INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 7 Revista da CPAD


AULA EM 15 DE FEVEREIRO DE 2015 – LIÇÃO 7
(Revista: EDITORA BETEL)

A Fidelidade Entre Pais e Filhos
Texto Áureo: Efésios 5.33
 _________________________________________
 INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição você poderá passar lições práticas sobre família procure ressaltar a importância da família estar sempre unida e como os pais podem trabalhar nesse sentido.
- "ônus da paternidade responsável", ônus é tudo aquilo que representa o custo, esse onus então é o custo da paternidade responsável. Aí na lição tem alguns desses ônus: "amor, carinho, proteção, etc" para que a paternidade seja responsável é necessário os pais terem a consciência.
- "respeito e honra por parte dos filhos", está sendo afirmado que a fidelidade resulta em respeito e honra por parte dos filhos, com certeza, esse respeito e honra não se impõe e nem acontece ao acaso, ele surge enquanto os filhos vão percebendo a fidelidade em amor de seus pais.
- "a realidade atual apresente mudanças", se refere à forma de tratamento entre pais e filhos, atualmente notamos filhos tratando os pais no mesmo nível de colegas de escola e os pais aceitam como algo normal, a trinta anos atrás em todas as casas a forma de tratamento dos filhos para com os pais era com sinais de respeito bem definidos e os pais exigiam as formas de tratamento adequadas.
- "princípios imutáveis", são princípios contidos na natureza humana como a obediência por exemplo, um filho no período da infância.
_______________________________________________
1. O desafio da fidelidade entre pais e filhos.

1.1. O papel dos pais
verdadeiro manancial de conselhos paternos", Provérbios ´um livro com ensinos coletados do dia a dia das pessoas e nos ajuda em todas as áreas de nossas vidas.
"legitimar", tornar legítimo aquilo que o filho aprende de bom, reconhecendo e mostrando para o filho que tal conhecimento é útil para a vida. Se os pais ficarem indiferentes, os filhos poderão assimilar conhecimento maligno e outras coisas inúteis.
"mediação entre os filhos e o mundo", os filhos não estão preparados para a vida social no mundo e os pais devem fazer essa intermediação direcionando os filhos e mostrando o que é bom e o que é prejudicial.
"precisa ser sacerdote", o sacerdote é o líder espiritual que ensina o povo a servir e adorar a Deus, assim deve ser o pai dentro da família.
"moralidade com base nas Escrituras", o padrão de moralidade da Bíblia não muda e serve para todas as épocas, porém o do mundo está em constante mudança.
"devem impor limites de maneira sensata", a imposição de limites no início será vista com insatisfação pelos filhos, mas se os pais forem sensatos, mais cedo ou mais tarde os filhos perceberão que os pais estão corretos e eles devem respeitar esses limites.

1.2 O papel dos filhos
- "responsáveis pela coroação da família", uma família é reconhecida pelo porte dos filhos, se os filhos são baderneiros, delinquentes, maus, etc, as pessoas entendem logo que o jovem é de boa família.
- "os filhos são herança do Senhor", o texto é bem claro, os filhos estão conosco como empréstimo, eles são do Senhor, foi Deus quem nos deu e não devemos te-los como se fossem exclusivos pois um dia eles viverão suas próprias vidas.
- "depois de constituírem suas próprias famílias", os filhos casados devem ter a consciência de seu compromissos familiares, mas precisam honrar seus pais, respeitando-os e não abandonando-os.   

1.3 Amizade e companheirismo
- "ser seus melhores amigos", atualmente tem sido muito difícil o relacionamento de amizade entre pais e filhos, o mundo está muito corrido e os pais geralmente não conseguem separar tempo para seus filhos.
- "atividades conjuntas", existem muitas atividades que os pais podem fazer junto com seus filhos, como cinema, um almoço ou uma saída para um shopping.
- "tempo com qualidades", se refere a tempo utilizado com acréscimo de atividades como uma ida ao parque, onde os filhos irão fazer algo que ficará marcado. Conforme os filhos vão crescendo essa necessidade vai se tornando mais forte e se os pais não ocuparem esse lugar de amigos, outros o ocuparão.
__________________________________________
2. O desafio de disciplinar com amor
- "era má continuamente", dá a ideia de insaciedade, devido ao pecado o ser humano se tornou um ser incapaz de administrar seus desejos.
- "um caráter a toda prova", um caráter que pode ser provado de todas as formas.

