INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 17 de abril de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 3 - Revista da CPAD



AULA EM 19 DE ABRIL DE 2015 – LIÇÃO 3
(Revista: CPAD)

Tema: A infância de Jesus

Texto Áureo: Lucas 2.52
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição apresente a vida de Jesus como um exemplo máximo para a nossa vida.
- “plenamente Deus e plenamente homem”, as duas naturezas em Jesus não se conflitavam, como acontece no homem natural devido à herança de Adão, Ele reunia as duas naturezas em si mesmo.
- “o grande mistério da encarnação”, a questão é como Deus sendo onipresente se reduz a figura de um homem que ocupa um único lugar no espaço? A mesma questão se faz quanto aos outros atributos.
- “conhecer o Jesus humano o é da mesma forma”, com isso aprendemos que é possível um homem natural vencer o pecado. Observar a vida de Jesus como homem nos dá força para lutar.
__________________________________________
1. JESUS CRESCEU FISICAMENTE

1. A dimensão corpórea de Jesus.
- “que Jesus nasceu e cresceu como qualquer ser humano”, em nenhum momento na Bíblia Jesus se destaca pela aparência ou estatura, Ele não era mais alto ou mais belo do que qualquer um de sua época.
- “limitado pelo tempo e pelo espaço”, quer dizer que ele só poderia existir um momento no tempo e ocupar um lugar no espaço, assim como nós.
- “traduzida em português como estatura, no versículo 52”, quer dizer que Lucas usou uma palavra para descrever a estatura de Jesus que é usada para se referir a estatura física.

2. O cuidado com o corpo.
- “não deveríamos nós fazer o mesmo?”, há uma grande quantidade de crentes que não respeitam essa questão, existem pastores que sofrem de estresse devido ao cansaço físico e obreiros que não procuram nunca o médico para exames. A qualquer momento o corpo pode dar um sinal de que é hora de dar mais atenção a sua saúde. Houve um tempo em que os crentes achavam um absurdo um servo de Cristo precisar ir ao médico.
__________________________________________
2. JESUS CRESCEU SOCIALMENTE

1. Jesus e a família.
- “casam-se com parentes”, parecia ser uma preferência para manter a cultura e a memória da família.
- “poder do pai”, o pai tinha a autoridade de líder da família.
- “patriolocal — a mulher vai para a casa do marido”, essa casa geralmente era a casa dos pais do noivo, ele continuava morando com os pais. Na cultura ocidental os recém-casados geralmente preferem ter sua própria casa.
- “os papeis sociais dentro da família precisam ser respeitados”, quer dizer que os pais devem ser respeitados como pais, assim como Jesus respeitou seus pais.

2. Jesus e a cultura local.
- “Deus se humanizou e fez a sua tenda ou morada entre nós”, por isso o nome de Jesus na promessa messiânica é “Emanuel”, que significa “Deus conosco”. Mt 1.23
- “aprendeu uma profissão (Mc 6.3)”, a referência mostra os homens chamando ele de carpinteiro, a mesma profissão de seu pai. Mt 13.55.
- “Jesus estava pronto a confrontar a cultura”, Jesus é o exemplo de que devemos respeitar as autoridades e as culturas. Mas quando essa cultura saía da visão bíblica então Jesus se tornava o exemplo de verdadeiro Deus.
__________________________________
3. JESUS CRESCEU PSICOLOGICAMENTE

1. A dimensão psicológica de Jesus.
- “crescia em “sabedoria””, com certeza esse processo foi tão natural quanto os outros, Jesus provavelmente frequentou a sinagoga, onde foi instruído nas letras.
- “angustiou-se em sua alma”, Jesus passava por momentos como esse e isso não diminui a sua divindade.
- “intelecto treinado pelo estudo das Sagradas Letras”, os pais crentes devem buscar o ensino da Bíblia em seus filhos. Muitos pais relaxam nessa área e os filhos crescem sem conhecerem as histórias mais básicas da Palavra de Deus.

2. Jesus e as emoções.
- “possuía domínio completo sobre suas emoções”, essa é uma característica de quem tem o Espírito Santo Gl 5.22 e no caso de Jesus sabemos que ele era cheio do Espírito.
- “não sofria de nenhum distúrbio mental”, Jesus seria crucificado em lugar da humanidade, como sacrifício pelo pecado do ser humano. Dessa forma ele deveria seguir o protocolo do cordeiro para o sacrifício da expiação. Não poderia ter defeito físico e nem doença. Ex 12.5
- “comunhão com Deus que Ele cultivava”, Jesus mantinha Sua vida espiritual, dando um ótimo exemplo para todos nós, precisamos seguir seu lindo exemplo e viver uma vida de oração.
____________________________________
4. JESUS CRESCEU ESPIRITUALMENTE
1. Crescendo na graça e fortalecendo o espírito.
- “Graça é um favor de Deus”, o favor de Deus estava com Jesus, ele cresceu debaixo desse favor.
- “quando vivemos a vida, mesmo quando ela se mostra dura em sua rotina”, atualmente muitas pessoas desistem de viver suas vidas devido as lutas que sofrem, essas pessoas se suicidam por perderem a esperança, mas tendo Deus em sua vida a pessoa nunca perde a esperança o Senhor nos mantém firmes pelas suas promessas. A graça de Deus nos dá certeza do cumprimento de suas promessas.

2. Jesus e sua maioridade.
- “alguém que já tem consciência da sua missão”, infelizmente alguns teólogos afirmam que Jesus se tornou o filho de Deus no batismo nas águas e que ali Ele teria tomado o conhecimento de Sua missão, mas a Bíblia mostra que Jesus já tinha esse pleno entendimento desde criança.
- “recebe a capacitação divina para o exercício do seu ministério”, é a ocasião em que aparece o Espírito Santo em forma de pomba. Logo em seguida afirma que Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto para ser tentado Lc 4.1, demonstrando que agora o Espírito Santo o conduzia.
- “as pessoas não querem esperar o tempo de Deus”, alguns dos nossos pregadores atuais correm na frente de Deus, buscando honra e riqueza e muitos conseguem e ficam enganando as pessoas e se enganando, enquanto outros se frustram na caminhada. Todos os ministros devem esperar o tempo do preparo de Deus para que possam ser enviados.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “o conhecimento intelectual, sem a adição da graça”, alguns buscam conhecer a Deus somente nos livros de Teologia, se enchem de conhecimento, mas não se enchem do Espírito Santo. Se tornam formalistas, frios e sistemáticos.
- “e menospreza a razão, o conduzirá ao fanatismo”, daí surge também o extremismo. Muitos crentes cometem verdadeiras aberrações devido a esse tipo de comportamento.
- Elabore o resumo e apresente.

Marcos André – professor

Boa Aula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.