quarta-feira, 6 de junho de 2018

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 11


AULA EM 10 DE JUNHO 2018 - LIÇÃO 11
(Revista CPAD)

Tema: Ética Cristã, vícios e jogos


Texto Áureo: Pv 15.16

INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição comece perguntando se é possível o crente se viciar, obviamente a resposta será sim, em seguida pergunte se alguém conhece ou conheceu um crente viciado, não precisando mencionar o nome ou igreja.
"A Bíblia Sagrada enaltece a vida moderada", é a vida sem exageros, com equilíbrio, nesse caso sem vícios que configura um desequilíbrio da razão humana.
"a boa administração da família", os vícios tendem a consumir recursos financeiros da família, inclusive desgastar a saúde da pessoa, o que também resulta em gasto.

I – VÍCIOS: A DEGRADAÇÃO DA VIDA HUMANA

1. O pecado do alcoolismo.
"O consumo do álcool é tanto um vício como um pecado", amado(a) professor(a) cuidado com os debates desnecessários à aula, essa afirmação que o comentarista colocou é muito contestada por alguns grupos cristãos, e as referências mencionadas não comprovam a afirmação. Essas referências atestam contra a embriagues e não contra o consumo de álcool. Os motivos pelos quais os crentes conhecedores da Palavra de Deus não fazem uso de bebida alcoólica é outro.
"Além de retirar a inibição da pessoa", a inibição é um mecanismo que faz com que a pessoa se guarde de cometer exageros e tome atitudes erradas, sob efeito de álcool essa inibição é retirada e há casos de brigas familiares, destruição de amizades, perda de emprego e de casamentos por conta disso
"apontam o alcoolismo como a terceira causa de morte no mundo", nesses dados são inclusos os acidentes automobilísticos e no trabalho em decorrência do alcoolismo.
"Diante desses fatos a igreja deve posicionar-se contra o alcoolismo", devido ao fato de o vício do álcool ser um problema sociocultural da nossa nação é que os crentes conhecedores das Escrituras não consomem bebida alcoólica, por ser comprovado que o problema do

2A escravidão das drogas.
- "o consumo excessivo provoca morte por overdose", devido as grandes alterações que as drogas provocam no organismo, batimento cardíaco, funcionamento dos órgãos, produção de hormônios, etc, há um limite de consumo por parte do organismo.
"afetam também o funcionamento do coração, do fígado, dos pulmões e até mesmo do cérebro", o que significa que o uso reduzido dessas substância também pode provocar reações desagradáveis no corpo do indivíduo.
"como o álcool e o cigarro são igualmente prejudiciais à saúde", devido a essas drogas serem lícitas elas são mais perigosas, por serem encontradas facilmente no comércio.
"nem participar de movimentos que visam legalizar as drogas", atualmente com as redes sociais os servos de Cristo repassam mensagens diversas e alguns mal leem o conteúdo que está sendo reenviado, repassando mensagens, às vezes de apologia  ao uso de drogas ou sua legalização. 

II - JOGOS DE AZAR: UMA ARMADILHA PARA A FAMÍLIA

1. A ilusão do ganho fácil.

- "A sedução dos jogos de azar", jogo de azar, pode ser considerado como o jogo em que aquele que tem sorte ganha com o azar dos outros, ou simplesmente o jogo onde se depende da sorte para ganhar.
"ilusão de ganhar dinheiro rápido e fácil sem o esforço do trabalho", nesse ponto está o comportamento incondizente com o modo de viver cristão, pois demonstra principalmente a falta de fé em Deus, para se depositar esperança na sorte.
"o Estado não consegue ser eficaz no combate à jogatina", a lição está tratando basicamente dos jogos ilegais, mas sabemos que existem os jogos legalizados pelo governo federal e que devemos considerar sob a mesma ótica, não convém ao cristão fazer uso de apostas em jogos de azar,pois significa deixar a fé em Deus de lado. 

2. Os males dos jogos na família.
...

3. As consequências para a saúde.
- "dependência psíquica", é necessidade de determinado comportamento para viver normalmente e sentir-se confortável, já a dependência química é a necessidade de algo para que a pessoa se sinta fisicamente confortável. O jogo pode causar ambas assim com as drogas.
"algum tipo de ideação suicida como uma forma de fugir da vergonha moral e de suas dívidas", o viciado em jogos coloca suas esperanças somente nisso, de forma que quando fica sem a possibilidade de jogar ele se vê sem sem saída e sem esperança.

III. VIVAMOS UMA VIDA SÓBRIA, HONESTA E FIEL A DEUS

1. A bênção da sobriedade.
- "a palavra se aplica a pessoa que está esperta, consciente e capacitada a discernir", existe pelo menos dois níveis de sobriedade a se considerar, um físico que ocorre quando a pessoa está em pleno domínio de suas faculdades mentais, conseguindo perceber e discernir o perigo, o outro é psíquico é quando a pessoa está em pleno domínio de sua capacidade psicológica. Quando uma pessoa está bêbada ela não está fisicamente sóbria e quando alguém está com uma ideia na cabeça que não lhe permite enxergar os riscos então ela não está psicologicamente sóbria.  As drogas pode acarretar o primeiro exemplo e o vício dos jogos o segundo.

2. Honestidade e fidelidade.
- "Não retira seu sustento da jogatina à custa de quem perde dinheiro nos jogos de azar", esse é o outro lado da questão que ainda não havíamos comentado, quer dizer que se alguém ganha no jogo, ele ganha em cima de outros que perdem, ou seja, ele ganha com o azar dos outros e isso é eticamente errado para o cristão.
- "Mesmo que alguns vícios e jogos de azar sejam lícitos pelas leis do Estado", considerando aqui a loteria federal, que é lícito pela lei federal, mas não convém aos crentes e inclusive é mencionado em muitos estatutos das denominações evangélicas pelo nosso país.

CONCLUSÃO
"o cristão deve abster-se da prática de qualquer vício", nessa afirmação é interessante englobar os vícios que normalmente os crentes aceitam, tais como: jogos vídeo game, de internet, de smartphone, vício das redes sociais como whatsapp, facebook, etc, vícios dos programas de TV, e muitos mais.
- Faça a revisão e corrija o questionário.


Pr Marcos André

Pr Marcos André - Contatos para palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.