INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio - Lição 11 - Revista Betel



AULA EM 9 DE SETEMBRO DE 2012 – LIÇÃO 11
(Revista: EDITORA BETEL)

Tema: “O Poder da Conexão”
  
Texto Áureo: Jo 15.2
  
INTRODUÇÃO
            - Professor(a), lembre-se do objetivo dessa lição, não desvie o foco.  
- Você pode começar falando que uma conexão de internet permite
receber e enviar dados online, assim a nossa conexão com o Senhor
permite enviar e receber informações, que podemos comparar a oração.

- Comente que existem obreiros que começam muito bem e de repente
começam a esfriar, isso se ocorre porque em algum momento eles
perderam a conexão com a videira verdadeira.

1. RAMOS LIGADOS
  
1.1. A dependência dos ramos
- “procede de um tronco”, dentro do tronco da planta corre o líquido
que dá vida as plantas, a seiva, que mantém as folhas bem verdes e bonitas.
- “pessoas...cheias de virtudes”, se refere a pessoas que fazem grandes
coisas, ajudam muita gente, e até tem a boa intenção de ajudar ao próximo,
porém se eles não tiverem ligados a Jesus nos moldes da Palavra de Deus,
então estão mortos espiritualmente.

1.2. A incapacidade dos ramos
- “um crente não se produz”, alguns crentes enganam as pessoas com a
aparência de servos de Cristo, mas por dentro estão cortados da videira.
- Assim como uma planta de plástico que é muito semelhante original,
também é o falso crente muito semelhante ao original. Estão em muitas
igrejas, cantam e até pregam.

- “ser produtivos quer dizer”, dentro desse tópico vimos que ser produtivo
não é encher a igreja de crentes, veja o que é:
1º) ter o fruto do espírito, é demonstrar as qualidades encontradas no fruto
do Espírito, detalhe, é um fruto só com várias características, por isso o
crente não pode demonstrar só uma característica e não ter as outras, ele
precisa ter todas. Gl 5.22

2º) ganhar almas, é ganhar vidas para Cristo, discipulando e ajudando-as
a caminhar em santidade.

- “acomodação”, é deixar de fazer o que se fazia no começo da caminhada.
Muitos crentes deixam de orar ou de ler a Bíblia e vam se enganando, depois
se desviam e ainda culpam os outros.

1.3. O segredo de dar frutos
- “negar-se a si mesmo”, é deixar nossas próprias vontades e viver pela
obra de Deus, nos passos de Jesus. A maioria dos obreiros e pastores deixaram
sonhos de se formar, deixaram hobes, deixaram carreiras promissoras para
seguir a Jesus.
-“extensão”, é a continuação, somos continuação da obra de Jesus, como se
Ele tivesse dito, “eu paro por aqui, vocês prossigam e eu vou ajudando.”
mas ao invés disso Ele disse: “Ide por todo mundo...”     
-“imitação”, imitar Jesus é saber o que Ele faria em nosso lugar, e tentar tomar
uma atitude parecida com a que Ele tomaria. Vivemos num tempo em que
não há essa preocupação em grande parte dos servos de Deus.  
- “convém vigiarmos”, estarmos atentos, existe um tripé para manter o crente
de pé na presença do Senhor: oração - palavra - vigilância
- Esses três devem estar juntos, faltando um, o crente não ficará de pé por
muito tempo ou então ficará cambaleando, sempre capenga.

- “algum acidente”, se refere ao pecado. Sobre isso, é impossível nós não
pecarmos, porém você deve orientar aos alunos que caso eles pequem,
devem se esforçar para não se desconectar da Videira, pois se perder
a seiva, então tudo estará perdido.   
 ________________________________________
2. A MANUTENÇÃO DOS RAMOS
            - Para introduzir esse tópico eu sugiro passar essa ilustração:
“Um jardineiro quando cuida de uma planta um dos cuidados que
ele tem é o de fazer uma boa poda. Essa técnica milenar consiste
em cortar os ramos infrutíferos e limpar os que estão frutificando,
isso para que os ramos infrutíferos não sorvam a seiva sem produzir
nada, eles são cortados para que toda seiva flua para os ramos que
dão fruto e assim possam dar mais frutos.” ISSO NÃO É LINDO?