2.1 Pelos princípios da Palavra de Deus
- "nos exorta a instruir os filhos", de acordo com a Palavra de Deus, os pais são ensinadores dos filhos, devem se preocupar em passar algo para eles.
- "nessa fase a assimilação é mais fácil.", na infância a criança ainda confia nos pais por instinto e não por convicção, elas assimilam o que os pais falam simplesmente porque eles falaram e nada mais.
- "como referenciais para a Igreja e para a sociedade", muitos escândalos tem surgido no meio cristão por falta de referenciais, muitos filhos não encontram referenciais na igreja ou na família. É difícil produzir novos referenciais se não tivermos os velhos. Por outro lado se tivermos um referenciais nas igrejas, eles serão pregações sem palavras.
- "corpo saudável, Igreja forte", note que uma igreja forte é um processo que começa dentro dos lares. Por isso os ministérios devem investir em instrução para as famílias.
- "está no viver a Palavra de Deus, aplicando os ensinamentos", esse "viver" e "aplicando" dão o sentido de prática dos ensino. Não há sentido em aprender se não colocar em prática o que se aprendeu.

2.2 Pela coerência na disciplina
- "Ser excessivamente rigoroso com um", o filho que se sente injustiçado dentro de casa, vai guardando no coração tudo que passa, pois ele tem poucas ferramentas para se defender, mas ao atingir a fase da mocidade, começa a traçar ideais de liberdade, por isso há muitos filhos de crentes que não são da igreja.
- "outro desfaz, ensinando de maneira diferente", nesse caso deve have acordo entre os pais. Quando houver divergência de ideias os dois devem se reunir longe da presença dos filhos e se acertar para que não haja confusão dentro da casa.
- "é preciso respeitar os limites dos filhos", muitos pais cristãos erram em exigir espiritualidade dos filhos, e fazem com que a santidade seja algo forçado e punitivo, quando ela deve ser buscado com o coração e não pela força.

2.3 Pelo exemplo
- "principalmente por nossos filhos", existem convicções que devemos abandonar para não escandalizar nossos filhos, existem situações que precisamos vigiar, um filho observa se o pai avança o sinal ou se a mãe dá calote nos vendedores.
- "principalmente pelo exemplo", na didática do ensino, o exemplo é irresistível para conduzir o aluno ao conhecimento e no cotidiano tem o mesmo efeito. Os pais insistem para os filhos lerem a Bíblia, mas se eles não virem seus pais lendo jamais aceitarão que a ordem deva ser obedecida na íntegra.
- "lapidação do caráter dos filhos", a lapidação é o processo de embelezamento da jóia onde ela adquire forma, brilho e valor. O caráter dos filhos também precisam ser lapidados para embelezamento e adquirirem a forma, brilho e aumentarem em valor.

3 Resultados da fidelidade entre pais e filhos
- "comunicação eficaz", se refere à comunicação onde os interlocutores se entendam, onde a mensagem é passada e também onde as pessoas interajam, não escondendo coisas importantes. Ocorrem situações em que a pessoa fala mas o outro entende errado ou entende apenas parte do que é dito.
- "compartilha, em família, o que ocorre com ela", quando esse tipo de comunicação acontece dentro da família, se evita muitos problemas de ordem psicológica e outros mais.

3.1 Harmonia e estabilidade familiar
- "Pais omissos", são os que se omitem, que não se apresentam para resolver os problemas de seus filhos.
- "para conhecer o caráter, personalidade e temperamento", os pais sabem quando o filho apresenta falhas de caráter ou quando ele é temperamental, os pais são os primeiros a terem oportunidade de agir para não entregar a sociedade um jovem que terá problemas sociais.

3.2 Posse de sublimes promessas
- "Deus é engrandecido pela observância da Sua Palavra", uma família cristã bem estruturada é exemplo de cristianismo para a sociedade, quando as pessoas veem filhos de crentes dando bom exemplo no trabalho ou na escola, então eles admiram a nossa fé e respeitam o nosso Deus.

3.3 Debaixo da bênção de Deus
- "flechas na mão do valente", interessante metáfora do Salmo, a flecha alcança objetivos que o valente não pode alcançar. Assim são os filhos de uma família bem estruturada, eles chegarão onde os pais não foram e levarão o nome da família e do Deus da família.
- "longevidade", é uma palavra oriunda de dois termos"longa" e "vida", significa ter vida longa.

CONCLUSÃO
- "alicerça sua casa na rocha", Professor(a), leia o texto da referência para expplicar aos alunos o que fazer para alicerçar a casa na rocha.
- "mesmo não sendo aparente", o alicerce geralmente fica oculto nas construções, é a base da casa. Ainda que não fique amostra para todos o quanto a família é estruturada na Palavra, essa diferença vai ser notada para os mais próximos assim como só sabe da presença do alicerce aqueles entram na construção. Haverão julgamentos injustos contra nossos filhos, mas não devemos nos importar com eles, importa é termos nossa casa na presença de Deus.
- Se por acaso os filhos não quiserem seguir os caminhos retos de seus pais, que cada pai e mãe faça a sua parte para ter a consciência livre de culpa.  

Boa aula!

Marcos André – editor
José Evaldo Barbosa - Colaborador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.