sábado, 22 de março de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 12 - Revista da Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2014 - LIÇÃO 12
(Revista: Central Gospel - nº 37)

Tema: A MORTE, A RESSURREIÇÃO E A ASCENÇÃO DE JESUS
  
Texto Áureo: Mateus 28.6a
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição aplique a emoção e espiritualidade, pois as coisas que você falará irão atingir o coração e o espírito dos seus alunos.
- “evidência”, algo que pode comprovar um fato.
- “messianidade”, qualidade de messias, características que comprovam que Jesus é o Messias.
- “deidade”, qualidade de Deus, características que comprovam que Jesus é Deus. Os judeus não acreditam que Jesus era o Messias e muito menos que Ele fosse Deus.
- “cimo”, é o ponto máximo de uma montanha. Aqui de refere a maior definição da fé dos crentes.
_______________________________________________
1. A CRUCIFICAÇÃO
- “vaticinou”, profetizou.
- “ferido pelas nossas transgressões”, quer dizer que foi por causa de nossos pecados que Ele teve que se entregar por nós.
- “castigo que nos trás a paz”, essa paz é a “paz com Deus” de Romanos 5.1,pois o ser humano estava em litígio com Deus, mas quando Jesus se entregou na cruz reconciliou o homem com o seu Criador.

1.1. Castigos e açoites
- “já sofrido pelos judeus”, se refere ao os judeus fizeram com Ele, pois Jesus foi ferido pelos judeus desde o momento da prisão até o julgamento no Sinédrio.
- “pelos soldados romanos”, os soldados romanos tinham ódio dos judeus, porque a Judeia era uma das províncias mais difíceis de se controlar. Sempre haviam rebeliões e levantes contra Roma. Quando eles pegavam algum condenado descontavam toda a ira contra os judeus. Isso pôde ser observado na destruição de Jerusalém no ano 70 d.C.

1.2. A caminho do Calvário
- “cortejo que conduziu Jesus”, os soldados romanos o levaram com a parte da turba e iam seguindo também algumas das mulheres que acompanhavam o ministério de Jesus.
- “centurião”, patente militar romana do oficial que comandava cem homens.
- Esse caminho até o Calvário é chamado pela igreja Católica de “via-crúcis” é uma palavra que vem do latim.

1.3. Jesus é crucificado
- “suplício infame”, era vergonhoso.
- “amenizar a sede e a dor”, essa bebida Jesus recusou no início devido ao propósito vicário de Sua crucificação Mateus 27.34. Ali Cristo era o cordeiro imaculado, Seu corpo não poderia estar alterado sob efeito de nenhum alucinógeno ou entorpecente. Jesus só aceitou no final ao render o espírito. Mateus 27.48 pelo texto parece que não era a mesma mistura.
- “conhecido dos primeiros leitores”, os evangelhos foram escritos para os crentes daquela época, por isso os autores não se preocuparam em explicar item por item.

1.3.1. Repartindo as suas vestes, lançaram sortes
- “despojadas de suas vestes”, a vítima ficava nua, esse era uma ato vergonhoso, porque as vestes tinha grande importância para os judeus, tanto social como religiosa.
- “não a rasgaram”, aquela havia sido vestida nele no palácio de Herodes Lucas 23.11 e era de um certo valor, por isso não a rasgaram.

1.3.1. Hoje estarás comigo no Paraíso
- “ladrões salteadores”, pode-se observar que a pena capital era dada também para o caso de roubo.
- “como para honrar”, os romanos estavam zombando de Jesus, colocando-lhe a coroa de espinhos e reverenciando-o em deboche.
- Só o livro de Lucas nos mostra a blasfêmia de um dos ladrões e o reconhecimento de outro. Recomendo que você leia essa história na íntegra antes da aula.

1.4. Está consumado
- “desde a fundação do mundo”, mostra que o plano da salvação estava traçado antes de o homem ser criado.
- “Golgota”, nome hebraico do lugar onde Cristo foi crucificado, em português significa “caveira”, parece que a montanha vista de longe tem o formato de uma caveira.
- “tipos sacrificiais”, quer dizer que foram abolidos os sacrifícios de animais, pois eles apontavam para o sacrifício da cruz e agora já não é mais necessário.

