INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

quinta-feira, 8 de maio de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 6 - Revista da CPAD


AULA EM 11 DE MAIO DE 2014 - LIÇÃO 6
(Revista: CPAD)

Tema: O Ministério de Apóstolo  

Texto Áureo: Efésios 4.11
  
INTRODUÇÃO
- Amado(a) professor(a), nesta lição recomendo que inicie com um resumo da lista dos nove dons espirituais e uma apresentação rápida desses cinco dons listados aqui. Se você achar que dá tempo pra isso.
- “objetivando desenvolver o caráter cristão”, esse é o grande objetivo dos dons ministeriais, desenvolver o caráter cristão, professor(a), dê uma ênfase nisso. Muitos crentes estão firmes, mas não tem esse caráter.
- “caráter cristão”, o caráter é a parte da personalidade que define a índole da pessoa e o que ela é por dentro. O caráter vai se transformando na pessoa de acordo com o ambiente e as convicções pessoais do indivíduo.
- “a vida da igreja local”, esses dons auxiliam a igreja como um todo, servem para a liderança local conduzir o povo de Deus, aconselhando, ensinando, exortando, etc. Ainda que essa liderança atue em algum irmão especificamente, essa atuação é para beneficiar toda a congregação.
__________________________________________
1. O COLÉGIO APOSTÓLICO

1. O termo "apóstolo".
- “oficialmente comissionado”, os discípulos receberam esse nome por terem sido enviados por Cristo para evangelizar, primeiro em Lucas 10.1, quando Jesus enviou os setenta, depois Cristo enviou os doze para evangelizarem todas as nações Marcos 16.15.
- “com autoridade”, esse dom manifesta no meio da liderança a autoridade da parte de Deus concedida à igreja.
- “poder”, esse dom demonstra o poder de Deus atuando na igreja através dos líderes que o exercem.
- Convém saber que o dom de apóstolo não é o mesmo que o cargo. Quer dizer que se alguém tem esse dom, não necessariamente será apóstolo. 

2. O colégio apostólico.
- “convidados por Ele a auxiliarem o seu ministério”, se refere aos doze da lista de Lucas 6.13-16 incluindo Judas Iscariotes que depois foi substituído por Matias, Atos 1.23.
- “base ministerial para o desenvolvimento”, aqueles doze foram responsáveis por estabelecerem a doutrina e formarem as primeiras comunidades de crentes.
- Depois de Matias Paulo afirmou e foi reconhecido pela Igreja como apóstolo dos gentios 1 Coríntios 1.1. Dá um total de 14 apóstolos levantados no período apostólico.

3.  A singularidade dos doze.
- “conotação bem singular”, quer dizer que é única, diferente dos outros.
- “convocados pessoalmente”, esse é o principal ponto de diferença entre eles, Jesus mesmo os convocou. Existem críticas às denominações que mantém o cargo de apóstolo, devido a esse detalhe, por muitos acreditarem que devido a Jesus só ter escolhido aqueles doze, então não deveria haver mais apóstolos hoje.
- “receberam de Jesus um mandato especial”, mas sabemos que esse mandato especial pode ser atribuído à todos os servos do Senhor em todas as épocas.
_____________________________________________
2. O APÓSTOLO PAULO

1. Saulo e sua conversão.
- “aos pés de Gamaliel”, era um costume da época se referir ao discípulo dessa forma para apresentar quem foi seu mestre. Esse tipo de expressão era devido ao fato de os discípulos ficarem assentados aos pés de seus mestres para receberem a instrução.
- “perseguidor dos cristãos”, as ações de Paulo como perseguidor foram pelo seu zelo da lei, ele achava que os crentes eram uma afronta contra o verdadeiro Deus.
- “uma experiência com o Cristo”, no encontro com Jesus o Senhor fez questão de esclarecer para Paulo que quando ele perseguia os cristãos, na verdade estava perseguindo a Ele.
2. Um homem preparado para servir.
- “grande tratado teológico”, a carta aos Romanos é considerada uma das mais belas obras já produzida acerca da teologia da graça e da justificação.
- “legado teológico”, legado é aquilo que é deixado para outras gerações, aqui se refere ao que Paulo deixou em matéria de ensino teológico.
- “vida de sofrimento por causa da pregação”, Paulo tinha condições de ser um fariseu de renome, mas preferiu deixar tudo e seguir uma religião nova que na época era odiada pelo mundo inteiro.

