INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

terça-feira, 30 de abril de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 5 - Revista da Editora Betel



AULA EM 5 DE MAIO DE 2013 – LIÇÃO 5
(Revista: EDITORA BETEL)

Tema: “AS AUTORIDADES SÃO CONSTITUÍDAS POR DEUS”
  
Texto Áureo: 2 Tm 3.8
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nessa aula você falará de um assunto bem atual, aproveite para expor as diversas situações em que os ensinamentos contidos aqui ocorrem nas igrejas hoje.
- “autoridade eclesiástica”, se refere aqueles que tem funções de liderança no povo de Deus, são pastores, presbíteros, missionários e outros que estão liderando no povo cristão.
- “cuidar de seu rebanho”, é como um senhor rico que possui trabalhadores ao seu serviço. Todos nós somos trabalhadores a serviço do Rei e alguns desses trabalhadores foram separados para assumirem funções de liderança.
- “enquanto eles estiverem no caminho”, as autoridades eclesiásticas não estão acima da Palavra de Deus e é por essa Palavra que se mede as lideranças, para saber se os líderes estão de acordo com a vontade de Deus é preciso pesar suas atitudes pelas Escrituras. Alguns líderes não desejam que os membros da igreja aprendam a interpretar a Bíblia para que suas atitudes hereges não sejam manifestas.

           1. QUEM RESISTE À AUTORIDADE RESISTE À ORDENAÇÃO DE DEUS
- “A autoridade foi criada por Deus”, aqui está no sentido genérico, falando de todas as autoridades, tanto as civis como as eclesiásticas, mas a lição tratará das autoridades eclesiásticas.

1.1. A insubmissão é uma afronta
- Analisando eclesiasticamente:
- “passar por cima”, é não seguir uma ordem direta do líder, Ex.: quando o pastor convoca uma reunião e um obreiro deixa de ir simplesmente porque não quer.
- “retirar seu cajado”, o cajado era a vara de madeira que orientava as ovelhas, quando alguém tenta descredibilizar o pastor da igreja, mostrando que ele não tem autoridade para liderar, está assim tomando o seu cajado, ponderando uma ordenança ou deixando de cumprir.
- “situações que não estejam na sua alçada”, quando alguém tenta resolver algo que é uma atribuição do líder está assim desrespeitando a sua liderança e caçando a sua autoridade por um processo que a Bíblia chamou de “furtar o coração do povo”, pois foi essa a estratégia de Absalão para ganhar o apoio da população. Absalão ficava na porta do palácio resolvendo os problemas daqueles que não eram atendidos pelo rei 2 Samuel 15.6.
- “atropelar a hierarquia”, hierarquia é a graduação dos níveis de autoridade. Atropelar essa hierarquia significa querer liderar mais do que sua competência permite, é atuar como líder sem que para isso tenha recebido a devida nomeação.
- “espere a sua vez”, essa é uma mensagem à todos que estão com ambição de alcançar grandes cargos no meio eclesiástico. Não é errado almejar cargo algum no reino de Deus, mas todos que desejam serem líderes devem saber que existe um aprendizado, existe uma caminhada debaixo da mão do Senhor e existe o tempo de Deus.

1.2. A rebelião é uma maldição
- “resistir ao próprio Deus”, a rebelião não é somente contra a pessoa que foi colocada no cargo, mas também contra aquele que o empossou, que no nosso caso é Deus. Depor um pastor ou dirigente é como declarar que Deus não exerce autoridade sobre a igreja.
- “menosprezam qualquer governo”, esse é o motivo pelo qual o Senhor combate os rebeldes, pois se eles não respeitam a autoridade humana que estão vendo, jamais respeitarão a autoridade de Deus que não estão vendo.
- “Corá, Datã e Abirão e os 250”, Esses homens e os 250 eram da tribo de Levi Números 16.7,8, essa tribo era responsável por cuidar das coisas de Deus, serviço no tabernáculo e o serviço sacerdotal. Eles deveriam dar o exemplo, mas estavam se rebelando contra o líder Moisés que também era da tribo de Levi. Isso era um terrível exemplo para o povo de Deus, por isso sofreram a pior punição que houve naquela caminhada no deserto.

1.3. A insensatez dos resistentes será manifesta a todos
- “quer perder a posição...fale mal dos seus líderes”, na verdade isso não é regra, existem muitos que estão falando mal de seus pastores e dirigentes e nada está acontecendo e por não verem nada acontecer eles se animam a continuarem. Porém existem outras consequências que devem ser consideradas. Se alguém fala mal do seu dirigente dentro de seu lar, estará decepcionando seus filhos e afastando-os da igreja.
- “expõe claramente o seu caráter”, isso gera outra consequência, pois ninguém confiará em alguém que fala mal do próprio pastor.
________________________________________
2. OBEDECEIS A VOSSOS PASTORES E SUJEITAI-VOS A ELES
- Muitos atualmente se decepcionam com os pastores por acharem que eles devem ser perfeitos, mas se esquecem que eles são homens como qualquer outro, porém com uma grande responsabilidade, precisam da nossa oração e respeito.

