INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL

sexta-feira, 6 de julho de 2018

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 2



AULA EM 8 DE JULHO DE 2018 - LIÇÃO 2
(Revista Editora Betel)

Tema: A Escravidão dos Hebreus no Egito
Texto Áureo: Gn 15.12

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nessa lição se ligue no tipo de aluno que você tem na classe, fale a linguagem deles.
"que, por quatrocentos anos viveu sob intensa escravidão.", como a lição mesmo vai falar, a escravidão não foi por 400 anos, não se sabe exatamente o tempo de escravidão, pois o problema de Faraó começou quando ele sentiu que o povo estava muito numeroso, e isso não deve ter ocorrido nos primeiros trinta anos, com certeza foi pra mais de cento e cinquenta anos depois.
"Todo esse sofrimento levou o povo de Israel a clamar a Deus", o sofrimento que Deus nos permite passar nessa terra tem seu lado bom, nós passamos a clamar mais e nos aproximamos de Deus.

1. O fortalecimento do povo de Deus

1.1. Coisas inexplicáveis acontecem ao povo de Deus- "Esta nova dinastia começou a se preocupar", uma dinastia é uma família de reis, ela muda quando um rei que não é da família do rei atual assume o trono, por golpe, rebelião ou usurpa, por exemplo a família de Davi é uma dinastia e a de Herodes é outra. Com certeza o Faraó que se levantou como rei no Egito não era da mesma família do Faraó que foi amigo de José.
"um governante não lembrar o que determinada pessoa representou para a história do seu povo", o Faraó que se levantou na nova dinastia com certeza não se preocupou com os feitos da dinastia anterior, muito provavelmente ele teria matado todo possível sucessor da outra dinastia. 

1.2. O povo se torna escravo
- "cujo desígnio era aliviar seus temores, pois via o povo se fortalecendo", se refere ao temor de que o povo de Deus ficasse mais numeroso que os egípcios, pois naquela época o valor militar de um povo não era a tecnologia de seus armamentos, mas o efetivo de seu exército.
"Vale salientar que o termo "afligir", "anah", do hebraico", professor(a), avalie os seus ouvintes, uma classe teologicamente mais leiga terá muita dificuldade em se interessar por uma aula com tantas alusões aos termos em hebraico. Nesses casos aconselho a não dar muita atenção e ensinar o que tiver mais dentro da capacidade de compreensão dos alunos.

1.3. A escravidão se torna mais intensa
"Deus usava a mesma situação para fortalecer Seu povo.", quer dizer que Deus fazia o povo crescer a mesma medida ou intensidade que Faraó os castigava, pois o crescimento era por promessa divina. 

2. Uma ordem terrível

2.1. Deus usa as parteiras para preservar o Seu povo
"Deus velava por cada detalhe da história", por isso as histórias do Antigo Testamento são tão ricas em exemplos e tipos para os ensinamentos e pregações nos dias atuais, Deus cuidava de cada detalhe.
"traz a ideia de ficar pasmado diante de algo e ter medo de fazer alguma coisa", é um sentimento maior do que o temor, que significa que as parteiras tinham medo de Deus, mais do que temiam a Faraó. Assim somos nós nessa sociedade devemos temer as autoridades, mas devemos principalmente tremer diante de Deus. Sl 2.11 

2.2. Sepultando os sonhos no rio
- "mais tarde se incumbiria de preservar e levar o grande libertador para o palácio", obviamente se referindo a Moisés que foi conduzido por Deus até a filha de Faraó que se banhava no rio Nilo, é bom tomarmos cuidado com alguns pregadores que afirmam que o cesto onde estava Moisés subiu o rio contra a corrente sendo conduzido pela mão do Senhor, sendo que a Bíblia não afirma nada disso, alguns interpretam que o palácio ficava antes da terra dos hebreus e por isso o cesto de Moisés teria ido contra a correnteza, isso é pura especulação, pois a filha de Faraó poderia tomar banho ande quisesse e assim ter achado o cesto.

2.3. Por que as meninas eram poupadas?
- "imaginando que elas possivelmente se casariam com os filhos deles e, dessa forma, perderiam a sua identidade como nação", nesse ponto o comentarista foi quem especulou, pois jamais foi esse o propósito de Faraó, o medo de Faraó era de que os hebreus se tornassem mais forte que os egípcios e a força de um povo está nos seu exército, que naquela época era constituído de homens, por isso a ordem de matar os homens que futuramente poderiam pegar em espadas.
Assim também o propósito de Satanás é para aqueles que enfrentam ele, por isso ele investem tanto contra os homens e mulheres que fazem a obra de Deus.

3. Deus escuta o clamor de Seu povo

3.1. Deus se lembra do pacto
- "o que encontramos aqui é uma antropopatia (atribuição de sentimentos humanos a Deus)", isso acontece o tempo todo na Bíblia, pois essa é a melhor forma de comunicar a um povo que tem pouco conhecimento de Deus.
- "traz a ideia de "mencionar ou pensar a respeito", na verdade o tradutor ao usar a expressão "lembrar", o faz por falta de correspondente no português que atenda a ideia de "trazer algo à memória", pois foi isso que Deus fez, trouxe a memória ou mencionou aquilo que Ele já sabia o tempo todo.

3.2. Deus conheceu a Israel
...

3.3. O Deus que entra na história
- "Infelizmente, muitos advogam que Deus abandonou o universo e deixou o homem a mercê da sorte", essa é uma das principais teorias agnósticas desde a época de Paulo, que a Igreja sempre combateu e que até hoje é ensinada em filmes e séries como "Spernatural" ou "Sobrenatural" em português. 
"sabemos mais do que nunca que Deus é "Emanuel", Deus Conosco", esse é o nome que expressa a essência da obra de Jesus "Deus conosco", que passa a mensagem de que Deus, na pessoa de Jesus, deixou o Trono de Glória e se faz carne habitando entre nós.

Conclusão
- "não olharam para os terrenos férteis do Egito", mas isso por causa do sofrimento, pois se não fossa a prova eles estariam tranquilo dentro do Egito, é bom lembrar que às vezes Deus permite umas lutas para que nos lembremos da verdadeira promessa. Jo 14.3.
"E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também." Jo 14.3
Faça a revisão e corrija o questionário

Pr Marcos André

Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

4 comentários:

  1. PAZ DO SENHOR SOU PROFESSOR DO EBD ESTAS AULA É MUITO IMPORTANTE PARA MIM DEUS O ABENÇÕE.


    ResponderExcluir
  2. e o restante do esboço liçaõ 2 betel?

    ResponderExcluir
  3. E se tivesse outro esboço pra fazer?

    ResponderExcluir
  4. Saudações em Cristo

    amados amigos pastores e professores e líderes

    Eu queria muito um questionário nesta lição para fazer um mini curso teólogo na igreja que faço parte e sou condenadorealmente da EBD

    81 99551 3312 ZAP tim

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.