INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

terça-feira, 23 de setembro de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 12 - Revista da Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2014 - LIÇÃO 12
(Revista: Central Gospel - nº 39)

Tema: ZACARIAS, UM APOCALIPSE NO ANTIGO TESTAMENTO
  
Texto Áureo: Zacarias 4.6
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição procure se acercar da doutrina dos últimos dias, da volta de Cristo e da Grande Tribulação, vai facilitar tua aula.
- “dois meses depois”, esse calculo é feito com base em datas dadas no próprio livro, como pode ser visto nas referências.
- “Grande Sinagoga”, sinagoga eram as escolas judaicas, onde se ensinava a Lei, foram criadas após o cativeiro e havia pelo menos uma em cada cidade.
_______________________________________________
1. DESTINATÁRIOS E PROPÓSITO
- “manutenção da Teocracia”, teocracia significa “governo de Deus”, assim como democracia significa “governo do povo”. Na democracia é escolhido um representante do povo para governar, já na teocracia é escolhido um representante de Deus.

1.1. O profeta do apocalipse
- “forte teor escatológico”, quando se pensa em escatologia os livros que vem a mente são Apocalipse, Daniel e Zacarias além de outras passagens.
- “início do Milênio”, esse será o reinado de Cristo em Jerusalém por mil anos.

1.2. Conteúdo
- “pecado das gerações passadas”, para que o povo se lembra-se do ocorrido, é relatado do fim que tiveram os antepassados do povo, para que agora o povo não viesse a errar como eles.
- “era messiânica”, período em que o Messias iniciaria seu ministério em diante, iniciando com a Sua vinda em carne.
_________________________________
2. AS VISÕES DE ZACARIAS
- “oito visões interligadas”, para um melhor entendimento essas visões devem ser analisadas juntamente, mas o leitor pode extrair mensagens de cada uma independente, desde que não fira o contexto geral do livro ou da Bíblia, ou seja, inventando novas doutrinas ou entrando em discordância com outras passagens.
- O quadro que está na revista é como um esboço das visões no livro

2.1. A primeira visão: os quatro cavalos
- “entre as murtas”, murtas são plantas rasteiras que nascem no deserto.

2.2. A segunda visão: os quatro chifres
- “poderes estrangeiros”, seriam os reinos da Assíria que destruiu o Reino do Norte e Babilônia que destruiu o Reino do Sul.
- “instrumentos de Deus”, o principal foi Ciro o Grande, imperador dos medos e persas que tomou Babilônia e autorizou a saída do povo de Deus para sua terra. Deus chega a chamar a Ciro de servo e de pastor. Isaias 44.28

2.3. A terceira visão: o homem com um cordel de medir
- “aferir as medidas”, aferir significa conferir as medidas a partir de um padrão que se chama gabarito.
- “verificar as dimensões”, quando se fala em medir, tem-se a ideia de juízo, mas aqui é uma palavra de ânimo, pois trás a promessa da reedificação e da futura Jerusalém.

2.4. A quarta visão: o sacerdote de vestes sujas
- “fazendo oposição”, o inimigo tinha acusações contra o sumo sacerdote Josué. Ele havia cometido erros que na visão é representado pelas vestes sujas. Devido as vestes sujas, muitas pessoas tem enfrentado a oposição de Satanás.
- “Josué foi purificado”, note que não há ação do sumo sacerdote, mas a ação de purificar e de afastar Satanás é de Deus. Essa é a proposta da graça, onde a ação do homem é receber a Cristo o autor da Graça, então o Senhor purificará as vestes e afastará o inimigo.

2.5. A quinta visão: um castiçal com sete lâmpadas e duas oliveiras
- “na pessoa de Zorobabel”, Zorobabel era o governador autorizado por Ciro, ele seria rei se a Pérsia permitisse haver rei nas províncias, pois Zorobabel era da descendência de Davi.
- “sete lâmpadas, alimentando com azeite”, essas lâmpadas produziam luz a partir da combustão do azeite.

2.6. A sexta visão: um rolo voante
-...

2.7. A sétima visão: uma mulher e um efa de cereais
- “NTLH”, Nova Tradução na Linguagem de Hoje, é uma tradução que usa a linguagem dos dias atuais, é criticada por estabelecer interpretações sobre textos que requerem uma profunda análise.
- “terra de Sinar”, antigo nome da região onde estava localizada Babilônia, mencionada no Gênesis 10.10.  
- A visão passa a mensagem do cativeiro, onde o cereal representa o povo de Deus que será conduzido ao cativeiro em Babilônia. 

2.8. A oitava visão: os quatro carros puxados por cavalos
- “manter a vigilância”, essa vigilância é para nada acontecer com os elementos da terra até o tempo do juízo de Deus.
________________________________________
3. A VISÃO ESCATOLÓGICA
- “mais ricas profecias”, devido aos detalhes, principalmente da segunda vinda de Cristo. Nesse livro relata a entrada de Jesus em Jerusalém assentado sobre um jumento. Zacarias 9.9

3.1. Os oráculos

3.1.1. O Renovo
- ...

3.1.2. O jejum
- “prosperavam financeiramente”, hoje em dia o convite das novas teologias é que os que praticam a justiça, busquem a prosperidade financeira.

3.1.3. O zelo pelo Seu povo
- “zela por Jerusalém”, o zelo significa ciúme. O Senhor é ciumento com Seu povo. Porém é um ciúme de cuidado e não o ciúme orgulhoso que monopoliza a pessoa como é de alguns.

3.1.4. Outros oráculos
- “chamados de pastores”, na Bíblia os líderes que cumprem os propósitos de Deus são às vezes chamados de pastores.
- “Fenícia”, região ao norte de Israel onde habitava o povo fenício. A região foi conquistada por Ciro e depois por Alexandre da Macedônia.   

3.2. Um belo quadro escatológico
- “cercada por exércitos inimigos”, descreve o evento em que o Senhor Jesus libertará Israel do cerco do Antecristo.
- “virão a Jerusalém”, no período do milênio haverá outras nações na Terra, mas todas estarão sujeitas à Israel, devendo prestar contas de suas ações políticas.
- “Festa das Cabanas”, também conhecida como Festa dos Tabernáculos.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “mensagem para um tempo muito distante”, por isso esse livro é tão atual, pois fala de algo para dias futuros. A dificuldade de interpretação está no fato de o profeta narrar com suas palavras, de acordo com o que ele conhecia na época.
- Professor(a), faça o seu resumo e repasse os principais pontos para a classe.

Boa aula!


Marcos André – professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.