INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio - Lição 7 - Revista Central Gospel



AULA EM___DE______DE 2012 - LIÇÃO 7
(Revista: Central Gospel)

Tema: “Aprendendo a Suportar Uns aos Outros com Jesus”
  
Texto Áureo:  Ef 4.2
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), aproveite essa lição para ensinar a tua classe a importância de suportar nosso irmão, de aguentar os insultos, as provocações, as piadinhas, as ofensas e etc.
- “alusão ao Antigo Testamento”, as citações que Jesus, Paulo, Pedro e os escritores dos evangelhos faziam ao Antigo Testamento, serviam principalmente para validar a mensagem. Pois os judeus consideravam a Lei e os profetas a maior autoridade e toda doutrina deveria estar baseada nela.
- “acrescida de regras e normas”, atualmente alguns líderes ainda acrescentam muitas regras ao Evangelho corrompendo a sua simplicidade.
- Os textos de Mateus cap 5.6 e 7, são tão importantes, que seria interessante que fossem lidos na Santa Ceia.
- Recomendo que você convide seus alunos a lerem em voz alta a referencia de Mateus 5.38-48.
__________________________________________
1. APRENDEMOS A SUPORTAR SENDO LONGÂNIMES  
- “longanimidade”, quer dizer paciência surgiu da junção de duas palavras: longo + ânimo, uma pessoa de longo ânimo, tarda a se irar, suportando o defeito do outro, ou seja, é o que tem paciência.
- “postura cristã”, a ideia que se tem de alguém que tem a postura cristã é uma pessoa calma, paciente e equilibrada. Ultimamente tem se visto muitos crentes nervosos e sem nenhuma paciência.

1.1. A força da longanimidade: humildade
- Dizer que a força da longanimidade é a humildade, equivale dizer que a longanimidade existe se houver humildade. Veja se você também entendeu isso.
- “somente os de coração humilde”, muitos chegam a pensar que humildade é sinônimo de pobreza, achavam que se alguém estava com roupas mais simples, sujas ou amarrotadas, então esse era o humilde. Esse erro tem sido corrigido.
- “Relacionamento interpessoal”, é o relacionamento entre pessoas, esse é de difícil trato pois as pessoas pensam e agem diferentes umas das outras, é necessário se tolerarem, e aqui está afirmando que só pela graça de Deus isso é possível.
- “Você estaria disposto a...”, talvez seja interessante mudar a pergunta 1 e 2, para: “você acha que conseguiria...?” isso porque ninguém está disposto a cumprir esses requisitos, basta somente que queiramos e então o Senhor nos ajudará.
 ________________________________________
2. APRENDEMOS A SUPORTAR AMANDO
            - “apóstolo do amor”, chamamos João de apostolo do amor devido ao conteúdo de suas cartas onde ele exorta constantemente a prática do amor.
- Existem histórias na tradição cristã de que João ordenou até o fim dos deus dias a que amassem um aos outros, e que quando lhe foi perguntado por que ele falava tanto em amor, ele teria dito: “Porque isso é tudo que importa!”
- Lembre aos alunos que o amor é mandamento, por isso deve ser buscado e cultivado. Busque o amor e você aprenderá a suportar seu irmão.        

            2.1. Amar implica suportar              
            - Se cumprir o dever trás elogios dos homens, quanto mais será cumpri-lo pelo amor, trará elogios da parte de Deus.

            2.2. A diferença fundamental        
            - “obrigação do amor geral”, é o amor a todos. Podemos inferir no contexto que amar a pais, irmãos, mães e familiares é fácil. Porém a igreja não é feita só de familiares, por isso o Senhor nos exorta a amar a todas as pessoas.
 
            3. APRENDEMOS A SUPORTAR AMADURECENDO
- Quer dizer que conforme vamos amadurecendo vamos também aprendendo a suportar.

3.1. Definindo perfeição
- “prossigam até a perfeição, no sentido de maturidade”, é buscar progressivamente o amadurecimento, crescendo a cada dia na obra do Senhor em graça e conhecimento.
- Comparando o amadurecimento na obra de Deus com os estágios na vida de um indivíduo, fica assim:
.a) ao aceitar a Cristo – somos como crianças que nada sabem, precisando ser cuidados.
b) ao aprender as doutrinas – somos como adolescentes que já sabem fazer muitas coisas, mas ainda precisa treinar a obediência.
c) ao adquirir experiências – atingimos as faze adulta e vem a responsabilidade de cuidar de outros.

3.2. O que a perfeição significa para nós
- “perfeitos como Deus”, alcançar essa perfeição para nós é impossível, e na verdade nunca alcançaremos a verdadeira perfeição de Deus aqui na terra.
- Um dia todos alcançaremos a perfeição pela redenção dos filhos de Deus, mas a ordem de Deus é para buscá-la. Só irá morar na glória aqueles que estiverem querendo e buscando a perfeição de Deus para suas vidas
_________________________________________
CONCLUSÃO
- “solo fértil para a frutificação”, é onde toda semente que é lançada germina, porém o solo não fértil é aquele que é soberbo pois nenhuma semente produz nele.
- Ocorre assim: o soberbo não é humilde, pensa que é melhor do que os outros, não aceita orientação, nem conselhos e por isso não aprende nada também. É o solo não fértil.
-Faça o resumo.

 Boa aula!

Marcos André - professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.