INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio para a Lição 8 - Revista da Editora Betel



AULA EM 24 DE FEVEREIRO DE 2013 – LIÇÃO 8
(Revista: EDITORA BETEL)

Tema: “O Legado de Jesus Cristo Para Sua Igreja”
  
Texto Áureo: 2Co 12.14
  
INTRODUÇÃO
            - Professor(a), se prepare para falar sobre aquilo que Jesus deixou para nós e como isso influenciará na nossa vida cristã.
            - Nesta introdução você já deve começar explicando detalhadamente o que significa “legado”, é tudo que nós deixamos para aqueles que vem depois de nós, pode ser bens materiais, uma atividade, uma obra, ou bens culturais.
- “capacidade de transformar”, até hoje essa capacidade de Jesus ainda opera nas pessoas, pelo ensinamento de tudo o que Ele falou, ou seja, através de Seu legado.
            - “encheu-os do Espírito Santo”, relembre aos alunos o antes e depois de Pedro. Antes ele havia negado a Jesus e depois, já cheio do Espírito Santo ele prega para uma multidão e se convertem quase três mil almas. Comente com os alunos que esse legado ficou e até hoje o Espírito Santo tem transformado homens tímidos, fracassados, ladrões, assassinos, homossexuais, em cidadãos, pais de famílias, pregadores e pastores para o Reino de Deus.

            1. O LEGADO HISTÓRICO
            - “Jesus histórico”, é Jesus como é descrito pela história, é assim que os céticos o vêem, como um grande homem, grande conselheiro, antropólogo, líder, psicólogo, o homem que dividiu o mundo em duas partes "antes e depois Dele", mas para o mundo Ele é apenas mais uma pessoa e não o Cristo prometido.
            - “ponto de vista da identidade divina”, quer dizer que os seus autores tinham a plena certeza da divindade do Senhor Jesus. Não foram escritos para mostrar a história de Jesus, mas sim a Sua obra. Para apresentar a obra de Jesus, foi necessário contar parte de sua história.

1.1. A história de Jesus nos evangelhos
- “foram escritos intencionalmente”, quer dizer que partes da história de Jesus foram contadas com a intenção de mostrar que Ele era o Filho de Deus. Um exemplo disso é a passagem de Lc 2.42-49, pois não havia necessidade de narrar a história da infância de Jesus, mas nesta passagem do livro de Lucas abre um parênteses para falar de um fato que mostra como ele conhecia quem era e qual a Sua missão já com doze anos.
- “evangelhos fabulosos”, esses evangelhos foram escritos sem inspiração do Espírito Santo, a partir da achologia de seus autores, veja um relato do evangelho de Tomé:
Palavras de Jesus:
“Bendito o leão comido pelo homem, porque o leão se torna homem! Maldito o homem comido pelo leão, porque esse homem se torna leão!” (ISSO É RIDÍCULO)

1.2. A doutrina de Jesus no Novo Testamento
- “reinterpretou a lei”, Jesus deu um novo entendimento da lei, com afirmações como esta:
Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.
Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;” Mateus 5:43-44
- “seus ensinos são um legado de inestimável valor”, foi nas cartas de Paulo que os ensinos de Jesus se tornaram doutrina. Paulo mesmo afirma assim:
“porque eu recebi do Senhor, o que também vos ensinei,” 1 Co 11.23a, Paulo sempre usa os ensinamentos de Jesus para ensinar as doutrinas fundamentais da fé.

1.3. A tradição evangélica herdada
- “preocupado em deixar um legado”, como Jesus desejava instituir uma Igreja, Ele teria que deixar todas as orientações para que essa Igreja  prevalecesse nesse mundo.
- “Mas e quanto a nós?”, recomendo que essa pergunta, você convide os alunos a responderem para si mesmos.
________________________________________
2. O LEGADO ESPIRITUAL
- “a salvação da alma humana”, explique resumidamente, que essa salvação foi consumada na cruz, pois ao morrer ali, Ele pagou a nossa dívida com Deus e nos habilitou a sermos recebidos pelo Pai celestial.
- “dupla identidade”, Jesus era totalmente homem e totalmente Deus.

