INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 3


AULA EM 15 DE JANEIRO DE 2017 – LIÇÃO 3
(Revista: Editora Betel)

Tema: A geração que duvidou da promessa de Deus e temeu seguir adiante


Texto Áureo: Jr 12.5
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição explique o significado do texto áureo pra começar e ensine como cada um deve ver as adversidades que surgem na caminhada.
- O texto áureo significa que se uma pessoa só vive na tranquilidade, então não terá condições de enfrentar as adversidades.
- “tendência de recuar porque o novo sempre nos amedronta”, qualquer mudança em nossa vida é trabalhos e envolve a possibilidade de fracasso, por isso deixamos o medo aparecer e alguns irmãos são vencidos pelo medo.
- “adiamos para “amanhã” as oportunidades”, ou seja, tentamos fugir da luta, por medo do fracasso, mas o Senhor se empenha em nos fazer guerreiros.
__________________________________________
1. A procrastinação de Israel
- “Procrastinar é prorrogar para amanhã”, uma clara alusão ao adiamento da conquista da terra prometida pelos filhos de Israel, pois adiaram para quarenta anos depois.

1.1. Procrastinar é ignorar o poder de uma promessa.
- “observar a terra, fazer um relato do que nela havia”, a observação da terra faria com que o ânimo do povo aumentasse diante da confirmação da promessa que estava bem diante deles, porém dez espias relataram com ênfase nas dificuldades.
- “exposição da maioria temerosa atraiu a atenção”, quer dizer que dez fizeram a exposição dos perigos e somente dois expuseram a confiança na promessa.
- “eles adiaram a aceitação da promessa de Deus”, quem aceitou foi a outra geração depois deles e quem adiou a conquista na verdade foi Deus, porque se dependesse deles teriam voltado para o Egito.

1.2. Procrastinar é deturpar uma realidade presente.
- “usaram da imaginação para formar um quadro do pior”, o que anda pela nossa cabeça tem o poder de nos animar ou nos amedrontar, veja:
“Não temas o pavor repentino, nem a investida dos perversos quando vier.” Pv 3.25 é um conselho, pois o pavor é algo que pode ser controlado pela pessoa.
- “O Epitáfio da morte da coragem”, epitáfio é a inscrição que vai nas lápides dos túmulos, geralmente uma frase de efeito, aqui está colocado como uma metáfora para mostrar o motivo da marte da coragem.
- “expresso nas palavras da maioria”, quem falou isso foram os dez espias, o povo acatou as palavras dos espias:
“e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos.” Nm 13.33b Essa seria a frase perfeita para o epitáfio do túmulo da coragem deles.
- “Foi desse modo que agiram e reagiram”, quer dizer que a imagem que cada um faz de si mesmo é o que determinará as suas ações.

1.3. A procrastinação pode se tornar uma infecção contagiosa.
- “se espalhou e infectou toda a nação”, numa congregação o mesmo pode ocorrer, esse problema deve ser corrigido, não expulsando a pessoa, mas não se pode deixar que alguém com visão tão negativa de si mesmo se envolva em trabalhos e tarefas complexas. É necessário passar por treinamento e discipulado primeiro.
- “atrasar uma decisão quanto não decidir”, no meio secular existe a seguinte máxima: mais vale uma decisão falha tomada em tempo do que uma excelente decisão tomada fora de tempo. Para aqueles que decidem errado fica a experiência da má decisão, porém para aqueles que nada decidem nem isso fica.
- “há tempos de espera quando ficamos atentos às ordens”, o tempo de esperar é tão importante quanto o de agir, numa batalha isso é tão importante que pode definir a vitória.
- “Essa é uma época criativa e necessária”, criativa porque enquanto se aguarda é o momento de se elaborar as estratégias.
_____________________________________________
2. Vencendo os temores

2.1. O medo nos torna impotentes e improdutivos.
- “são oportunidades para observar a intervenção de Deus”, Deus permite algumas dificuldades para que possamos ter oportunidades de aprender, de fazer história ou de construir algo o futuro.
- “era que os israelitas chegassem à Terra Prometida”, na conquista da terra prometida haveria muita luta e Deus não poderia aquele bando de covardes e descrentes lutarem aquela guerra, era necessário ter um processo.
- “a mentalidade determina grande parte nos resultados”, o pensamento que temos de nós e das promessas de Deus vai contribuir para a vitória ou derrota.
- “declarar ser incompetente antes de haver tentado”, alguns irmãos quando são pegos de surpresa para ministrarem a Palavra de Deus assim que abrem a boca falam logo: “eu não tenho nada para passar”, ou “eu não preparei nada.” Jamais deveriam falar isso.