3. "O menor dos apóstolos".
- “não andou com Jesus”, essa era a maior crítica contra ele por parte de alguns dentro do cristianismo que se opunham a seu ministério.
- “considerava-se um "abortivo", Paulo faz aqui uma comparação a um feto que teve má formação, por isso nasceu fora de tempo e passou a não ser desejado por todos.
- “ensinou-lhe todas as coisas”, especula-se que uma das qualidades que o Senhor viu em Paulo, além de seu zelo pela Lei, foi a sua capacidade de entender e assimilar a doutrina. Paulo passou a ser aquele que melhor entendeu a doutrina da graça, da salvação, da justificação, do amor, do pecado e muitas outras.
- “selo do seu ministério apostólico”, como um rótulo que identifica o fabricante, ou o fornecedor. Dessa forma a simples existência daquelas igrejas, comprovavam a autoridade apostólica de Paulo.
_________________________________________
3. APOSTOLICIDADE ATUAL (Ef 4.11)

1. Ainda há apóstolos?
- “os doze se assentarão sobre tronos”, lembrando que no lugar de Judas estará Matias.
- “não havendo, portanto, uma sucessão apostólica”, aqui se refere ao cargo de Apóstolo para a Igreja. Se existe apóstolos hoje, eles se denominaram assim não foram ordenados por Cristo.

2. Apóstolos fora dos doze.
- “apresenta a vigência do dom ministerial”, apresenta a atuação desse dom na igreja. Além do texto Áureo dessa lição, temos em Efésios também esse verso:
“Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;” Efésios 2:20 Aqui está expressamente afirmando que os apóstolos davam o fundamento da doutrina cristã.
- “recebeu um significado mais amplo”, significa que ele deixou de se referir apenas a um cargo, mas agora serve para designar um dom ministerial.

3. O ministério apostólico atual.
- “formada pela igreja romana”, se refere à igreja Católica Apostólica Romana.
- “para justificar a existência do poder papal”, a igreja romana criou o papado para centralizar o controle do clero nas mãos do bispo de Roma. Afirmam que o primeiro bispo havia sido Pedro (que nunca fundou igreja em Roma) e que por isso o papa tem o cargo de apóstolo de Cristo.
- “ministério de caráter apostólico”, é o ministério que desenvolve a mesma obra que os apóstolos, ou seja, fundamenta as doutrinas, cria bases em Cristo. Para esses ministérios é preciso ter o dom ministerial de apóstolo.
- “missionários enviados”, a relação dos nomes que vem a seguir se refere aqueles que não só evangelizaram, mas que também levaram o evangelho a regiões onde nunca ouviram falar de Jesus, semelhante a obra que Paulo fazia.
- “John Wesley”, fundador da igreja Metodista Wesleyana.
- “William Carey”, evangelista inglês da igreja batista, evangelizou a Índia, onde traduziu a Bíblia para os idiomas da região.
- “Hudson Taylor”, missionário Inglês que evangelizou na China, fez uma grande obra missionária que resultou na conversão de 18.00 aproximadamente.
- “D. L. Moody”, grande evangelista americano, fundou a famosa escola dominical de Chicago com mais de 60 professores. A maior de sua época.
- “Gunnar Vingren, Daniel Berg”, missionário suecos que trouxeram o movimento pentecostal dos Estados Unidos e se fixaram no Brasil onde fundaram a igreja Assembleia de Deus.
- “irmão André”, seu nome é Andrew van der Bijl, missionário holandês, que fundou a Missão Portas Abertas e ficou conhecido como o "contrabandista de Deus” por ter contrabandeando Bíblias para países comunistas durante a Guerra Fria. Irmão André ainda é vivo e trabalha em sua organização para evangelização dos países fechados ao Evangelho.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “está em plena vigência”, pode estar em atuação nas obras missionárias pelo mundo afora ou em nosso país.
- O dom existe ainda hoje, mas aqui na lição está sendo associado ao ministério de missões, porém na Palavra sabemos que o apóstolo Tiago, irmão de Jesus, foi pastor de Jerusalém e não era envolvido com a obra missionária. Por isso cremos que não somente missionários, mas também alguns irmãos de ministérios locais podem perfeitamente desenvolver esse dom.
- Resumindo o dom de apóstolo seria o dom para “liderar igrejas, fundamentar a doutrina, levar o conhecimento de Cristo a quem nunca o conheceu, liderar outras lideranças.”
- Corrija o questionário, isso anima a maioria dos irmãos a estudarem a lição em casa.

Marcos André – Superintendente e professor


Boa Aula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.