2.1. A obediência é uma semeadura
- “mais simples posição de liderança”, pode ser a liderança de um grupo de louvor ou uma direção de um culto.
- Quando Davi respeitou a posição de autoridade de Saul, ele estava mostrando para aqueles que o acompanhavam como se deve respeitar um líder.

2.2. A obediência por causa da consciência
- “por causa da consciência”, consciência é o entendimento do que é o certo a se fazer, quando alguém age pela consciência, não precisa que ninguém o fique exortando a tomar a atitude correta, pois ele fará isso naturalmente.
- “ausência do superior”, obedecer o líder quando ele não está perto significa ser fiel e o Senhor o recompensará.
- “só para agradá-lo”, essa recomendação é importante, pois muitos crentes parecem estar na igreja para agradar o pastor. Basta o pastor afirmar que não estará na Escola Dominical então muitos irmãos aproveitam para faltarem também.

2.3. Obedecer é melhor do que sacrificar
- “obedecer é melhor do que sacrificar”, professor(a), você pode explicar isso em um contexto lógico, pois o sacrifício era oferecido depois de se cometer algum erro, mas o Senhor explica que se alguém é obediente, logo não haverá motivos para sacrificar.
- “sem supervisão”, sem estar debaixo de uma autoridade pastoral que lhe corrija a trajetória, isso pode ser dito de alguns pregadores itinerantes que não se vinculam a um ministério ou apenas se vinculam de fachada sem assumirem qualquer compromisso.
____________________________________
3. RECONHEÇAM OS QUE PRESIDEM SOBRE VÓS NO SENHOR
- “reconhecimento pelo que fazem”, muitas vezes não paramos para pensar na responsabilidade que está sobre o ombro dos pastores que tem seus rebanhos. Às vezes os irmãos se dão ao luxo de descansarem no domingo ou saírem com suas esposas, mas para o pastor fica mais complicado fazer isso. Ser pastor não é profissão, e sim vocação, se um dirigente receber uma ligação de um membro de madrugada ele dá toda a atenção, pois ele é pastor também de madrugada. Quando uma igreja está no auge todo o ministério recebe os elogios, mas quando a igreja se enfraquece, então o pastor é visto como o responsável.

3.1. Tratai-os com grande estima e amor
- “mesmo que não compreendamos”, ensine que Jesus liderou sobre os doze e suas palavras nem sempre eram compreendida, mas quando Jesus perguntou-lhes eles declararam que suas palavras eram de vida eterna João 6.68. Dessa forma as vezes não entendemos nossos líderes eclesiásticos mas eles devem ser honrados mesmo assim, porque eles nos conduzem com as palavras de Jesus.
- “ou não aceitamos”, às vezes o que o pastor fala nós não concordamos, isso é absolutamente normal, mas por ser ele o líder que o Senhor colocou sobre o rebanho, deve ser respeitado.
- “o amor deverá suplantar”, aqui está falando do amor ao líder, mas esse amor também pode ser o amor a Deus e à sua obra. Porque se no momento de divergência o liderado “chutar o balde”, quem sofre é a obra de Deus, pois se os demais membros perceberem que há divisão no ministério surgirão escândalos e muitos abandonaram a congregação.

3.2. Tende paz entre vós
- “esperar Deus assim”, se foi Deus quem colocou no poder, é melhor esperar que Deus o tire.
- “devorar uns aos outros”, é ficar brigando entre si por cargos e posições, isso é coisa do mundo. Davi não matou Saul porque isso traria descrédito ao Senhor que ungiu a Saul, seria declarar que Deus é falho e ungiu a pessoa errada. Quando Davi não tocou no ungido do Senhor ele estava declarando temor e respeito a Deus. É melhor valorizarmos aquele que tem o poder para constituir líderes, pois quando estivermos na função de liderança outros nos respeitarão por causa do Senhor.
- “suportando uns aos outros”, suportar é tolerar, ou aguentar. Isso porque somos todos falhos e diferentes, os erros que nossos líderes cometem hoje poderá ser os nossos erros amanhã.

3.3. As más autoridades terão que prestar contas de sua administração a Deus
- “para quem O representa”, esse rigor acontece porque se aquele que representa o Senhor for arrogante, malicioso, soberbo, etc, dará a impressão que no Reino de Deus é assim ou que o Senhor o autorizou a ser perverso.
- “Eu requererei”, esse texto foi transmitido inicialmente para os líderes da nação de Israel, mas hoje pode ser aplicado para os líderes cristãos.
___________________________
CONCLUSÃO
- “onde servisse a Deus com alegria”, essa solução não surte bom efeito em todos, pois geralmente o problema do rebelde este nele mesmo e não na liderança da igreja. Aqueles que reclamam muito são também os que nada fazem pra melhorar.
- “entregar as chaves”, essa solução é bem adequada, pois aquele tem responsabilidades e fica murmurando é porque não aprendeu nada ainda, precisa de um novo concerto. Se ele permanecer na responsabilidade, não fará nada e não deixará que ninguém faça.
- Professor(a) essa lição pode ser enriquecida com diversas ilustrações, aproveite!.

Boa aula!

