INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 6 de julho de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio para a Lição 1 - Revista da Editora Central Gospel

AULA EM___DE______DE 2013 - LIÇÃO 12
(Revista: Central Gospel)

Tema: INTRODUÇÃO À ÉTICA CRISTÃ
  
Texto Áureo:  Pv 29.18
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição você iniciará um tema importante que tem sido negligenciado por muitos crentes, principalmente pelos que não gostam de Escola Dominical.
- Sugiro que você apresente a revista e tente falar um pouco do comentarista.
- Capa, mostra uma ilustração do mundo pós-moderno. A parte distorcida dá uma ideia de velocidade, assim como é o corre-corre do mundo atual.
__________________________________________
1. DEFINIÇÃO DE ÉTICA CRISTÃ
 - “O que é ética?”, com
 - “a ponto de confundir-se”, às vezes se pensa que alguém que tem uma boa conduta moral é também muito ético, na verdade é possível ser moralmente correto e falhar na ética.
- “a moral é descritiva”, ela descreve as ações do individuo se ele está agindo corretamente ou não.
- “a ética é normativa”, define normas de comportamento para a coletividade.
- “ética cristã”, é bom saber que a moral é a mesma para todos os indivíduos, mas a ética pode variar de grupo pra grupo. Existe ética jornalística, ética empresarial, ética pedagógica, etc

1.1. A ética do Antigo Testamento
- “precedente histórico”, é o fato histórico que deu origem ao termo.
- “lhes outorgou”, outorgar é impor, fica assim: “lhes impôs as leis”.   
- É chamada também de a lei de Moisés, por ter sido ele o porta-voz de Deus, mas a Lei vem toda do Senhor.

1.1.1.      As ordenanças da Criação
- “deontologia”, é o estudo das obrigações, é também chamada de “teoria do dever”, é uma teoria que define moralmente as escolhas como necessárias, proibidas ou permitidas.   
- Além das ordenanças mencionadas existia a proibição de se comer da árvore da ciência do bem e do mal.

1.1.2. O resultado da transgressão
- Foram também expulsos do jardim e da presença do Senhor, mas Deus não os abandonou, pois vemos o Senhor falando com Caim em Gênesis 4.6,7.

1.1.3. A elaboração de um código de conduta
- “sanção”, é a aprovação ou desaprovação de algo.
- O único código escrito anterior a Lei é o código de Hamurabi, mas ele ficou perdido na história até ser encontrado em 1901 no Irã. A Lei é com certeza o mais amplo, mais coerente e em vigor desde de sua criação. Serve também como base para as diversas leis dos países ao redor do mundo.

1.1.4. Acréscimos proféticos ao código
- Na verdade os profetas não acrescentaram normas ao código de Deus, apenas regulamentaram mostrando ao povo como se aplica na prática. Ex.: quando Samuel repreende a Saul pelo seu pecado ele usou essas palavras: “Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.
Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.”
1 Samuel 15.22,23

1.2. A ética do Novo Testamento
- “engessavam a lei”, engessar é prender para que não se movimente, assim os fariseus tiravam qualquer flexibilidade da lei, só permitindo uma forma de aplicação.
- “práticas litúrgicas”, se refere aos rituais sagrados, um exemplo disso é a forma como eles exigiam a aplicação do descanso no dia de sábado.

1.2.1. A ética de Jesus
- Os fariseus apresentaram um erro em um pequeno detalhe da tradição, que é o lavar as mãos antes de comer. Mas o Senhor Jesus apresentou-lhes os graves erros que ele cometiam contra o mandamento de Deus no que se refere ao trato com os pais.

1.2.2. A ética de princípios
- “regra”, é uma norma que define a ação, a forma como deve ser feito.
- “princípio”, é a essência da lei, diz respeito às intenções, é o motivo base pelo qual determinada regra é elaborada.
- Você também pode acrescentar que na antiga aliança as regras deveriam ser seguidas e demonstradas no exterior. Na nova aliança os princípios devem estar no coração e fluir para o exterior em forma de ações.
________________________________________
2. A VIDA SEM REGRAS

2.1. Características do antinomismo
- Devido as características do ser humano, para que ele viva em grupo, é extremamente necessário que haja regras, e código de ética.

2.2. O julgamento das transgressões
- Além do que é colocado aqui existem também as consequências que são uma forma de punição imediata da transgressão, por exemplo o fato de não se conhecer aquilo se devia conhecer, pode gerar consequências. Ex: “O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.” Oséias 4.6
- No texto acima mostra que as consequências de não se conhecer a Palavra de Deus é a destruição.
 _____________________________________
3. A DIFÍCIL RESPONSABILIDADE DE DECIDIR

3.1. Decidindo em conformidade com a Palavra
- “conforme a Palavra”, nesse aspecto a Palavra é uma bússola feita para orientar nossas escolhas.
- “regras...bem como princípios”, note os princípios e as regras não se anulam, a nova aliança não cancela a antiga, mas a completa. A Bíblia está cheia de regras e princípios.  

3.2. Situações novas em um mundo novo
- Atualmente existe o chamado “debate popular”, é a expressão das diversas opiniões através dos meios de comunicação. Questões como racismo, preconceito, homofobia e muitas outras, estão na boca do povo.
- Comente que os crentes de hoje devem estar preparados para essas questões, para apresentar respostas de acordo com a ética cristã.

3.3. A ética situacional
- “perspectiva particular”, analisando a situação particular em que ele ocorre.
Na perspectiva particular daquela situação, a mentira das parteiras pôde ser aceita como a ferramenta para uma boa causa.
________________________________________
CONCLUSÃO
- Como acréscimo você pode deixar o seguinte: Quando houver dúvidas sobre a ética ou se alguma decisão é ética ou não, recomende que se faça a seguinte pergunta: Se todos fizerem o que eu faço o grupo será beneficiado?   
- Prepare seu resumo e as perguntas.

Boa aula!

Marcos André - professor

3 comentários:

  1. Pr. Marcos obrigado pelos esboços das lições da central gospel e gostaria de saber se postará a lição de nº 2 da Revista Ética Cristã.
    desde já obrigado por tudo, que Deus continue dando-lhe as benças necessárias.
    Gilson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://marcosandreclubdateologia.blogspot.com.br/2013/07/escola-dominical-esboco-e-subsidio-da_12.html

      Excluir
  2. esses esboços me ajudam muito, obrigada Marcos que o
    Senhor o abençoe!

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.