quinta-feira, 5 de julho de 2018

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 2


AULA EM 8 DE JULHO 2018 - LIÇÃO 2
(Revista CPAD)

Tema: A beleza e a glória do culto levítico


Texto Áureo: Lv 9.23

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição apresente os problemas de adoração que os crentes fieis tem que suportar.
"a informalidade profana e indecente", se refere à atitude de cultuar sem ordem, sem decência, de forma desorganizada, não respeitando a Deus e nem as pessoas, sem seguir uma liturgia correta e sem se preocupar com o que agrada a Deus de verdade.
"e o ritualismo que mata o genuíno culto bíblico", esse é o outro estremo que é o excesso de formalidade, que não deixa o Espírito Santo agir e que não tem emoção.

I – O CULTO NO ANTIGO TESTAMENTO

1. Definição
"cada uma de suas criaturas morais (anjos e homens)", são as criaturas que foram criadas segundo os preceitos morais no coração de Deus, tendo a noção do que é certo e errado.
"Mantenedor de todas as coisas", é a consciência de que Deus sustenta o universo, um exemplo clássico disso é a posição da terra em relação ao sol, com um distancia invariável que se alterar um mínimo que seja pode danificar boa parte da natureza, mas permanece firme pela força do Senhor que a mantém. 

2. Na era patriarcal.
- "Abraão, Isaque e Jacó também construíram altares", note que a adoração é antes da Lei, e que a Lei apenas ensina como adorar, mas já havia o costume entre os patriarcas de adorar a Deus.

3. No período de Moisés.
- "instruções para que o seu culto passasse da informalidade a uma etapa mais teológica", para que deixasse de ser informal e passasse a ter mais significado.
"litúrgica", para que possa ter uma organização, a liturgia é a organização dos elementos do culto.
"congregacional", para que passasse a ser para toda a congregação e não somente para um adorador.  

4. No tempo de Davi e Salomão.
- "foi enriquecida com a formação de coros e instrumentos musicais", ficou como marca no reinado de Davi, apesar de muitos não verem ele como aquele que estabeleceu o louvor como forma de adoração a Deus.

5. Após o cativeiro babilônico."Nesse período, pelo que inferimos do Salmo 137", inferir significa atribuir algo que o texto dá a entender apesar de não está escrito. Nesse texto especificamente pode-se inferir que a adoração a Deus ficou praticamente esquecida. 

II – OS ELEMENTOS DO CULTO LEVÍTICO

1. Sacrifícios
- "foi marcado por uma grande quantidade de sacrifícios de animais", o sacrifício foi o elemento principal do culto levítico, porém não há nenhum elemento no culto do Novo Testamento que corresponda ao sacrifício do Antigo Testamento, a não ser a nossa própria entrega em adorar ao Senhor, pois o sacrifício do qual o Antigo Testamento fazia alusão foi oferecido na cruz do calvário, por isso não temos mais sacrifícios de animais hoje.

2. Cânticos
"Em seguida, os cantores e músicos puseram-se a louvar ao Senhor", o louvor com cânticos de exaltação a Deus é um elemento que vem do culto levítico e que permanece até os dias atuais, apesar de algumas distorções e erros na aplicação, pois alguns louvores hoje não exaltam a Deus e alguns ministérios dão total primazia ao louvor deixando pouco tempo e importância à Palavra de Deus.

3. Exposição da Palavra.
"fazendo uma síntese da História Sagrada até aquele instante", de fato expor a história de Israel é o mesmo que expor a Palavra de Deus, pois a Palavra foi escrita junto com a história desse povo. Atualmente precisamos de mais pregações expositivas, ou seja, pregações que exponham a Bíblia.

4. Oração.
- "intercede não só por Israel, mas pelos gentios", é um tipo de oração que está no coração de Deus para os seus filhos, a oração de intercessão onde a pessoa intercede, não só pelos seus, mas por todos os que o Senhor quer libertar.

5. Leitura da Palavra.
- "a Palavra de Deus começou a ser lida publicamente como parte da liturgia do culto", a partir daquele (com Esdras e Neemias) momento começou-se a criar em cada cidade um local de estudo da Bíblia chamado de sinagoga e também começou-se a compilar os textos sagrados, por isso perduram até os dias atuais. 

6. Bênção.
...

III. FINALIDADES DO CULTO LEVÍTICO

1. Adorar ao Único e Verdadeiro Deus.
- "Enfim, o culto afastava os israelitas da idolatria e aprofundava sua comunhão", a essência de cultuar a Deus é colocar Ele como o mais importante em nossa vida, acima de tudo que somos ou temos e com isso rejeitar qual coisa que em nosso coração ou mente tenha mais importância do que Deus.

2. Reafirmar as alianças antigas.  
"professavam as alianças que o Senhor firmara com Abraão, Isaque, Jacó e Davi", o ser humano se esquece facilmente das coisas que Deus fez e que prometeu, e nós vivemos pelas promessas do Senhor. Isso é fé.

3. Professar o credo divino.
...

4. Aguardar o Messias.
- "há uma elevada cristologia", quer dizer que há um estudo amplo sobre Jesus, sua vida e obra. Várias menções nos Salmos foram confirmadas como profecias na vida de Jesus.
"jamais seria surpreendido com a chegada do Messias,", o Messias não foi aceito por ter o povo sido enganado pelos fariseus que não passaram a interpretação correta das Escritura e focaram só na obra final do Messias, livrar Israel dos seus inimigos, ou seja, só deram importância ao que queriam e não às profecias como um todo. 

CONCLUSÃO
- "adoravam a Deus apenas com os lábios, pois o seu coração achava-se distante do Deus de Abraão", está aqui um problema que ocorre muito nos dias atuais, muitos adoram a Deus para se sentirem bem, ou para se promoverem diante dos demais, nem toda adoração tem subido a Deus hoje.
Faça a revisão e corrija o questionário.

Pr Marcos André

Pr Marcos André - Contatos para palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.