INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL

quarta-feira, 30 de maio de 2018

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 10



AULA EM 03 DE JUNHO DE 2018 - LIÇÃO 10
(Revista Editora Betel)

Tema: Vivendo neste presente século

Texto Áureo: 2 Pe 3.18

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nessa lição ensine como devemos viver no tempo atual e enfatize a necessidade de santificação e ajuda entre os irmãos.
"salvos pela maravilhosa graça de Deus, mas continuamos a viver neste mundo", o grande projeto de Deus para a humanidade é separar um povo liberto neste mundo, mas não tirá-lo do mundo e sim deixar para que faça a diferença entre as pessoas perdidas. Essa é a nossa comissão.
"mas não somos do mundo", caminhamos nessa terra como peregrinos, assim como o povo de Deus caminhou no deserto. Devemos nos comportar como peregrinos, não esperar nada daqui, mas lutar pela nossa morada futura.

1. Algumas marcas do presente século.

1.1. Influências do presente século.
- "é o papel central da informação e do conhecimento aliado à globalização", essa é uma marca desse tempo, a informação ocupa centralidade, quem tem a informação consegue as melhores oportunidades e se destaca em todas as áreas. A globalização é o conjunto de recursos e meios que faz o mundo estar interligado nos negócios e na vida social.
"A rapidez e a superficialidade dos relacionamentos", a rapidez se refere ao fato de a pessoa conseguir se relacionar de forma fácil e por isso muito rápida, porém esse relacionamento é superficial, não tem profundidade, tem sumido a cada dia a figura do amigo confidente, aquele mais chegado que um irmão.
"como também entre a pessoa e Deus", infelizmente os crentes são influenciados por essa sociedade pós moderna e muitos querem ter um relacionamento superficial também com Deus.

1.2. Desafios do discípulo de Cristo.

- "ao ponto de a Bíblia designá-la de “novo nascimento” ou “ressurreição", devido a importância que a Palavra de Deus dá a esse fenômeno ao ponto de apresentar ele como uma mudança radical de estilo de vida da pessoa e chamar essa pessoa de "santa" independente de seu passado, é de se esperar que as coisas a nossa volta se modifiquem também, porém nada acontece de novo em torno de nós, é o mesmo mundo. Nós é que mudamos nele.
"passando por alguns momentos difíceis", sofremos com os mesmos problemas que todos os outros cidadãos do mundo, porém a diferença é que passamos com Jesus e somos guiados pelo Seu Espírito Santo e assim suportamos bem as adversidades. 

1.3. Mundo: estamos, mas não somos.
"pois adota um “modus vivendi” sem considerar a vontade de Deus", modus vivendi é um jargão que vem do latim que se refere a estilo do vida, o modo como a pessoa conduz a sua própria vida.
"pois o mundo aborrece os que são discípulos de Jesus", a palavra "aborrece" aqui se traduz por odiar, quer dizer que o mundo odeia os discípulos de Cristo. De fato já observamos pessoas que nos maltratam pelo simples fato de sermos servos do Senhor Jesus.  

2. Vivendo como uma nova criatura.

2.1. Luz e sal no mundo.
"O poeta e pastor inglês John Donne escreveu: “Nenhum homem é uma ilha”, esse poeta foi um pregador que viveu no século XVII, quando ele afirma que nenhum homem é uma ilha, significa que ninguém está sozinho, sempre haverá uma forma de relacionamento.
" pois estavam sendo enviados ao mundo para anunciar o Evangelho", Jesus sabia do perigo que cada um de nós correria no mundo, pois vivemos no meio da sujeira da pecado e Ele mesmo deu o exemplo do que devemos fazer uns pelos outros, orar para Deus guardar do mal e santificar.

