terça-feira, 3 de setembro de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 10 - Revista da Editora Betel


AULA EM 08 DE SETEMBRO DE 2013 – LIÇÃO 10
(Revista: EDITORA BETEL)

Tema: “O MODELO BÍBLICO PARA AS RELAÇÕES FAMILIARES”
  
Texto Áureo: Efésios 4.13
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição procure encontrar uma forma bem simplificada de falar, use perguntas para estimular os alunos a interação.
- ““regulamentar” as relações domésticas”, quer dizer dar as relações domésticas as regras para aplicação, para não ser somente ordens genérica.
________________________________________
            1. ENTENDENDO O MODELO BÍBLICO PARA AS RELAÇÕES FAMILIARES
- “período milenar de tempo”, período de mil anos, entre Moisés e os escritores do Novo Testamento.
- “inter-relacionado”, significa que os ensinamentos, as ordenanças e mandamentos estão em concordância, um conduz ao outro.
- “ou embasa”, significa: “dar base”.
- “tema central”, é o tema principal de uma passagem. Ex. Em Hebreus 11 o tema central é a “fé” e pode ter outros temas secundários como a “fé sem recompensa imediata”, entre os versos 36-40.
- “sentido global”, é o sentido que está em toda a Bíblia, por exemplo: a doutrina do amor é expressada em 1 Coríntios 13, mas nesta passagem existe o sentido do amor que está presente em toda a Bíblia a partir do verso 10, que fala do “que é perfeito”, esse sentido é afirmado em toda as Escrituras, que é o amor de Deus.
- “contextos imediatos”, são versículos que encontramos imediatamente antes e depois do texto que dão o entendimento completo da passagem.
- “remotos”, contextos remotos são versículos que aparecem isoladamente antes ou depois da passagem que também auxiliam no entendimento dela.
- QUERIA PODER VER A TUA LUTA NA CLASSE PARA EXPLICAR ISSO KKKK
            - CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 1, no meio do tópico.

1.1. O tema central da Bíblia
- “sequer faz menção a Deus”, nesse livro a presença de Deus está subentendida, vemos Ester jejuar em intercessão e a providência divina transformando a maldição em benção.
- “aos que estão sentenciados a morte”, se refere à sentença colocada por Hamã contra os judeus Ester 9.24. Ester fez o papel tipológico da Igreja ao interceder por eles junto ao rei.
- “de seus discípulos”, professor(a) a chave para uma boa aula é manter o aluno sempre atento ao tema e aos objetivos. Fechando esse tópico você pode relembrar o tema, falando de Cristo como modelo para a nossa família, pois nós também somos os discípulos de Jesus.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 2, no início do tópico.

1.2. O princípio regente e a palavra chave
- “capítulos 4.6 – 6.1-4”, todos de Efésios, onde o tema central é a “unidade da fé em Deus”, e um tema secundário é a “unidade na família” Efésios 6.1-4, - “equivalente “no””, seria o mesmo que dizer “como no”.
- “elemento aferidor”, é o que afere ou calibra, ou regula o instrumento de medição, nosso julgamento é o instrumento de medição e o elemento aferidor para que nosso julgamento seja sempre preciso é a comparação que o texto faz usando a palavra “como”.
- O texto nos dá a entender que devemos ter sempre a unidade debaixo da autoridade de Deus. Assim podemos aplicar a nossa família onde cada membro tem o seu papel e todos estão debaixo da autoridade de Deus.

