quarta-feira, 18 de setembro de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 12 - Revista da Editora Betel


AULA EM 22 DE SETEMBRO DE 2013 – LIÇÃO 12
(Revista: EDITORA BETEL)

Tema: “Culto doméstico: ferramenta eficaz na aplicação dos princípios divinos no lar”
  
Texto Áureo: Mateus 7.24
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição ensine como praticar o culto no lar, tente fazer também na tua casa se já não o faz.
- “solidificação”, é tornar sólido os princípios cristãos que os filhos aprendem na igreja e na Palavra
- “sob a proteção”, quando a família adora a Cristo unida dentro do lar, ela entra na presença de Deus como um todo, isso é ótimo para trazer aqueles mais fracos para a encontrar força e proteção que só há debaixo do poder do sangue de Jesus.
- “que Ele venha”, conforme vai se aproximando a volta de Jesus Satanás vai sentindo que seu tempo está acabando e por isso ele tem intensificado a sua luta contra as famílias do povo de Deus.
_______________________________________
            1. A importância do culto doméstico
- “feito de muitas maneiras”, alerte os alunos a não caírem no erro de achar que o culto doméstico deve ser exatamente como o ministrado na igreja.
- “elementos indispensáveis”, são elementos característicos para que o culto seja aceito por Deus. O culto funciona como um diálogo: na oração falamos com Deus e na Palavra, Deus fala conosco.

1.1. E indispensável para conduzir os filhos a Deus
- “contínuo, persistente”, esse culto não pode ser um evento ocasional que os pais fazem quando tem a oportunidade, ele deve ser contínuo e persistente, se tiver faltando um membro da família os outros devem dar continuidade.
- “eficiente maneira de evangelizar”, o culto doméstico ganha a família pra Jesus e dá o melhor suporte para os novos convertidos, pois são familiares. Quando um pregador ganha uma alma pra Jesus ele terá várias dificuldades para dar assistência para aquela vida, por isso o culto doméstico é mais eficiente.
- “os hóspedes, os vizinhos, os parentes”, faltou falar daquele colega do filho pode participar e passa a gostar,geralmente crianças gostam desse tipo de evento.
- “rejeitar a mentalidade... expostas à educação formal”, a educação formal é a ministrada nas escolas, lá a criança sofre todo tipo de aliciamento para abandonar a fé, aprende a teoria do Big Bang, Evolução, aulas de sexologia que ensinarão a ter relação sem contrair gravidez, terão convite de amigos para as pequenas desobediências e etc. Sem o culto no lar dificilmente os filhos terão forças para resistirem a isso.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 1, no início do tópico. (PERGUNTA MAL FORMULADA, POIS ADMITE RESPOSTA SIMPLES SIM/NÃO, VOCÊ PODE ACRESCENTAR NA PERGUNTA O “POR QUÊ?”

1.2. É indispensável para manter a unidade da família, e transformar seus membros em vencedores
- “pratica a piedade”, piedade - essa palavra significa obediente, mas também tem o sentido de bondade.
- “lidarem com revezes”, revez – significa azar, quer dizer que os membros da família saberão lidar com as situações difíceis. 
- Todas as dificuldades mencionadas aqui ocorrem nas melhores famílias e geram marcas profundas e podem criar traumas, mas se a família mantiver a prática do culto doméstico tudo isso pode ser amenizado.

1.3. É indispensável à formação de Igrejas felizes, fortes e poderosas em Deus
- “leite e mel (prosperidade econômica)”, o comentário entre parênteses se refere ao termo leite e mel, assinalando que a terra prometida produziria alimentos e assim seria autossuficiente e economicamente forte, mas é provável que o leite e mel expresse mais a tranquilidade em poder se sustentar com o alimento da própria terra.    
- “dificuldade em obedecer”, o pecado original do ser humano é aquele que se deu com Adão e Eva no jardim do Éden, a principal característica dele é a desobediência, dessa forma a natureza humana foi corrompida e o homem passou a ser desobediente por natureza.
- “enraizar definitivamente”, o livro de Deuteronômio faz um preparo para o povo entrar na terra prometida, ensinando como o povo teria que se conduzir naquela terra, na referência de Deuteronômio 6.6-8 mostra o maior conselho de Deus para que os pais possam conduzir suas famílias na presença do Senhor.  
- “poderosa economicamente”, é um erro dizer que o Senhor queria edificar uma nação poderosa economicamente. O Senhor queria uma nação santa, que o adorasse e que trouxesse a revelação de Cristo ao mundo.
- “do qual ele mesmo era produto”, se refere ao fato de Moisés ter aprendido a repeito de Deus na casa de seus pais, mesmo morando no palácio de Faraó. Quando Deus se apresenta para ele na sarça como o Deus de Abraão, Isaque e Jacó Êxodo 3.6, ele sabia exatamente de quem se tratava, pois tinha ouvido as histórias na casa de sua mãe.
____________________________
2. A salvação dos filhos, unidade na família e Igrejas poderosa

2.1. O A reunião diária para cultuar no lar derruba barreiras e aproxima os membros da família
- “removermos as barreiras”, essas barreiras posem ser rixas, ressentimentos, divisões dentro do lar.
- “confessar o quanto se amam”, assim o culto funciona como uma confraternização dentro da família, com o amor declarado, o pecado pode ser confessado e o perdão liberado, assim vem o alívio entre os membros da casa e o fortalecimento para resistir aos pequenos problemas.
- “levantados por”, se refere às barreiras, por isso o correto é “levantadas”, essas barreiras quebram o vínculos afetivos, mas elas caem diante do poder de Deus, e esse poder se manifesta quando o nome do Senhor Jesus é reverenciado dentro da nossa casa. O que Jesus fez no casamento em Caná na Galiléia Ele pode fazer em nossa casa João 2.  

