sábado, 15 de setembro de 2018

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 12

AULA EM___DE______DE 2018 – LIÇÃO 12
(Revista: Central Gospel - nº 55)

Tema: Manassés, Uma Lição de Arrependimento
Texto Bíblico Básico: 2 Reis 21.1,2,10-16

Texto áureo: 2 Cr 7.14
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição fale um pouco da lição anterior para contextualizar o aluno, no final da fala comente que Ezequias teve um filho no período de quinze anos que recebeu de Deus após sua doença e esse filho se chamava Manassés.
"Manassés viu milagres acontecerem...mesmo assim, entregou-se à idolatria", pergunte à classe: porque alguém que viu milagres se desvia? A reposta parece complicada, mas não é, o fato é que as pessoas se esquecem rápido dos milagres que Deus opera
_______________________________________________
1. O FILHO ÍMPIO DE UM PAI JUSTO E FIEL

1.1. A idolatria é oficializada por Manassés
"pior do que todos os monarcas que o precederam", a título de curiosidade, esse filho de Ezequias nasceu no período dos quinze anos que ele recebeu do Senhor após a sua cura milagrosa.
"e quem lhe serviu de inspiração foi Acabe", não há amparo para essa afirmação na Bíblia, se deduz isso apenas pela idolatria semelhante que os dois praticaram.
"foi semelhante à de Samaria (capital do Reino do Norte)", a diferença é que o Reino do Norte não retornou do cativeiro como o do Sul. 


1.1.1. Os atos vis de Manassés
- "resgatou velhos cultos cananeus", sempre houveram em Judá os idólatras e simpatizantes da idolatria, por isso era tão fácil retornar às velhas práticas.
"cujas vítimas foram seus próprios filhos", nenhum rei de Israel fez isso antes e nem depois, por isso ele é considerado o pior rei do Reino do Sul.


1.2. O legado de Ezequias foi destruído

- "lançou por terra o legado de fé", legado é o que deixamos depois de nossa partida, é muito triste quando os sucessores destroem o legado dos que os antecedem. Vemos isso acontecer nos dias de hoje em sucessão de grupos e igrejas.
"foi ter na linha de sucessão um filho como Manassés", ele como pai também teve sua parcela de responsabilidade, não podemos afirmar o nível de sua responsabilidade nisso, mas esse filho perdeu o pai com doze anos talvez, teve pouco tempo de ter uma criação aos pés do Senhor.

2. DEUS SUSCITA A RETRIBUIÇÃO

2.1. O destino de Judá e Manassés
"deixou que os comandantes do exército assírio invadissem Judá", nesse tempo a Assíria já havia tomado o Reino do Norte e transferido seus habitantes colocando outros no lugar. Agora era a vez do Reino do Sul que era muito forte e tinha a capital (Jerusalém) fortificada.
"foram impedidos de viver na terra que Ele lhes dera", Deus havia avisado que espalharia Seu povo pelas nações.
"Porém se vós vos desviardes, e deixardes os meus estatutos, e os meus mandamentos, que vos tenho proposto, e fordes, e servirdes a outros deuses, e vos prostrardes a eles,Então os arrancarei da minha terra que lhes dei, e lançarei da minha presença esta casa que consagrei ao meu nome, e farei com que seja por provérbio e motejo entre todos os povos.", 2 Cr 7.19,20

2.2. O arrependimento de Manassés
- "fazendo-o voltar para Jerusalém e para o seu reino", Deus restaurou completamente a Manassés, pois com certeza viu um coração arrependido de fato e aquilo que homem nenhum faria o Senhor fez, o restituiu ao trono.
"extinguiu a idolatria que instituíra em Judá", primeira atitude do verdadeiro convertido, abandonando a idolatria, alguns vícios a pessoa pode ir deixando aos poucos, mas abandonar a idolatria deve ser instantâneo.
"reparou o altar do Senhor", reparar o altar do Senhor pode ser encarado hoje como retorno da adoração e à busca do Senhor. Se a pessoa já deixou o pecado

3. O PODER DO ARREPENDIMENTO
- "ou seja, cultuava ao Senhor por puro ritualismo", quer dizer que o pecado estava impregnado na alma do povo, sendo assim, o cativeiro era inevitável, o que Manassés passou na pele, eles teriam que passar também.

3.1. Em que implica o arrependimento
- "é uma referência bem conhecida pela Cristandade (7.14)", esse verso foi proferido por Deus à Salomão em respos à sua oração pela dedicação do Templo na inauguração, por isso entendemos que ele está ligado à Igreja de Jesus na terra.
"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Cr 7.14
"dependem de uma postura de humildade, busca e arrependimento", essa postura foi encontrada em Manassés, por isso seu arrependimento foi genuíno e sua restauração foi completa. Quando alguém diz se arrepender até mesmo com lágrimas, mas não demonstra essas atitudes, não passa de remorso.

3.2. Jeová, um Deus de perdão e misericórdia
- "os sulistas selaram seu destino quando responderam contrariamente ao chamado", o cativeiro estava decretado, o resultado foi tão forte que após o cativeiro aquele povo estava totalmente mudado, passaram a estudar a Palavra e a esperar o Messias com todos ardor da alma.

Conclusão
- Faça a revisão 
- Corrija a atividade proposta.


Pr Marcos André


Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.