1.4.1. Fenômenos ocorridos após a morte de Jesus
- “trevas sobre a terra”, provavelmente um eclipse total do sol.
- “o véu do templo rasgou-se”, era o véu que fazia separação entre o santo lugar e o santíssimo lugar, significando que agora o homem teria o livre acesso à presença de Deus.
- “mortos foram ressuscitados”, conforme Mateus 27.52, esses mortos eram os santos que aguardavam a vinda do Messias.

2. A RESSURREIÇÃO
- “dimensão de Seu ministério”, se refere ao ministério espiritual de Jesus, além da dimensão terrena. Nesta dimensão entendemos que Jesus é a união entre o plano material e espiritual. Note que Ele nos versos após a ressurreição interage no meio físico e espiritual ao mesmo tempo. Ele atravessa paredes, come e desaparece, unindo espiritualidade com materialidade.

2.1. A comprovação da morte física de Cristo
- “apressasse a agonia”, isso porque ia começar o sábado de Páscoa e os judeus não poderia tirar os corpos da cruz no sábado.
- “quebraram...as pernas”, ao ser crucificado, a pessoa só respirava com o auxílio das pernas, pois os pés eram pregados na madeira dando assim uma base. Mas se as pernas fossem quebradas a pessoa logo morria de asfixia.
- “terríveis golpes”, eram golpes de porrete para quebrar a canela do condenado. ESTÁ SENDO DIFÍCIL ESCREVER ESTAS COISAS

2.2. O sepultamento de Jesus
- “discípulos secretos”, haviam muitos desses, eram pessoas importantes, como Nicodemos, não podemos acusar-lhes de covardia, pois eles também foram usados no cumprimento das promessas acerca do sepulcro do Messias.
- “lençol de linho branco”, é o lençol que a igreja Católica acredita até hoje ser o “santo sudário”.

2.3. A precaução dos sacerdotes
- “guarda para vigiar o sepulcro”, os sacerdotes estavam se prevenindo para o caso de os seguidores de Jesus roubar o corpo Dele. Esses fatos foram registrados para desfazer a grande mentira da história, pois foi dito aos judeus que os guardas dormiram e os discípulos vieram e roubaram o corpo do Mestre. Mateus 28.13 A guarda romana era a muito leal, se um guarda abandonasse seu posto ou dormisse, a punição era a morte.

2.4. Ele não está aqui, porque já ressuscitou
- “para ungir o corpo do salvador”, provavelmente porque não foi possível fazer por completo no dia da morte, porque Ele foi sepultado as pressas.
- A palavra da mulher não tinha muita força em Israel, isso mostra que não havia intenção de criar uma mentira sobre a ressurreição de Cristo, senão seria os homens que o veriam primeiro, a fim de dar crédito à invenção.
_______________________________________
3. A ASCENSÃO
- “põe fim ao ministério terreno”, Jesus foi assunto ao céu e se assentou a destra de Deus.  Houve um pequeno intervalo de dez dias e veio o ministério terreno do Espírito Santo, que permanece até hoje.

3.1. O Redentor foi elevado ao céu
- Junto com a ascensão Dele veio a promessa de Sua segunda vinda.
- “por que estais olhando para o céu”, essa pergunta remete a ordem de Cristo de sair e pregar o evangelho. Não podemos ficar só olhando estarrecidos com os acontecimentos da ultima hora, é necessário agir para trazer almas para o Reino de Deus.
“Quem observa o vento, nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará.” Eclesiastes 11:4
______________________________________
CONCLUSÃO
- “sofreu em nosso lugar”, essa dor se intensifica nos dias atuais em que muitos crentes abandonam a fá, desprezando tudo o que Ele passou naquela cruz. Muitos crentes só buscam a Cristo no momento de suas aflições e se esquecem Dele quando seus problemas se resolvem.
- “protegendo e abençoando”, Ele é o nosso advogado, Deus tem muitos motivos para derramar a Sua ira sobre a Terra imediatamente, mas não faz porque a Igreja de Seu Filho está aqui trabalhando. Seu embaixadores ainda estão nos países com os quais Deus fará guerra. Mas na hora certa Deus irá retirar a Sua embaixada e invadirá com força e violência, salvará Isreal e instituirá o Reinado do Senhor Jesus.

Boa aula!


Marcos André – professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.