INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL

sexta-feira, 15 de junho de 2018

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 12



AULA EM 17 DE JUNHO DE 2018 - LIÇÃO 12
(Revista Editora Betel)

Tema: Nossas atitudes diante da Palavra de Deus

Texto Áureo: Tg 1.22

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nessa lição se concentre em falar como devemos reagir em relação as ordenanças contidas  na Palavra do Senhor.  .
"A Bíblia é a Palavra de Deus, única regra de fé para a vida e o caráter do discípulo", quer dizer que toda orientação que precisamos na vida pode vir da Bíblia, ainda que existam amigos, ainda que existam mentores, ainda que existam coaching, etc. Mesmo que a Bíblia fale de forma genérica podemos nos basear nela para tomar decisões.

1. Deus se comunica com a humanidade.

1.1. O Deus criador se revelou.
- "por intermédio de palavras, sejam orais ou escritas", Deus pode falar oralmente por um profeta que Ele quiser usar, pode falar pelo Espírito no interior do crente ou pode falar pelas palavras registradas nas Escrituras Sagradas.
"As obras da criação revelam a existência", não tem como olhar para a perfeição da criação e não ver a mão de Deus ali, o próprio corpo humano, a perfeição do universo, são obras que não podem ter vindo do acaso ou de um processo evolutivo, com toda certeza uma força maior maior criou tudo isso, e essa força é Deus. 

1.2. A necessidade da revelação.
- "há mistérios de Deus que estão além da capacidade humana de entender", por isso o ser humano precisa da revelação, por isso o Senhor deixou a Bíblia para nos mostrar onde está Deus, nos revela aquilo que é impossível descobrirmos sozinhos.

1.3. A relevância da revelação.
"O próprio Senhor Jesus autenticou a revelação escrita de Deus, constante no Antigo Testamento, como Palavra de Deus", se refere aos momentos em que Jesus cita algo e afirma que os profetas escreveram a Palavra de Deus, Jesus sempre citava o Antigo Testamento.

2. A medida da nossa relação com Deus.

2.1. A Palavra de Deus é completa.
"tentando distorcer e levantar dúvidas na mente da mulher", até hoje o inimigo ataca assim os homens e mulheres de Deus tentando colocar dúvida em suas cabeças, alguns param na sua chamada, outros deixam de se consagrar, mas alguns combatem Satanás com o poder da Palavra, como Jesus citou os textos sagrados ao ser tentado pelo inimigo que o questionava se Ele era mesmo o filho de Deus.
"nossa relação com a Palavra de Deus não há espaço para produzirmos alterações ou edições", é a conhecida ordem de Deus de não se acrescentar e nem tirar nada da Palavra. Essa ordem parece estar falando só para apocalipse, mas com o tempo os crentes adotaram para toda a Bíblia.

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro."Ap 22.18,19

2.2. Jesus Cristo é a Palavra.
- "Jesus falou sobre a necessidade de eles permanecerem na Palavra", é muito mais difícil manter a fé em Jesus do que adquirir a fé, principalmente porque manter a fé deve ser pela palavra.
"continuavam sem vida por terem rejeitado Aquele do qual as Escrituras testificavam", não adianta conhecer o conteúdo das Escrituras se não conhecer a Jesus, todo louvor e ensinamento deve apontar para Cristo, pois é o tema central da fé.

2.3. A ação da Palavra no discípulo.
...

3. Atitudes para com a Palavra de Deus.

3.1. Conhecer e praticar.
- "quem ouve e pratica, edifica sobre a rocha", esse passa a ter uma vida espiritual sólida, não se desvia por qualquer motivo, por praticar a Palavra de Deus, quando alguém conhece a Palavra de Deus e não pratica, não consegue compreender esse conhecimento, é como alguém que estuda matemática e não faz os exercícios e não resolve os problemas, jamais aprenderá de fato.

3.2. Disposição em praticar.
- "a disposição em praticá-la deve preceder o conhecimento da mesma", quer dizer, deve vir antes, o crente deve estar ansioso em praticar a Palavra de Deus. Quando a pessoa se contenta somente em conhecer a Palavra ela fica conhecedora, recebe elogias, ganha nos debates e sobressai sobre os demais crentes, vindo então a vaidade, é um risco deter conhecimento sem a devida prática.
"se aproximava dEle apenas com palavras, mas sem atitude", assim tem sido nos últimos dias, o conhecimento teológico se avolumou, porém muitos só manifestam o conhecimento e não as atitudes de verdadeiros servos de Cristo.

3.3. Conhecimento, decisão e atitude.
"procurarão ouvir aquilo que está de acordo com seus pensamentos, suas vontades e conclusões pessoais", esses dias já começaram, os verdadeiros ensinamentos da Bíblia não estão na mídia cristã, não atraem, mas os pregadores sensacionalistas que fazem a massa estremecer sem ter dito nada de conteúdo da Bíblia e os cantores que louvam com base no homem hinos que não louvam a Deus.

Conclusão
- "sendo frutíferos", produzindo para o Reino de Deus, seja almas ou vidas edificadas, mas todos devem fazer algo pelo Reino. 


Pr Marcos André

Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.