INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 8


AULA EM___DE______DE 2017 – LIÇÃO 8
(Revista: Central Gospel - nº 49)

Tema: QUALIDADES DE QUEM SERVE A DEUS

Texto Áureo: Mt 21.22
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição conduza os alunos a se animarem a seguir o mesmo caminho do profeta Daniel, honrando a Deus e contagiando as pessoas em redor.
- “pela sábia maneira de se portar”, a sabedoria nas coisas espirituais é uma característica marcante do profeta Daniel. Ele foi o homem mais sábio espiritualmente. Se Salomão tinha uma sabedoria terrena Daniel tinha uma espiritual.
- “a amizade de um rei dos mais poderosos”, se refere à amizade de Daniel com Dario o rei que assumiu a província da Babilônia após a queda de Belsazar.
- “suscitava a inveja de muitos”, se refere aos fatos narrados no capítulo seis de Daniel onde armaram uma armadilha para o lançarem na cova dos leões.  
_______________________________________________
1. A NECESSIDADE DE TER AMIGOS

1.1. O homem é um ser social
- “não foi feito para viver isoladamente”, existem pessoas que conseguem por um certo período de tempo, mas são poucos os casos.
- “eremita”, é aquele que vive solitário em lugar deserto, também chamado de ermitão.
- “de dois em dois”, esse se tronou um padrão mínimo para se fazer a obra de Deus, Jesus disse:
“Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mt 18.20
E a Eclesiastes afirma:
“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.” Ec 4.9

1.2. Relacionamento com Deus
- “se relaciona com Deus produz bons frutos”, pela intimidade com Deus, a pessoa vai tendo seu caráter moldado ao do Senhor. Quem anda com bandido acaba se inclinando para o crime e quem anda com Deus se inclina para o céu.
- “por meio da oração”, veja essa referência:
“Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer.” Dn 6.10
Daniel não fazia orações rápidas, pois pode ser notado por seus inimigos e nem tão pouco mudou seu procedimento diante da nova lei.

1.3. Relacionamento social
- “o cristão deve ser cordato”, quer dizer, que não diverge, sensato, prudente, que não é do contra. Dessa forma manterá e conseguirá amizades.
- “relacionava-se com publicanos”, o nosso relacionamento com os ímpios deve ser tranquilo, sem exageros e sem contendas.
- “comunhão e intimidade são outra”, o ideal da amizade do cristão deve ser com outros crentes, pois se seu amigo íntimo for um ímpio ou alguém de outra religião poderá chegar o momento em que a fé determinará uma divergência entre os dois e um afastamento.

1.3.1. A escolhas dos amigos
- “participavam das mesmas dificuldades”, os amigos de verdades também estão conosco nas nossas lutas, e eles tinham uma coisa em comum, a fé no mesmo Deus.
- “eram de confiança”, talvez essa seja a característica mais marcante de um amigo verdadeiro, a confiança. No mundo de hoje está cada vez mais difícil confiar nas pessoas, até mesmo em alguns crentes.
- “alimentavam propósitos comuns”, o ideal de uma amizade salutar, é ter propósitos em comum, por isso os cristãos devem cultivar suas amizades principalmente com os servos de Deus verdadeiros.
__________________________________________
2. O SIGNIFICADO DE UMA FÉ CONTAGIANTE
- “uma fé contagiante”, que contagia outros, quando nossa fé é real, as pessoas a nossa volta se sentem estimulados a buscarem a mesma fé, isso pode promover conversões ao Senhor.
- “que Deus estava no controle”, estando ele no cativeiro podia tranquilizar os outros.
- “que Deus revela aquilo que ninguém sabe”, ele dava a honra a Deus afirmando que só Ele é quem revela a interpretação dos sonhos e visões.

2.1. Contagiado pela fé do profeta
- “deu testemunho do poder de Deus”, Deus foi honrado diante dos ímpios pela fé de um servo fiel.
- “Será que os cristãos da atualidade”, pergunte aos alunos se eles estão tomando as mesmas atitudes hoje. Se através da fé deles, os ímpios estão respeitando Deus. Quando uma não crente respeita nossa posição de servo do Altíssimo, não nos convidando para o pecado e tendo o cuidado com o linguajar perto de nós, então é Deus quem está sendo honrado.
______________________________________
3. A QUESTÃO DA INTEGRIDADE
- “não entra em negócios ilícitos”, as pessoas no mundo inteiro tem um pouco de corrupção dentro de si, alguns deixam isso aflorar diante de oportunidades de roubar, e o povo de Deus deve combater esse lado corrupto da natureza adâmica se enchendo do Espírito de Deus.