1.3. O contexto
- “dezesseis versículos”, para se compreender uma verdade bíblica deve-se isolar uma passagem, pois se for tirado apenas um versículo o entendimento apontará para outra direção.
- “cheguemos à unidade da fé”, é ter uma mesma fé, com o mesmo propósito, dessa forma estaremos em acordo comum e não haverá divisões na igreja.
- “família cristã”, parece se referir à Igreja, mas pode ser aplicado para as famílias de cada irmão.
- “filhos amados de Deus”, pois filho obedece ao pai, dessa forma se somos filhos de Deus, então devemos prestar toda a reverência e obediência à Ele.
 - “sujeitar uns aos outros”, é considerar o próximo superior a si, essa foi a orientação de Paulo em Filipenses 2.3.
____________________________
2. AUTORIDADE E SUBMISSÃO DO SISTEMA CELESTIAL
- “toscas”, rudes, desajeitadas. Significa que esse tipo de comparação é mal elaborada.
- “possuem valor igual”, significa que tanto o Sistema Celestial, como a Igreja e a família estão regidos pela mesma regra, se não houver submissão e cooperação então o sistema não prevalecerá.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 3, no início do tópico.

2.1. Como são definidas as autoridades no sistema celestial?
- “é de igualdade”, embora se entenda que há superioridade no sistema celestial, essa não é explorada na Santíssima Trindade. Comente que esse princípio deve ser aplicado ao sistema Igreja, por exemplo: um pastor pode passar suas determinações, mas ele mesmo deve cumprir o que exige dos outros.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 4, no final do tópico.

2.2. Como a autoridade é exercida no sistema celestial?
- “como um direito”, exigindo prerrogativas, mas na verdade deveria ser exercida como um dever, onde a autoridade estaria preocupada em cumprir seu papel.
- “serviço de amor”, no sistema celestial a autoridade dá o exemplo de serviço, trabalhando mais do que todos. Dessa forma a autoridade no sistema  celestial exige que os subordinados trabalhe assim como ela trabalha. Vemos em Jesus o maior exemplo desse trabalho sendo desenvolvido e Ele mesmo foi quem disse: “O meu Pai trabalha até agora e eu trabalho também.” João 5.17.

2.3. Como se dá a submissão no sistema celestial
- “de liderarem e serem liderados”, no sistema celestial a pessoa nunca deixa de ser liderado, mesmo quando se torna líder, para que essa pessoa seja um bom líder, é necessário ouvir os liderados e até se colocar na posição de um.
- “mal interpretado”, alguns maridos acham que as esposas devem ser submissas ao ponto de suportar a humilhação, mas esse erro ocorre porque não interpretam a Palavra corretamente.
- Alguns irmãos não conseguem assimilar essa submissão, pois não concebem a ideia de se submeter a alguém de menor grau de conhecimento ou posição cristã.
____________________________________
3. APLICANDO OS PRINCÍPIOS CELESTIAIS
- “onda de feminismo”, movimento que se caracteriza pela independência da mulher, que prega ideias como liberdade da submissão ao marido.

3.1. Como o marido deve exercer sua autoridade
- “um sistema do qual Jesus é o cabeça”, é o subsistema do sistema celestial e a família é a unidade representativa básica desse subsistema, isso foi explicado no tópico 2.
- “mas é conquistada pelo amor”, assim como Cristo demonstra todo seu amor pela Igreja e assim tem a submissão de todos nós, também o marido deve demonstrar todo seu amor pela esposa e filhos e naturalmente conquistará o respeito deles e a submissão. Alguns maridos exigem de suas esposas a submissão sem que haja demonstração de amor, alguns chegam a ser arrogantes e até violentos.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 5, no final do tópico.

3.2. De que modo a esposa deve submeter-se ao marido
- “para o bom funcionamento da família”, todos sabem que em qualquer sociedade ou instituição, para que haja acordo, organização e harmonia deve haver um líder e um segundo, pois se os lutarem pelo poder a casa estará subdividida.
- “tudo em acordo”, o acordo é primordial no casamento, as decisões devem ser compartilhadas. Uma das ferramentas para se conseguir isso é o diálogo e para que haja diálogo o marido e a esposa deverão passar mais tempo juntos.
- “Ela sabe que a unidade”, a mulher conhece seu dever de submeter-se, mas ela não conseguirá fazer isso sozinha, precisará do apoio do marido e incentivo do marido. Havendo amor, compreensão e carinho por parte do marido, a esposa se submeterá a ele com prazer.

