo Iluminismo", o Iluminismo foi o movimento intelectual do século XVIII, caracterizado pela centralidade da ciência e da racionalidade crítica no questionamento filosófico.

3. Declaração Universal dos Direitos Humanos.
"como o ideal comum a ser atingido por todos", independente do erro que a pessoa tenha cometido, porém para a população é inaceitável que um indivíduo que tirou a vida de muitos de forma cruel e desumana exerça certos direitos humanos.

4. Direitos Humanos no Brasil.
"passaram a usar a expressão em oposição ao regime militar", havia denúncias de que os métodos militares em muitas ocasiões extrapolavam os direitos humanos, se referindo à tortura e desaparecimento de suspeitos do regime militar.
"a expressão “direitos humanos” tem sido associada constantemente a “direitos de bandidos”, devido às prisões e apreensões não ocorrerem mais pela ditadura e sim pelo braço da justiça, os grupos de direitos humanos tem se empenhado na defesa dos direitos para os marginais. Há um clamor popular contra a ação dos grupos de direitos humanos que se esforçam em garantir direitos aos bandidos e ignoram a quantidade de mortes dos agentes de segurança pública no país.     

II - A BÍBLIA E OS DIREITOS HUMANOS

1. Direitos Humanos no Pentateuco.
- "um arcabouço de concepções libertárias e igualitárias", se refere às leis que visavam dar condições de igualdade ao povo, como por exemplo o "não matarás", o código de leis registrado por Moisés é modelo para o direito social mundial.
"que o estrangeiro não seja maltratado", outra lei que expressa um direito humano, pois Deus sabia que se deixasse por conta do ser humano, eles se matariam como animais irracionais, por isso foi necessário a adoção de leis.

2. Direitos Humanos nos Evangelhos.
- "Jesus quebrou vários paradigmas da cultura dominante", paradigmas são aquelas ideias, pensamentos, costumes que não são contestados por fazerem parte do consciente popular, Jesus quebrou alguns deles, por exemplo o paradigma de não falar com os samaritanos, os judeus da época de Cristo não se davam com os samaritanos por questões históricas.
"Ao receber e abençoar os meninos, Cristo defendeu os direitos das crianças", nessa ocasião Cristo quebrou o paradigma da posição infantil em relação ao Reino de Deus, as crianças nem eram contadas no senso em Israel.

3. Direitos Humanos em Paulo.
- "quando ele evocou sua cidadania romana para não ser açoitado", Paulo possuía duas cidadanias, uma judaica e uma romana, por isso ele não poderia ter sido açoitado quando estava preso, agindo dessa forma ele demonstrou que válido utilizarmos nossos direitos civis para conseguirmos nos sobrepor nessa sociedade inclusive em benefício do Reino de Deus.

III – A IGREJA E OS DIREITOS HUMANOS

1. A Igreja e o trabalho escravo.
- "não pode ficar insensível diante do trabalho escravo", é impressionante, mas ainda hoje há ocorrências de trabalho escravo no interior de muitos países e também no nosso, existem fazendas onde pessoas vivem em condições sub humanas, ganhando pouquíssimo, e tendo que trabalhar forçadamente para pagar dívidas inventadas pelos donos da propriedade.

2. A Igreja e os prisioneiros.
"A igreja não pode negligenciar o seu papel de visitar e evangelizar os encarcerados", existem cursos de capelania penitenciária para que os crentes possam ser habilitados a fazer essa obra. Há presídio que só cadastram pessoas para visitas se possuírem esses cursos.

3. A Igreja e o problema social.
- "desvio das verbas públicas por meio da nefasta prática da corrupção", devido a esses desvios o estado do Rio de Janeiro sofre uma grave crise na área de segurança pública e o problema ocorre em muitas outras unidades da Federação. 
"o mal a ser combatido era o pecado", assim também acontece nos dias atuais, a corrupção ocorre em decorrência do pecado, as pessoas matam, roubam e se viciam por isso. O papel da Igreja é combater a ação do pecado em nossa sociedade.

CONCLUSÃO
"As Escrituras revelam o amor de Deus sem acepção de pessoas", algumas pessoas não gostam da Igreja por conta de alguns fanáticos religiosos que não sabem respeitar o direito dos demais na sociedade.
Faça a revisão e corrija o questionário.


Pr Marcos André

Contatos para palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 


4 comentários:

  1. A paz Do Senhor, Excelente esboço muito bom, Deu continue vos abençoando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém meu amigo, obrigado por utilizar nosso conteúdo, Deus abençoe o amado professor.

      Excluir
  2. Gostaria de receber mas alguns esboços por e mail valdirdasilvaferreira@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz meu querido, infelizmente eu não trabalho assim, se o amado quiser pode copiar pelo blogue, é muito simples. Fique a vontade.
      grande abraço

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.