3.1. Em que consiste o preparo
- “procuravam algo para acusa-lo”, assim como muitos invejosos fazem contra os servos de Deus em seus locais de trabalho, escolas, etc.
- “situação de destaque”, é o ego das pessoas mundanas falando mais alto, o problema é que muitos crentes são seduzidos por essas situações de destaques e acabam assumindo atitudes semelhantes às daqueles invejosos.

3.1.1. Cumprir a Palavra
- “ser cumpridor da Palavra”, a Bíblia é o farol de servo de Deus, alguns fazem o que observam outros fazerem, mas o Senhor nos orientou a seguirmos as Suas Palavras, assim teremos nossa casa edificada sobre a rocha.
- “acima de qualquer coisa”, até mesmo acima das leis humanas, quando essas estiverem em contradição com as leis de Deus. Imagine se alguma lei da sociedade atual obrigasse os pastores a realizarem casamentos entre homossexuais, será que nossos ministros seguiriam as leis de Deus ou dos homens?

3.1.2. Viver em constante oração
- “constância na oração”, quer dizer que ele não orava somente quando precisava de algo, ele estava sempre orando, note também que o texto de Dn 6.10 fala de uma oração de agradecimento que ele constantemente fazia, isso é fé e gratidão.
- “ele não deixou de orar”, tem sido muito fácil para alguns crentes deixarem de orar, basta uma distração qualquer e sessa a oração do crente inconstante.

3.1.3. Aprender a dar graças
- “demonstrar com atitudes práticas”, por isso a Bíblia usa a expressão “ações de graças” Ef 5.4, Cl 4.2 é executar ações que demonstrem gratidão.
______________________________________
4. RESULTADOS POSITIVOS NA VIDA DE DANIEL
- “não deixou se influenciar pelos costumes locais”, a intimidade de Daniel com Deus era tão grande que ele não foi influenciado pelo meio em que vivia, os jovens devem se espelhar nisso, pois são mais influenciáveis pelo grupo onde estão inseridos.

4.1. Deus deu capacitação especial a Daniel
...

4.2. Deus concedeu livramento a Daniel
- “para ser devorado por aqueles animais”, era uma forma de punição para os criminosos, os leões eram deixados sem comer por um período e assim não poupavam quem ali entrasse.
- “todos os seus súditos”, os medos e os persas dominaram o reino de Babilônia e formaram um império até a época de Alexandre o Grande, por isso decreto de Dario tinha uma abrangência muito grande.

4.3. Deus respondeu às orações de Daniel
- “de acordo com as pesquisas feitas”, era também um estudioso das Palavra de Deus.
- “relacionados ao término do cativeiro”, muitos do povo já estavam fixados no reino babilônico e não pretendiam voltar, porém havia uma grande massa que sonhava em retornar para Jerusalém e as cidades, já se haviam passados 70 anos.
- “pois o tinha como mui amado”, esse é o resultado da atitude de se guardar das tentações e idolatria da terra estrangeira, para todos os que se guardam do sistema mundano o Senhor tem como servos mui amados.

4.4. Deus concedeu revelações especiais a Daniel
- “que Daniel perdeu as forças”, Daniel agora era um senhor de idade com mais de 85 anos de idade.
- “haveria de acontecer nos últimos dias”, o livro do profeta Daniel é usado no estudo de escatologia por conter uma riqueza de detalhes da profecia dos últimos dias.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “ser fiel aos Deus de seus pais”, já na adolescência ele começou a experimentar a intimidade com o Senhor e nunca saiu de Sua presença.
- “fala mais alto que palavras”, Os pregadores às vezes fazem o apelo e almas se rendem nos cultos, porém muitos não sabem que só fazem a parte mais fácil, pois se as almas vão aos cultos foi pelo convite de alguém que sabe dar o exemplo de servo de Cristo, ou seja, o exemplo convence mais do as palavras ditas exaustivamente, por isso a nossa melhor pregação é com nosso vida de retidão e bom testemunho diante da sociedade do nosso tempo.
- Faça a revisão com a classe repassando os pontos mais importantes.
- Corrija o questionário.

Boa aula!

Marcos André – professor
Contatos palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.