Marcos André – professor

9 comentários:

  1. Olá caríssimo professor, qual a posição de um liderado quando sabe claramente que seu líder está ensinando uma heresia? jevaldobarbosa@hotimail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu aconselho a conversar com o ele, se a ele não aceitar, então o liderado deve sair de debaixo de sua liderança, ainda que seja difícil, pois não é possível conviver com a heresia.

      Excluir
  2. A paz do Senhor, esse trabalho seu tem sido um grande auxilio nas aulas que Deus lhe abençoi e lhe conceda mas inspiração do seu Espirito...

    ResponderExcluir
  3. Quem dera que tivesse mas pessoas c/ essa eniciativa de faser um trabalho tão proveitoso como esse...

    ResponderExcluir
  4. Que riqueza de conteúdo, tem enriquecido muito minhas aulas. Que Deus te abençoe amado pastor.

    ResponderExcluir
  5. Desculpe-me pelo atrazo,
    Paz do Senhor, Pastor e Mestre, o mundo diz "você é o cara" e nós que curtimos o Clube da teologia, dizemos "o Senhor é a autoridade de que verdadeiramente vela Pastor Marcos".
    Bem, gostaria de deixar alguns pontos sobre a lição:
    A condenação de Rm 13.2 penso ser a consequência de desobediência a lei estabelecida (cadeia, multas, forca etc)e não espiritual (juízo)como o autor expôs na revista.Os três amigos de Daniel não obedeceram a ordem de Nabucodonosor mas sujeitaram-se à fornalha. Pedro pregou contrariando a ordem de não o fazer e foi encarcerado, momento em qu diz "melhor obedecer a Deus do que aos homens"(aqui Deus não desmerece a autoridade humana constituída).
    Então tem um limite de obediÊncia à autoridade representante. A Palavra de Deus contrariada, trará um posicionamento do cristão e ele negando obedecer terá certamente consequências.
    Ef 4.11 são dons para alguns crentes que exercerão ministérios na igreja. Dons dados por Cristo, ok.Ef 4.12 expõe os propósitos: Aperfeiçoamento dos santos, edificação do corpo e obra do ministério.A pergunta é, existe os falsos mentres?Sim, Mt 7.15-23 os elenca, 2 Pe 2, 2 Tm 3,4 1 Pe 5.2-5 cita-os por motivação $$$$$$$$$$$, que mudam a Palavra de Deus, não são usados por Deus e nem o Espírito Santo, são movidos pela cobiça.São muitos, "amontoam", muitos mesmos. O comentarista afirma para não nos preocupar pois Deus terá com eles. Certamente, mas não para retirada de galardões e sim para enviá-los ao inferno (a Bíblia é que diz, não eu). Arriscado o comentarista orientar que não fiquemos preocupados no subitem 3.3, se levarmos em conta a defesa da fé. Paulo orientou antes de sua morte (2 Tm 4) para que a despeito de opiniões favoráveis ou não, que Timóteo preocupa-se com falsos ensinos, Judas 3 joga ba responsabilidade a cada um de nós, 1 Tm 1.3-5;18,19, para combater pela verdade.
    Em outras palavras, calado não dá!
    Mais uma vez colocou-se o argumento covarde do "ungido ninguém toca" para satisfazer e sustentar doutrinas distorcidas quando não, falsas.Matar o rei Saul era o significado de tocar no ungido, nada haver com questionar o líder , o ensino etc.
    O próprio Davi repreendeu Saul em frente ao exército de israel. 2 Tm 2.17,18 Himeneu e Fileto foram repreendidos publicamente dos falsos ensinos. Hoje, hoje,a teologia da prosperidade com a proteção da ética protestante e o espírito capitalista entranhado, faz parte de nossos meios evangélicos devido a "não preocupação". Que lindo.
    Próxima heresia a ser sutilmente colocada nos púlpitos: O ecumenismo. Alguém pode falar? Não,afinal devemos ser submissos...

    Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz irmão Mendes, sabe que precisamos ler e entender a revista e analisar sua apologética. Os comentaristas às vezes falam coisas que estão fora do contexto da Palavra de Deus, mas os professores estão ai para apontar essas falhas. Obrigado por esse interessante comentário.

      Excluir
  6. o problema é que muitos de nós não queremos orar, jejuar, nos consagrar, queremos tudo rápido e fácio. Aí fica difício a igreja se fortalecer. pois a alavanca da igreja é a oração... Pois os l´deres precisam de pessoas junto deles para o ajudarem, a carga deles é bem pesada, embora não temos culpa pois é a chamada deles e obedecem aquele que for obediente e tem "certeza "do seu chamado, pois precisamos saber se realmente fomos chamados.Nós servos temos a obrigação de ajudálos em oração apoiando no que for possível.Precisamos voltar ao primeiro amor. E viver como em atos dos apostólos, que fala que eles viviam todos em comum, repartiam o pão etc. Irmãos preciso aprender muito. mais eu vou chegar lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz irmão Alvaro tem muito crente miojo hoje em dia, de preparo fácil e rápido. Mas a Igreja precisa dos homens e mulheres de oração e de Palavra.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.