2.1. A justificação pela fé
- “a maior herança”, por ser a maior herança, deve ser ensinada com prioridade pelas igrejas, porém o que se vê são outros temas tendo mais importância do que a salvação da alma.
- “justiça de Deus para se tornarem aceitáveis”, como Paulo estava escrevendo aos romanos, ele usa uma assunto que tanto eles, como os gregos, entendiam muito bem, que é a justiça, o sistema judiciário. A explicação que Paulo propõe é simples: ele apresenta o homem como aquele que infligiu a justiça,
 “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;” Rm 3.23
 Dessa forma o homem se torna injusto, em seguida Paulo apresenta a solução:
 “Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.” Rm 3:24
 - Assim Jesus é o agente que pratica a justiça, pagando o preço da dívida do homem, fazendo isso de graça, tornando accessível a todas as pessoas, pois se fosse pago só os mais ricos alcançariam.
 - Esse tipo de linguagem judicial os romanos e os gregos entendiam muito bem.
 - “por meio da fé”, em Rm 5.1, mostra que para se alcançar essa justificação tem que ter fé, ou seja, tem que acreditar nisso sem necessidade de comprovação extra, assim como Abraão, apenas pela aceitação do que Deus falou, sem vê-lo, apenas sentindo-o. Se praticarmos isso, então temos fé.

2.2. Bênçãos da salvação
- “enumeradas por Paulo”, lembre aos alunos que sendo a salvação um processo espiritual, então as bênçãos enumeradas, são espirituais, são para a alma, o detalhe é que fazendo bem à alma, reflete no comportamento do corpo.
- “paz com Deus”, quando a pessoa tem paz com seu criador, sem perceber ela passa a ter uma segurança interior, com isso problemas como insônia e ansiedade tendem a desaparecer.
- “esperança eterna”, a vida da pessoa passa a ter um sentido amplo, uma direção, ela sabe qual é a sua missão aqui e para onde vai ao findar essa jornada.
- “proveito das tribulações”, a pessoa passa a aprender com suas dificuldades, passa a não se desesperar com as aflições. Quando o homem sem Deus passa por tribulações ele precisa de remédios, alguns se suicidam, outros ficam loucos, mas o servo de Deus consegue passar na tempestade e tirar dela algum aprendizado para a sua vida.
[Acréscimo do irmão Mendes: na atual conjuntura parece que o crente não está conseguindo não passar essas tempestades, prova disso é que à menor gotícula de chuva, sem ainda a tempestade, lá vai o crente para as "campanhas de sete terças", ou procurar uma igreja cujo "cardápio", expostos nas paredes ou faixas, ofereçam um livrar de tempestades. PARA VER O COMENTÁRIO DO IRMÃ MENDES NA INTEGRA, VAI NO FINAL DESSE ESBOÇO]

- “seremos salvos da ira”, se refere à ira de Deus que se manifestará na grande tribulação que relata o livro de Apocalipse.

2.3. Um novo padrão ético moral
- “código de Hamurabi”, é um código com a relação de leis a serem observadas, é anterior à lei do Senhor, é o registro mais antigo já escrito, se assemelha com a lei de Moisés somente na parte que menciona a lei de talião, “olho por olho, dente por dente”.
- “código de Manu”, é um conjunto de regras redigida em forma de versos, é legislação do mundo indiano e estabelece o sistema de castas na sociedade Hindu. Foi escrito entre os séculos II a.C. e II d.C. A lei de Moisés dada por Deus, é completa e supera esses códigos em todos os aspectos.
____________________________________
3. O LEGADO DE AUTORIDADE
- “temperar a nossa sociedade”, é dar sabor a essa sociedade, para que ela não seja totalmente ruim, imagine se a igreja não estivesse aqui para lutar pelos padrões morais, como fez o pastor Silas Malafaia no programa “De Frente com Gabi”, ao ser entrevistado pela apresentadora Maria Gabriela. Os crentes estão nesse mundo para fazer o equilíbrio entre a maldade reinante aqui e a bondade do Senhor. Do contrário Deus já teria destruído tudo.