            2.1. A proteção dos ramos
            -“no tempo certo”, a poda representa a retirada da pessoa que não quer
nada com a obra de Deus, do corpo de Cristo.
 Detalhes: isso é feito somente pelo lavrador, que é o Pai, ninguém deve
tentar tirar o irmão da obra de Deus. E também é feito no “tempo certo”,
ou seja, no tempo de Deus.
            - “penetração dos raios solares”, você pode comparar isso assim:
os raios solares são o calor da presença do Todo Poderoso, os ramos
ruins são aqueles que não querem trabalhar para o Senhor, o problema
é que eles acabam atrapalhando os irmãos que trabalham, de terem
comunhão com Deus. Ficam reclamando de tudo, fazendo rebeliões,
organizando grupinhos, manifestando inveja e etc.
- “executar a poda”, alerte de novo e com ênfase, que só o Pai pode
fazer a poda. Muitos irmãos acham que podem retirar outros do corpo
de Cristo, pensam que tem esse direito, não tem paciência com os
fracos na fé.

2.2. A frutificação
- “é doloroso”, a limpeza que fala aqui, é a retirada de tudo que impede
a obra de Deus, isso pode ser doloroso, porque são coisas que nos
apegamos, assim como a desintoxicação do viciado faz ele sofrer, a
nossa também é dolorosa.
- “coisas que vinham dando certo”, podem ser projetos, sociedades,
negócios e outros. Certas coisas que podem vir a atrapalhar a obra de
Deus em nossa vida, às vezes um emprego que nos tira da igreja, Deus
permite que venhamos a perder para que possamos nos dedicar mais.
- “amizades que se esfriam”, existem muitos casos de crentes que
abandonam a obra do Senhor influenciados por amizades ímpias. Às
vezes é necessário que o Senhor pode nossas amizades também.
- “temos que confiar”, o que Deus faz hoje não entendemos agora
mas entenderemos depois, por isso é necessário ter confiança.

2.3. O poder da Palavra de Deus
- “instrumento de cortar”, quando lemos a Palavra de Deus e
meditamos nela, nos sentimos exortados a buscar a santidade e
largar tudo nos influenciam mal.

- “palavras específicas”, ensine que Deus fala tanto ao povo como a
uma só pessoa, na Bíblia as vezes encontramos aquelas palavras que
falam diretamente a nossa situação.
-“rhema”, quer dizer revelado, é a palavra revelada, onde Deus
fala no particular de cada um.
________________________________________
3. RAMOS FRUTÍFEROS

3.1. Há orações respondidas
- “respostas de Deus”, lembrando sempre que oração respondida
não é o mesmo que pedido atendido. Nem sempre Deus realizará
o que pedimos. Algumas vezes a resposta será aguarde.
- “não são realizadas”, ás vezes nos dá algo que nem pedimos em
oração, mês Ele nos surpreende.
- “nem certas coisas desejadas”, às vezes nem desejamos algo e de
repente nos chega a mão, para socorro da nossa família, de nossas igrejas
e etc.
- Tudo isso ocorre porque não sabemos pedir como convém Rm 8.26.

3.2. O Pai é glorificado
- “se manifesta em nós”, nós somos o reflexo da Glória de Deus,
no mundo pelo brilho do Espírito Santo. As pessoas que se aproximam
de nós devem sentir algo diferente.
-“bagagem desnecessária”, é o peso extra que levamos, que ainda
trazemos lá do mundo, mas quando temos um real encontro com o
Senhor, deixamos o vinhateiro nos podar, então Ele tira esse peso
extra e nos livra para caminharmos melhor.

3.3. Somos discípulos do Senhor
-  Atualmente podemos dizer que existem muitos crentes que não são
discípulos de Jesus, pois estão fora da conexão com Ele, não recebem a
seiva logo perdem o ânimo e escandalizam a obra de Deus.
 ___________________________
CONCLUSÃO
- “desígnios”, quer dizer plano, projeto e a intenção de Deus para
nossas vidas. Compreender esses planos não é fácil, só com muito
 esforço.
- “não regressou ainda”, o Senhor é paciente com esse mundo mau,
ainda muitas vidas se salvarão pela espera de Deus. Enquanto isso
vamos trabalhando para resgatar o máximo de vidas para o Senhor.

 Boa aula!
 _____________________________________________

Marcos André - professor

2 comentários:

  1. muito bom este estudo que Deus abenÇoe.

    ResponderExcluir
  2. gostei muito desta ajuda para professores ,

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.