2.2. O Culto Doméstico evidencia o amor dos pais e gera amor a Deus e confiança nEle
- “deles como um: “eu o amo”, claro que esse processo é psicológico se perguntar para os filhos eles não saberão dizer, mas o fato é que quanto mais tempo dedicado a eles, mais eles nos respeitam e nos amam.
- “respostas às dúvidas”, não precisa ser muito aprofundado na Palavra para começar a tirar dúvidas de seus filhos, pois suas dúvidas não são muito complicadas.  
- “desejarão receber a Cristo”, os filhos tendem a admirar os pais e imitá-los em seus atos. Porém se os filhos perceberem que a prática religiosa de seus pais é hipócrita, sendo eles uma coisa na igreja e em casa outra, então se sentirão como prisioneiros e desejarão se libertar.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 2, no início do tópico.

2.3. O Culto Doméstico disciplina o temperamento, transforma o caráter e fortalece a vida espiritual e a fibra moral
- “disciplina o temperamento, transforma o caráter”, disciplina o temperamento por que não pode ser modificado, apenas disciplinado, mas transforma o caráter, porque ele pode ser modificado até a velhice do ser humano.
- “temer a Deus”, significa ter reverência na presença de Deus, nas solenidades onde o nome do Senhor está sendo cultuado. Atualmente encontramos muitos irmãos sem nenhuma reverência dentro dos cultos e esse respeito deveria vir de casa.
- “bem sucedidas nos estudos”, convém lembrar que as lições mencionadas aqui serão úteis para a vida profissional e social também, servir a Deus prepara a pessoa tanto para morar no céu como para ter sucesso no tempo presente.
- “verbalizar o aprendizado”, conseguir explicar e assim retransmitir o que aprendeu, serve para ensinar e participar de debates.
- “não são subservientes”, ser subservientes é não ter capacidade e nem vontade de assumir posição de liderança, se contentando apenas em servir em dependência de outrem. Aqui se refere a filhos que não saem da dependência dos pais, sendo incapazes de terem iniciativa e tomarem decisões.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 3, no início do tópico.
____________________________________
3. Implante o culto doméstico
- “reformá-lo”, modificar alguma parte de sua liturgia para melhor se adequar às necessidades da família.
- “reconstruí-lo”, é começar de novo, para as famílias onde já não ocorre mais esse trabalho.
- “mãos à obra”, se um ensinamento não for posto em prática logo, ele se perderá nas vagas lembranças.

3.1. Comunique seu desejo de implantar o Culto Doméstico
- “bem mais fácil começar”, quando o casal está na mesma visão espiritual, então tudo é mais fácil.
- “diga que você gostaria muito que”, a comunicação é essencial para que o casal consiga estar na presença de Deus e mesmo que o conjugue esteja longe da casa de Deus, ele se admirará com atitude do outro.
- “realize culto com os filhos”, se o conjugue se negar a fazer ele poderá se animar ao ver o outro fazendo e depois vendo os benefícios.
- “para o “papai” solucionar”, ensine isso com o coração.

3.2. Maridos e esposas de cônjuges inconversos também podem implantar o Culto Doméstico
- “responsabilidade pela vida espiritual da família”, é a coluna espiritual do lar, no início deverá encontrar muita resistência, mas diante da insistência do servo de Deus todo poder das trevas cairá.
- “agir com prudência”, é ter cautela para não criar brigas e divisões no lar. Alguns crentes se tornam tão exigentes que afastam mais os que já estão afastados da presença do Senhor.
- “mas não obrigados”, obrigar os filhos adolescentes a participarem do culto é mais prejudicial do que se pensa, pois eles podem criar aversão ao invés de simpatia.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 5, no início do tópico.
3.3. Outros membros da família também podem implantar o Culto Doméstico
- “podem assumir essa responsabilidade”, os horários incompatíveis podem ocorrer quando os pais trabalham e chegam tarde em casa. Essa situação não é ideal, mas pode ser adotada como medida de emergência.
- “laços fraternos”, fraternos se refere ao relacionamento entre irmãos, aqui está se referindo ao estreitamento da relação entre os parentes, avós, tios, etc.
- “atenção dos irmãos maiores”, os irmãos menores adoram ter a atenção dos irmãos mais velhos, se essa atenção for dada na momento do culto, então o culto será um momento agradável para elas.
- “crescerem no Senhor”, esse crescimento é na graça e no conhecimento 2 Pedro 3.18, por isso os cultos nos lares devem ser ensinados algum conteúdo da Palavra e estímulo à oração.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 4, no início do tópico.
___________________________
CONCLUSÃO
- “prática muito simples”, a liturgia deve ser simples sem muitas delongas, as mensagens da Palavra podem ser igualmente simples e as orações não precisam ser muito longas.
- “inibição ou falta de prática”, isso pode acontecer no início, mas os pais devem ter paciência e praticar um culto dentro da limitação dos filhos.
- “quanto é eficaz”, ser eficaz é produzir resultados esperados, esses resultados serão observado a médio e longo prazo, pois os filhos cuja família pratica o culto no lar tendem a serem grandes homens e mulheres de Deus.

Boa aula!


Marcos André – professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.