INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 21 de abril de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio - Lição 4 - Revista CPAD



       AULA EM 22 DE ABRIL DE 2012 – LIÇÃO 4
          Revista: CPAD

Tema: Esmirna, A Igreja Confessante e Mártir" 

Texto Áureo:  Ap 2.10

 _________________________________________
- A paz do Senhor amado(a) professor(a) veja esse esboço comentado e
monte a tua aula.

 INTRODUÇÃO

- Comece relembrando as outras aulas.
- "localmente...tranquila", se refere as igrejas locais espalhadas
pelo mundo, que na sua maioria não estão sofrendo perseguição.
- "universalmente...sob fogo",se refere a Igreja de Cristo ao
redor da Terra, que será arrebatada, essa está sendo perseguida.
- "igreja mártir", recomendo que você pergunte aos alunos o que
quer dizer este termo e por que a igreja de Esmirna está sendo
chamada assim
- Após ouvir as respostas diga, que mártir é aquele que morre em
prol de uma causa, eram os crentes que morreram pela causa de Cristo,
e em Esmirna havia uma profecia na carta que falava de uma tribulação
de 10 dias. 
___________________________________
I. ESMIRNA, UMA IGREJA MÁRTIR

           1. Esmirna, uma cidade soberba.
            - "figura perfeita", uma possível aplicação para essa figura é
            que assim como a mirra é produzida espremendo aquela madeira,
            também o servo de Deus quando é espremido pelas provas, libera o
            bom perfume de Cristo. 
            - Então quando estamos sendo perseguidos e humilhados, por causa
            do nome de Cristo é aí que mais exalamos o cheiro do evangelho.
            - Acrescente que na época de Paulo, os cristãos eram mortos, 
            apedrejados, humilhados, e expulsos das cidades, mas também
            foi essa época que o evangelho mais cresceu e se espalhou 
            pelo mundo.

            2. A igreja em esmirna.
             - "pobre", comente na visão humana a igreja Esmirna era pobre,
             porém para Deus ela era rica, assim são muitos crentes atualmente,
             a visão da pobreza tem afetado a obra de Deus.
             - Diga que se olharmos com os olhos carnais, iremos ver todos os
             tipos de dificuldades, ma se abrirmos os olhos espirituais veremos
             que temos um tesouro no céu.

            3. Esmirna, confessante e mártir.
           - "confessante", mais um pergunta que você pode fazer para
           dar interação a sua aula: O que é ser confessante?
           - Ensine que ser confessante é não negar a Cristo, mas confessá-lo
           como salvador, mesmo que isso gere problemas. Esmirna era assim
           por isso o motivo da perseguição. Pergunte aos alunos se eles são
           assim, na escola, no trabalho e no meio dos amigos.
            - "tempos difíceis", são os tempos atuais, um tempo de sedução
            do povo de Deus para que os crentes, sem perceber, se envolvam
            no pecado.
            _____________________________________________
II. APRESENTAÇÃO DO MISSIVISTA
- "missivista", é o que manda a carta, a missiva, que no caso
aqui, se trata do Senhor Jesus, pois é Ele quem está enviando a
carta à igreja em Esmirna.

            1. O primeiro e o último.
             - Ensine que como primeiro e último, o Senhor se apresenta
             como o início e o fim de todas, essas palavras tinham o objetivo
             animar os crentes de Esmirna.
             - É interessante aqui você seguir as intenções de Cristo com
             essa carta, e animar os alunos a passarem elas provas, sabendo
             que o Senhor está acima de tudo e conhece nossas obras e o
             vamos passar.
                
            2. Esteve morto e tornou a viver.
             - Pergunte aos alunos: O que a ressurreição de Cristo representa
             pra você? Aproveite todas as respostas e diga:
             - R: A ressurreição de Jesus é a prova máxima de sua divindade.
             E também: A ressurreição do Senhor é a marca da religião cristã
             e do evangelho.
             - Comente que a ressurreição do Mestre, é que anima os servos
             de Cristo ao redor do mundo.
            _______________________________________
            III. AS CONDIÇÕES DA IGREJA EM ESMIRNA
            
           1. Tribulação.
            - Comente que essa carta é dada como um preparo para os crentes
            enfrentar suas lutas diárias, sabendo que Jesus é o primeiro
            e o último, que Ele ressuscitou dos mortos estando vivo a destra
            do Pai.
            - Comente também que as tribulações nos instrui, nos capacita,
            nos exorta a orar e a buscar a face do Senhor.

           2.  Pobreza.
           - "Mas tu é rico", aqui o Senhor mostra como Ele vê aquele que
           faz a sua obra com pouco recurso financeiro.
           - Jesus não explica a sua visão, simplesmente diz "Mas tu é rico",
           Essa visão do Senhor se explica assim: Aquele que faz a obra de
           Deus da forma com que os crentes de Esmirna faziam, estão
           ajuntando um tesouro no céu Mt 6.20 
           - Enquanto nós só vemos nossas dificuldades financeiras, o
           Senhor contempla nosso tesouro que está no céu.

           3. Ataques dos falsos crentes.
           - Diga que lidar com falsos crentes é mais difícil, devido a alguns
           motivos:
           a) eles estão bem próximos de nós;
           b) o ímpio podemos ignorar, mas os falsos crentes não;
           c) geralmente os falsos crentes sabem de nossas particularidades;
           d) se nós tomarmos alguma atitude drástica, corremos o risco
            de estarmos tão errados quanto eles.
            - Por isso é necessário muita cautela para lidar com os falsos
            crentes.
            - "se dizem judeus", os judeus eram extremamentes religiosos,
            assim os falsos crentes se gabam de religiosidade, cobram muito
            dos outros, mas eles mesmos não cumprem nada do que cobram.

            4. Os crentes em prisão.
             - Pergunte aos alunos se eles estão preparados para um perseguição
            por meio de leis que nos impeçam de fazer a obra de Deus.
             - Será que se os governos começarem a fiscalizar todas as igrejas, e
             mandar fechar aquelas que não estão cumprindo as exigências legais,
            quantas congregações serão fechadas?

            _________________________________________
            CONCLUSÃO  
            - Comente que muitos crentes ficam desapercebidos da segunda
            morte, por não conhecer Jesus como aquele que é o inicio e o fim
            e nem entenderem que Ele ressuscitou dos mortos.
            - Esses crentes tem seu tesouro aqui na Terra, por isso não alcançam
            a visão do céu.
            - Mas quando valorizamos as coisas do céu, conseguimos passar
            por lutas e tribulações sem se desviar.

            Graça e Paz, boa Aula!
                 
                Marcos André - Professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.