3.1. Autoridade para viver uma nova realidade
- “domínio do pecado”, éramos escravos do pecado, pois ele nos dominava e a autoridade era de Satanás, pois ele ditava a forma como deveríamos andar, mas o sangue de Jesus nos libertou da escravidão do pecado e da autoridade do maligno.
vo.
- “passa a ter autoridade sobre os demônios”, essa autoridade é exclusivamente espiritual, exercida sobre as forças do mal. Nosso autoridade está sobre nossa própria vida e sobre tudo que é nosso.
- “luxúria”, sentido original: deixar-se dominar pelas paixões, é o desejo à sensualidade e ao erotismo.

3.2. Autoridade para levar esperança
- “autoridade para compartilhar a salvação”, temos antes de tudo a ordem para fazê-lo, com a ordem também foi dada a autoridade, veja:
“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” Mateus 16:18.  
- Essa autoridade também está expressa em Mc 16.17,18

3.3. Autoridade para operar sinais e maravilhas 
- "acompanham aqueles que vão e levam a mensagem", desde de o início da evangelização na Bíblia aprendemos que a operação de sinais está ligada à obra de expansão do evangelho.
- Não se deve buscar as operações de maravilhas para conseguir estatus, os dons são para evangelização e apoio ao povo de Deus na Sua obra.

CONCLUSÃO
- "tornar-se um modelo vivo", devemos ensinar aos alunos a espelharem suas ações nas ações do Senhor Jesus, seguir seus passos. Ensine aos alunos que cada decisão deve ser submetida à análise de como agiria Jesus se estivesse em nosso lugar.
- "deixarmos também um legado", cada crente deve tomar para si essa incumbência, devemos deixar algo para as gerações futuras.  
- "como queremos ser lembrados", comente que infelizmente alguns irmãos não serão bem lembrados no dia do sepultamento, alguns deixarão a família em aperto financeiro, outros deixarão todos aliviados pela sua partida antes tarde do nunca.
- Porém muitos irmãos em Cristo serão homenageados por grandes feitos ou pelo que eram na obra de Deus, nesse momento tem obreiros se dedicando a algum trabalho relevante, a algum ministério e farão a diferença no dia do Senhor, no dia em as obras de cada um serem provadas pelo fogo. 1 Coríntios 3:13-15

Boa Aula

Marcos André - Superintendente

6 comentários:

  1. "Quando o homem sem Deus passa por tribulações ele precisa de remédios, alguns se suicidam, outros ficam loucos, mas o servo de Deus consegue passar na tempestade e tirar dela algum aprendizado para a sua vida".

    Pastor Marcos, A Paz. Entendi o que o Senhor disse porém pode ficar com dupla interpretação. Veja que quanto ao fato de tomar remédio, ocorrerá normalmente mesmo sendo homem de Deus. Na atual conjuntura parece que o crente não está conseguindo não passar éças tempestades prova disso é que ao menor gotícula de chuva, sem ainda a tempestade, lá vai o crente para as "campanhas de sete terças", ou procurar uma igreja cujo "cardápio", expostos nas paredes ou faixas, ofereçam um livrar de tempestades.
    O maior legado é negar a nós mesmos, Nosso maior inimigo são nossos próprios interesses. Isso que Ele nos deixou.
    Amém!
    Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz irmão Mendes, vou considerar o que você falou como um acréscimo para esse esboço, acho que não dá pra entender com outra interpretação, mas gostei desse comentário, vou acrescentar na lição. Graça e paz.

      Excluir
  2. Paz do senhor irmão marcos!seu comentario foi muito proveitoso para mim,principalmente em relação aos códigos.Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz de Cristo irmã Simone, obrigado por utilizar os esboços do CLUBE DA TEOLOGIA, pode ficar a vontade.

      Excluir
  3. Pastor Marcos ............. fico grata pela sua interpretação ........... faço meus estudos e depois complemento com seus comentarios fazendo pequenas anotações e na hora o Espirito Santo vai me usando conforme a vontade de Deus ............. mais uma vez agradeço por compartilhar conosco seu conhecimento.

    ResponderExcluir
  4. D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O
    (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra:
    (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA:
    (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.