quinta-feira, 29 de agosto de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 9 - Revista da CPAD


AULA EM 01 DE SETEMBRO DE 2013 - LIÇÃO 9
(Revista: CPAD)

Tema: “CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO”
  
Texto Áureo: Fp 3.18  
  
INTRODUÇÃO
- Amado(a) professor(a), nesta lição ensine aos alunos a importância de seguir fielmente a Cristo, mostre como eles podem aplicar cada ensinamento em suas vidas hoje.
- Coloquei as os locais das respostas das questões, enfatize na hora da aula, para que os alunos encontrem facilidade de responder depois.
__________________________________________
1. EXORTAÇÃO À FIRMEZA EM CRISTO

1. Imitando o exemplo de Paulo.
- “presunçoso”, é aquele que julga ser algo que na verdade não é.
- “referência de vida”, o referencial é um exemplo padrão para que cada um se julgue tomando ele como base. Paulo sabia que os crentes precisavam de um referencial. O maior referencial é Cristo, mas ainda assim poderá existir alguém que afirme que não consegue porque é um pecador de natureza adâmica, então nós apresentamos para referenciais, os servos do Senhor que seguem as mesmas passadas de Cristo, como os apóstolos, como os nossos pastores, como eu e como você professor(a).
- “a verdadeira humildade acata serenamente”, pode ser entendido assim: a verdadeira humildade aceita com tranquilidade, quer dizer que não é deixar de ser humildade buscar ser padrão para imitação.
- “carentes de referências ministeriais”, se refere aos cristãos de hoje, pois muitos que são líderes não tem uma vida exemplar na obra de Deus, não são exemplo de caráter cristão.

- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 1.

2. O exemplo de outros obreiros fieis.
- “ARA”, Almeida Revista e Atualizada, revisão da edição da Bíblia de João Ferreira de Almeida feita em 1959.
- “observarem os fieis”, dentro de uma congregação há crentes ruins, mas também há muitos crentes bons. Se passarmos nosso tempo observando o mau exemplo dos obreiros ruins vamos estar sempre atribulados e desanimados. Por isso vem a recomendação bíblica para vermos os bons exemplos e seguirmos eles.
- “não se desviarem da fé”, essa é a consequência para aquele só vive olhando as falhas da igreja, do ministério e dos membros.

3. Tendo outro estilo de vida.
- “dualidade”, duplicidade, duas formas distintas.
- “se torna refém daquela”, essa dualidade hoje se forma disfarçadamente, pois os membros se acostumam com o fato de os obreiros estarem à frente, com o peso da responsabilidade. Com isso alguns obreiros aproveitam e direcionam as orientações da Bíblia para amedrontar o povo e mantê-los debaixo de uma servidão invisível.
- “todos nós...temos o livre acesso”, isso é possível pela obra de Jesus na cruz e pelo Espírito Santo, assim podemos falar diretamente com o pai em qualquer hora e em qualquer lugar. Ainda podemos observar que ao final do culto muitos irmãos fazem a famosa fila pra recebe oração de um determinado obreiro. Isso demonstra imaturidade e falta de conhecimento da obra do Espírito Santo.
- “costurar o véu que Deus rasgou”, se refere ao véu do Templo que fazia separação entre o santo lugar e o Santo dos Santos. Quando Jesus rende o espírito, esse véu foi rasgado, mostrando que agora podemos ter livre acesso ao trono de Deus. Esse “costurar o véu” é tentar fechar esse caminho ensinando aos crentes que para tudo que precisarem devem se reportar aos obreiros ou ao pastor.

- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 2, no início do sub tópico.
______________________________________________
2. OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO

1. Os inimigos da cruz.
- “heresias”, ensino fora da Bíblia do qual se afirma ter saído dela.
- “inimigos da cruz”, porque pregavam ensinos contrários ao ensino máximo da cruz, que é a graça, pois eles pregavam a salvação pelas obras da lei.
- “não afetará nossa alma”, faziam distinção entre a alma e a carne, dessa forma acreditavam que a alma seria salva e a carne condenada, independente do que pudéssemos fazer a respeito.
- “doutrina gnóstica”, doutrina do gnosticismo, que designa um conjunto de crenças de natureza filosófica e religiosa cujo princípio básico assenta na ideia de que há em cada homem uma essência imortal que transcende o próprio homem.

2. O deus deles é o ventre.
- ...
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 3, no início do sub tópico.

3. A glória deles.
- “queriam estar na igreja”, comente que esse é um caso muito comum atualmente, pois alguns crentes acreditam que podem permanecer na igreja e não modificar nada em suas vidas.
- “invalidam a obra expiatória”, a obra expiatória é a que Jesus fez na cruz ao morrer em nosso lugar para remissão dos pecados e libertação do pecador. Quando alguém fica na igreja sem largar o mundanismo, então está invalidando a obra de Cristo, anunciando que ela não é eficaz.
dor.
_________________________________________
3. O FUTURO GLORIOSO DOS QUE AMAM A CRUZ DE CRISTO

1. Mas a nossa cidade está nos céus.
- “está nos céus”, fazendo alusão àqueles que valorizam as coisas terrenas, lembrando que somos estrangeiros nessa terra e não devemos nos apegar demais às coisas do mundo.
- “tomou como exemplo”, essa comparação parece estar fora de contexto, parece que Paulo não tinha intenção de comparar com a cidade de Filipos.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 4, no final do sub tópico.

2. Que transformará o nosso corpo abatido.
- “sujeito às enfermidades”, Paulo classificou o corpo humano como “corruptível”, exatamente porque está sujeito às enfermidades, ao envelhecimento e à morte 1 Coríntios 15.54.
- “gnósticos”, esses gnósticos não se constituíam em uma religião específica, eram classificados assim por seguirem doutrinas gnósticas. Eram perigosíssimos para o ministério, pois eles entravam para a igreja e ficavam no meio do povo disseminando suas doutrinas gnósticas.
- “semelhante ao de Cristo”, o corpo que nós teremos na glória, após a transformação terá as mesmas características do corpo de Jesus após a ressurreição antes de ascender ao céu.  

3. Vivendo em esperança.
- “nutrimos uma gloriosa esperança”, nutrir é alimentar, assim a nossa esperança estará forte se alimentarmos ela. Esse alimento é a Palavra. Se cada pessoa se alimentar mais da Palavra de Deus, teremos menos desviados da igreja.
________________________________________
CONCLUSÃO
- “estar atentos”, posição de vigilante, observando tudo.
- “ardis”, armadilhas, podem vir como propostas, elogios, ofertas e até mesmo simples comentários provocantes. 
- Prepare o esboço, faça as perguntas do questionário.
- A RESPOSTA DA QUESTÃO 5 É PESSOAL.

Marcos André – Superintendente e professor

Boa Aula!


-->

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.