2.2. Outro espírito, outra maneira de ver.
- “relatório dado por Calebe e Josué era corajoso e ousado”, era por isso um relatório encorajador, é muito bom estar perto de pessoas que nos encoraja a lutar, nos anima, Deus se agrada que seus filhos sejam assim como Josué e Calebe.
- “certamente prevaleceremos contra ela”, isso expõe a herança de Abraão na vida de Calebe, a fé que conseguia ver a vitória antes dela acontecer.
- “renderam-lhe a promessa do Senhor”, havia uma promessa para todo o povo, mas Calebe recebeu uma promessa especial, a luta não diminuiu, mas a promessa se tornou exclusiva. Muitos que não acreditam nas coisas de Deus não entrarão no céu.

2.3. O medo nos faz esquecer o que devemos sempre lembrar.
- “viram como o Senhor abriu o Mar Vermelho...”, foram vários prodígios que o Senhor operou no meio do povo, mas sabemos que sinais só servem para confirmar a Palavra, não geram fé.
- “já conheciam a grandeza do Senhor”, na verdade eles viram a grandeza, mas só conhece a grandeza de Deus que tem relacionamento com Ele e aquele povo demonstrava que ainda não tinha um relacionamento com Deus.
- “são importantíssimas para enfrentarmos o futuro”, porém como a lição está tratando, o medo nos faz esquecer tudo o que Deus já operou em nós.
________________________________________
3. As lições de uma porta fechada

3.1. Nossas palavras ditam a nossa sentença.
- “quanto à relação que existe entre palavras e coração”, é uma imprudência falar sem filtrar o que está falando, a pessoa falar sem pensar, veja o que Jesus disse:
“Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” Mt 12.34
- “Desde o início o povo murmurava”, Deus estava contando as vezes que eles murmuraram e aquela seria a décima vez, Deus esperou dar a quantidade de pragas que Ele lançou sobre o Egito, veja:
“E que todos os homens que viram a minha glória e os meus sinais, que fiz no Egito e no deserto, e me tentaram estas dez vezes, e não obedeceram à minha voz,”, Nm 14.22

3.2. Dizer o mesmo que Deus disse.
- “Deus propõe, apresenta, revela”, ainda hoje Deus faz dessa forma, Ele fala por meio dos seus profetas, nos louvores, nas pregação e principalmente através de Sua Palavra.
- “homologeo”, do qual vem o termo no português “homologar”, que significa “confirmar”.
- “de acordo com aquilo que saiu da boca de Deus”, para isso precisamos considerar como Deus e isso significa ter um coração segundo o coração de Deus. As palavras que saiam da boca de Davi eram semelhantes as de Deus, pois era segundo o coração do Pai.

3.3. Oportunidades podem ser ímpares na vida.
- “é algo que possivelmente não voltará a acontecer”, a vida é curta e nada acontece da mesma forma duas vezes, por isso cada minuto de nossa vida deve ser aproveitado.
- “entender o tempo que o Senhor Deus está nos indicando”, entender que é o tempo Dele, pois para nós não parecerá bom, mas no tempo de Deus será a melhor oportunidade.
- “envolvidos com coisas que podem nos embaraçar”, o século XXI tem sido o tempo dos entretenimentos, o mundo vive produzindo coisas para se distrair e assim o tempo passa e as pessoas nem percebem.

CONCLUSÃO
- “permitir que os gigantes nos impeçam de conquistar”, o maior gigante que eles enfrentaram era o medo, esse mora dentro de muitos crentes ainda hoje.
- Faça o resumo para a revisão e corrija o questionário.

QUESTIONÁRIO

1. O que significa procrastinar?
R: Prorrogar para amanhã o que o Senhor deseja realizar agora (Nm 13.31).

2. Qual foi a simples ordem dada aos espias?
R: Observar a terra, fazer um relato do que nela havia e depois conquistá-la (Nm 13.2).

3. Qual a imagem que os dez espias tinham de si mesmos?
R: Depreciativa (Tg 1.6).

4. O que o Senhor viu em Calebe?
R: “Outro espírito” (Nm 14.24).

5. O que uma atitude impensada pode causar as nossas vidas?
R: Danos muito sérios (Mt 12.37).

Marcos André – professor

Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.