3.3. Como os filhos devem se comportar nesta cadeia hierárquica
- “o marido deve cumprir seu papel”, pergunte para a classe se eles se lembram da ordenança aos maridos. Depois comente que o “se entregar de Cristo pela Igreja” para os maridos significa se entregar pela esposa nas muitas atividades da vida do casal, cuidando dela e protegendo-a.
- “obedecer e considerar”, os filhos precisam ser ensinados pelos pais a praticarem essas coisas e também devem ser cobrados nisso.
- “Eles precisam”, se a tua classe for de jovens você poderá ensinar-lhes diretamente essas ordenanças.
- “servir e submeter-se”, se os filhos aprenderem desde cedo a servir e a submeter-se, então eles terão sucesso na vida, tanto na igreja como no meio secular.
___________________________
CONCLUSÃO
- “principio que rege”, experimente pedir a classe para abaixar a revista e responder: qual o princípio que rege a Igreja?
- “membros no corpo”, você pode comentar que assim como o sistema nervoso comanda todos os membros do corpo o Senhor Jesus comanda os membros do Seu corpo, a Igreja.
- Assim como o sangue leva vida para todos os membros do corpo, também o sangue do Senhor Jesus dá vida aos membros do Seu corpo, a Igreja.  
- “juntos”, o marido e a esposa tem suas responsabilidades de liderança. Se o marido é o cabeça da esposa, a esposa é governanta da casa Provérbio 14.1.

Boa aula!


Marcos André – professor

10 comentários:

  1. muito sabias as palavras quero sempre pesquisar suas, opiniões deus abençoe sua vida dilmar valentim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Deus tem me ajudado, por isso estamos tendo sucesso, conto com suas orações. Paz.

      Excluir
  2. A Paz do Senhor meu irmão, parabéns por esse blog realmente você foi iluminado, olha como faço para encontrar uma pagina amarela que vi da ultima vez que estive por aqui, era como uma espécie de menu que dava para acessar as opções de lição que queremos ler, e agora eu não encontro mais.
    Desde já agradeço certo de sua resposta. Gustavo Matos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz irmão Gustavo, esse menu é postado as sextas e sábados, ele fica até a próxima semana, é só descer a rolagem, mas se você não achar aqui está o link: http://marcosandreclubdateologia.blogspot.com.br/2013/08/escola-dominical-lista-de-esbocos-do-3_31.html

      Obrigado por acessar.
      Paz.

      Excluir
    2. Gostei da risadinha no final do comentário no 1º ponto da lição rsrsrs, olha vou entrar em contato com você via e-mail, para vermos como faço para convida-lo para vir na Igreja em que congrego ok.
      Paz do Senhor.

      Excluir
    3. rsrsrs eu tenho colocado um pouco de mim nos esboços, assim eu faço as anotações em maiúsculas.
      Pode chamar que eu vou. Deus está no controle.
      Obrigado também pela ajuda que o irmão prometeu.

      Paz de Cristo.

      Excluir
    4. Que e isso amado e minimo que poderia fazer mas assim entro em contato ok. Para um compromisso mais firme so vou consultar meu Pastor Presidente, e falo com vc.
      Que o Senhor Jesus continue abençoando. Olha pelo que vi o Pastor gosta de receber orações, mas eu quero lhe pedir que ore por mim para que Jesus me de dessa sua graça para ensinar sou prof. EDB, mas fiquei que queixo caido quando vi sua pag.
      Paz do Senhor.

      Excluir
  3. Ainda bem que esta lição é outro professor, kkkk
    Gosto muito dos seus comentários, do seu ensino. Obrigada Deus continue te abençoando. Paz do Senhor!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado você irmã, estou alegre de ler tantos comentários positivos. Pode vir sempre aqui.

      Paz de Deus.

      Excluir
  4. que DEUS T abençoe irmão...nao sabia desse importante comentário...isso vai enriqcer muito nosso estudo aos domingo...amém.

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.