INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL

quarta-feira, 20 de junho de 2018

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 13



AULA EM 24 DE JUNHO DE 2018 - LIÇÃO 13
(Revista Editora Betel)

Tema: Em Cristo somos mais do que vencedores

Texto Áureo: Tg 1.22

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nessa lição inicie explicando aos alunos que estamos dentro de uma batalha espiritual entre as forças do Senhor e as forças das trevas, inclusive nós somos parte do exército de Deus.
"Enquanto aguardamos a bem-aventurada esperança (Tt 2.13)", se refere à segunda vinda de Cristo, também chamada de "Vinda em Glória" por isso Paulo fala:
"Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo;" Tt 2.13
- "momentos difíceis e travamos ferrenhas lutas espirituais", são as adversidades a que estão sujeitas todos os homens e não só os crentes,também as tentações, que prejudicam somente os crentes e são muitas as tentações.

1. A realidade da batalha espiritual.

1.1. O início da batalha espiritual.- "a origem e realidade da batalha, o grande vencedor", o texto mencionado já previa o vencedor dessa batalha, que seria Jesus pisando a cabeça da serpente, no caso a batalha espiritual começou no jardim do Éden.
"Todo o restante da Bíblia é o registro progressivo do cumprimento desse versículo", essa batalha continuou após o jardim do Éden e perdurou até Jesus, que veio a seu tempo e derrotou as forças do mal.
"relatos de constante oposição e tentativas de exterminar o povo judeu", esse é reflexo da batalha, Satanás tentando exterminar o povo de onde ele sabia que um dia nasceria um que lhe pisaria a cabeça. 

1.2. Deus revela como terminará.- "até que chegue o glorioso dia, quando, então, não haverá mais lágrima, morte, dor ou maldição", isso se refere à vitória final sobre o inferno, Jesus já o venceu na cruz e o derrotará novamente, dessa vez de forma definitiva.
"a perspectiva de batalha, sofrimento e vitória é evidente", ou seja desde a Queda o ser humano está em constante luta, com Deus, com Satanás, com o mundo e com sigo mesmo. Na verdade o inimigo está por trás de tudo. 

1.3. Vivendo na esperança da vitória.
"No final, a vitória (como anunciada no início da peleja)", é a vitória anunciada em Gn 3.15 que iniciou na cruz e se consumará definitivamente no Armagedom.
"entrou pelos ouvidos das primeiras criaturas de Deus como uma bendita esperança", é a esperança de que estamos lutando do lado vencedor, pois já foi determinado a vitória do Senhor Jesus. Um crente nunca precisa temer as forças do mal.
"somente no Novo Testamento há mais ênfase quanto ao aspecto espiritual", porque o judeu não compreendia muito bem a operação nas regiões celestiais, que havia levado tantos homens de Deus cometerem pecados terríveis. Foi Jesus quem trouxe todo o conhecimento da batalha e suas consequências.
"há vislumbres deste aspecto já no Antigo Testamento", é interessante ler alguma dessas referências com os alunos e pode mencionar como consequência dessa batalha alguns fatos, como Davi ordenando a contagem do povo em:
"Então Satanás se levantou contra Israel, e incitou Davi a numerar a Israel.", 1 Cr 21.1

2. Princípios bíblicos da batalha espiritual.


2.1. Discernindo a natureza da batalha.
"Novo Testamento enfatiza o caráter espiritual da batalha", mostrando como ela se processa no campo espiritual e seus reflexos no mundo físico.
"mas usando armas espirituais", sempre a Bíblia está ensinando que algumas coisas que fazemos no campo material age diretamente na batalha que ocorre no mundo espiritual, é a oração, a intercessão, a imposição de mãos, a unção com óleo, o jejum, a leitura bíblica, a adoração, etc.
"Nossa luta não é contra seres humanos, mas contra as “hostes espirituais da maldade”, alguns crentes imaturos não recebem isso muito bem, ficam chateados com parentes, amigos e até irmãos em Cristo, alguns são enganados por Satanás com profecias mentirosas de que os irmãos em Cristo estão conspirando contra eles para lhes derrubar, "puxar seu tapete" Isso é cantado em louvores modernos incitando o povo a ficar contra e desconfiados dos próprios irmãos dentro da igreja.

2.2. Na força e no poder do Senhor.
...

2.3. Deus estabelece limites.
- "“Não danifiqueis...até que...” – Indica controle", nos textos de Apocalipse vemos Deus ditando os acontecimentos do tempo do fim, quer dizer que tudo está nas mãos Dele, e se Ele disser "basta!" então todo o mal cessará.
"quando acabarem o seu testemunho", o comentarista está usando o bom exemplo de fidelidade das duas testemunhas do Apocalipse para comparar com a postura infiel de alguns, admoestando os crentes a serem fieis, professor(a) tenha cuidado com esse tipo de exemplo fora de contexto, pois pode surgir algum argumento contrário e aí você não saberá como sair. Veja o argumento possível: o comentarista afirmou: "nada pode frustrar os planos de Deus na vida daqueles que permanecem em Cristo", então o que aconteceu com as duas testemunhas de Ap 11? Se tornaram infiéis?

3. Princípios e promessas aos vencedores.

3.1. É possível vencer.
- "Em Cristo somos “mais do que vencedores”, há um contexto espiritual, quer dizer que somos vencedores sobre o pecado.
"vencem as provações atuais por aquilo que Deus já realizou em favor deles", quer dizer que não será uma ação futura, nossa vitória já foi conquistada, nós já somos vencedores, não seremos no dia do Juízo Final, nós j´s somos.

3.2. As causas da vitória. 
...

3.3. Promessas e recompensas.
- "A Bíblia é repleta de promessas divinas", essas promessas servem para animar e sustentar os servos de Deus nos momentos de dificuldades espirituais. Quem espera no Senhor renova suas forças.
"“Ao que vencer”. O verbo expressa uma ação continuada", ação continuada, ou seja, vencer a batalha na qual está inserido e já está lutando. Essa expressão "Ao que vencer", é usada sempre para nunciar um promessa.  

Conclusão
- "o resgate do ensino de que este mundo não é um parque de diversões para os discípulos de Cristo", é preciso resgatar essa verdade que alguns tentam esconder, os servos de Jesus vivem no meio de lobos e das tentações, somos estrangeiros nesse mundo. Precisamos estar sempre prontos para as adversidades da vida.
- Faça a revisão e corrija o questionário. 


Pr Marcos André

Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.