sexta-feira, 25 de maio de 2018

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 9



AULA EM 27 DE MAIO DE 2018 - LIÇÃO 9
(Revista Editora Betel)

Tema: É preciso buscar crescimento espiritual

Texto Áureo: 2 Pe 3.18

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nessa lição ensine aos alunos a necessidade de crescimento, ou seja, porque precisamos crescer espiritualmente.
"atitudes e escolhas do discípulo de Cristo podem determinar o seu crescimento", ou seja as atitudes e escolhas tanto pode nos mostrar o quanto esse discípulo é maduro, como mostrar o quanto ele vai amadurecer espiritualmente. Atitudes de novo convertido seguido da teimosia em achar que está certo, nos mostra que essa pessoa ainda está longe de crescer no Espírito.

1. O que se espera do nascido de novo?

1.1. Jesus Cristo experimentou o crescimento.
- "Ele não nasceu adulto. Somente iniciou Seu ministério na terra com cerca de trinta anos", alguns autores acreditam que Jesus só tenha recebido a missão de salvar a humanidade estando adulto, no momento do batismo, porém isso fere a crença na divindade de Jesus.Acreditamos que Jesus, mesmo criança, já sabia de Sua missão e identidade, pois Ele já era um fenômeno aos 12 anos de idade Lc 2.47 e se sabia de tudo isso, então estava maduro espiritualmente.

1.2. Metáforas que indicam crescimento.

- ...

1.3. A necessidade do crescimento.
"podem dar a impressão de que já estamos prontos e completos, porém", o segredo da vitória do crente é não achar que está bom e que não precisa crescer, todos nós podemos melhorar como crentes. O primeiro passo para a derrota na caminhada cristã é a pessoa achar que está bem e que não precisa crescer mais, não gosta mais de ouvir conselhos e acha que está bem espiritualmente. 

2. O processo do crescimento espiritual.

2.1. A participação humana.
"a participação humana nunca será dissociada da ação divina por intermédio da Palavra", quer dizer que devemos crescer nas experiências, mas é necessário que possamos crescer também na Palavra de Deus, para assim crescer em graça e conhecimento. Alguns cristãos buscam a Palavra e se esquecem ou não querem se encher da graça. Outros são os que se enchem da graça de Deus e não meditam na Palavra.

2.2. A Palavra de Deus gera crescimento.
- "para a nutrição, o discípulo de Jesus depende do “leite racional”", quer dizer que o crescimento inicial sempre será pela Palavra de Deus e um detalhe é que no inicio o servo de Deus é como criança, aprende com as coisas simples das Escrituras sem a necessidade de muito aprofundamento teológico, o objeto da metáfora é o "leite".
" “o leite não adulterado da palavra” (BJ)", BJ aqui a abreviatura versão em português da Bíblia de Jerusalém, uma das melhores versões em português.

2.3. Crescimento processo contínuo.
- "torna claro este fato... “crescer” é o modo de ser igreja”, quer dizer que o crente deve estar em constante crescimento, se ele para de crescer em graça e conhecimento então está correndo o risco de não se desenvolver corretamente no Evangelho e muitos são os históricos de quedas provenientes de momentos de parada do cristão.

3. A importância do crescimento.

3.1. Crescer enquanto caminha.
- "ação pedagógica no sofrimento e nas adversidades", ação pedagógica é toda ação que ensina, ou seja, é a aquisição de experiência onde a pessoa adquire mais do que conhecimento da Palavra, pois o aprendizado só pode ser completo ao vivenciar e ver de perto outros vivenciando os dramas.

3.2. Os perigos do não crescimento.
...

3.3. Não sejamos negligentes.
- "no que se refere ao início do novo nascimento até um determinado momento", aqui é mencionado o aprendizado inicial, onde a pessoa começa a conhecer o Evangelho e a sua chamada. Deve se esforçar para conhecer o propósito de Deus para sua vida.
"porém ainda estavam necessitando que alguém lhes ensinasse as doutrinas básicas", a crítica do apóstolo é que estavam sendo negligentes com o aprendizado, não se esforçavam em aprender. Assim também hoje temos crentes na igreja que não se esforçam na busca do conhecimento, evitam a Escola Dominical, foge do culto de doutrina e fica displicente bos estudos bíblicos.

Conclusão
- "Como no tempo da Igreja Primitiva, as circunstâncias contrárias não impedem o crescimento", quer dizer, a perseguição e dificuldades diversas não impediram os crentes de Atos de crescer na graça e no conhecimento e produzir grandes pastores e missionários, somente o relaxamento do próprio crente pode impedi-lo de crescer.


SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.