2.2. Diferentes para fazer a diferença.
- "Ali, deu orientações e ordenanças que deveriam nortear a vida do Seu povo", essas orientações são as leis entregues por Moisés vindas da parte de Deus, elas faziam com que o povo vivesse socialmente e culturalmente diferente das demais nações da época. A própria peregrinação no deserto deu ao povo uma característica própria de povo nômade que também era incomum pra época.
"nem conforme os costumes do povo de Canaã", os costumes de Canaã eram prejudiciais ao povo, tanto no aspecto religioso como social, imperava o culto aos ídolos e a prática de orgias, onde o valor da vida humana era desprezado, ao que parece o modelo do mundo atual se parece muito e até pior do que o de Canaã. Por isso o alerta de Deus para que não vivamos conforme o mundo.

2.3. Relacionamentos com Deus e a Sua Palavra.
- "a tendência é o conformismo, é sermos absorvidos pela cultura do mundo", é uma tendência viver como vive o mundo, praticarmos as mesmas obras que o mundo, vermos as coisas como eles veem, por isso muitos crentes toleram certos pecados que consideram pequenos, como a consulta a horóscopo, o jogo de azar, participação em gato de água, luz e internet, mentirinha na declaração do Imposto de Renda, etc.
"é preciso estarmos alertas, pois a mistura enfraquece", uma composição química tem características próprias para o objetivo ao qual foi projetado, mas a partir do momento em se adiciona uma mistura se altera as propriedades químicas e essa substância perde suas características iniciais, assim é a vida do crente, ao se adicionar os costumes do mundo à vida dele, ele perde sua característica e identidade cristã.

3. Despojar, renovar e revestir.

3.1. Doutrina e prática.
- "depois da conversão, ainda que outros ao derredor continuem vivendo assim, o discípulo vive segundo novos padrões", a pregação nesses últimos dias para as comunidades cristãs é de que vivam um vida cristã prática, pois muitos se conformam em parecer crentes e ter a credencial de membro e obreiro, porém o Evangelho requer uma vida de compromisso fora do templo , onde a pessoa demonstre vida com Deus longe dos olhares julgadores dos irmãos da igreja.

3.2. A importância da mente.
- "Nós temos a mente de Cristo (1Co 2.16)", Paulo levanta um questão interessante, veja:
"Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo." 1 Co 2.16 Aqui ele inicia com uma pergunta "quem conheceu a mente do Senhor..." e responde que nós temos a mente de Cristo, e dessa forma, mesmo que não possamos instruir ao Senhor podemos pela mente de Cristo conhecer a Sus vontade em relação a nós. Ter a mente de Jesus é ter os mesmos pensamentos Dele, ou seja, pensar como Ele, no sentido de ter as mesmas intenções.
"A. Barry escreveu acerca da sociedade pagã", Michael A. Barry, um novaiorquino nascido em 1948, hoje com 70 anos, professor da universidade de Princeton em Nova Jersey.
"assim sendo, passou a vagar sem alvo, sem esperança, sem cuidado", o professor Barry afirmou que aquele que não tem a mente de Cristo vive assim sem um objetivo a longo prazo, sem um alvo definido e por isso sem esperança e sem o cuidado divino.

3.3. Atitudes que fazem a diferença. 
"uma contínua renovação (v. 23) e um contínuo revestimento", professor chame a atenção do aluno para o adjetivo "contínuo" para renovação e revestimento, quer dizer que não pode ser somente num avivamento, são avivamentos contínuos na nossa vida cristã.
"necessário cultivar a mente em constante renovação por intermédio da Palavra de Deus", quando a pessoa enche a mente com a Palavra de Deus ela ela não permite que adentre outras coisas, só a mente vazia está sujeita ao conteúdo nocivo. Deixo um versículo para compartilhar com a classe:

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." Fp 4.8

Conclusão
- "com atitudes pessoais e diárias de devoção", devoção é a dedicação a Deus, atitudes de devoção podem ser, a leitura da Bíblia, a oração, o Evangelismo, o jejum, adoração, e muito mais. Quem se ocupa das coisas de Deus não tem tempo para as coisas mundanas.
- Faça uma breve revisão e corrija o questionário.

Pr Marcos André

Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.