sábado, 27 de outubro de 2018

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 4



AULA EM___DE______DE 2018 – LIÇÃO 4
(Revista: Central Gospel - nº 56)

Tema: Paradigma Bíblico de Governo: O Estado Democrático de Direito

Texto Bíblico Básico: 1 Tm 6.6-11

Texto áureo: Ml 3.8
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição apresente o conhecimento de forma ampla e sem tendência para direita ou esquerda política. Se surgir debates produtivos permita por puco tempo e depois finalize com convite para o retorno à aula.
"as pessoas têm a tendência de desejar resultados mais drásticos", como por exemplo a prisão de todos os corruptos, mudança total de regime, houve nesses últimos meses até quem pediu a volta do regime militar.
_______________________________________________
1. ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

1.1. Significado
Fig.1. 1º exemplar da Constituição de 1988
"esse código de leis é chamado de Constituição ou Carta Magna", essa é a lei master do país, qualquer outra lei que entra em vigor deve ser submetida à comissão de constituição e justiça a fim de se verificar se está de acordo com a constituição.
"Essas leis é que dão garantia aos direitos fundamentais do ser humano", o direito a infraestrutura, saúde e educação para o povo estão assegurados na constituição. Fig 1.

1.2. O Estado e o estado
...
1.3. O Estado Democrático
- "pois o Estado moderno surgiu apenas no fim da Idade Média e início da Moderna", a ideia de estado protetor do povo, surgiu com o renascimento e as ideias iluministas, onde se reconheceu a necessidade de se cuidar da população.
"chegavam ao trono pela força ou por laços sanguíneo", pela força, quando faziam rebeliões e tomavam o poder, matando ou destituindo o rei. E por laços sanguíneos ocorria quando os oficiais da corte colocavam no trono o filho ou um parente próximo do rei falecido. 
"criaram o Estado Absolutista", é o Estado onde o rei governa absoluto, sem parlamento, instituições ou governos regionais.
"em boa parte do tempo, mostrava-se opressor", isso é o que acontece quando alguém pode fazer o que quer sem ninguém para repreende-o ou corrigi-lo.

1.4. O Direito
- "o povo elege as pessoas que exercerão mandatos em seu nome", quer dizer, os governantes são representantes do povo, eleitos pelo povo para representá-lo.
"se encontra fundamentada no conceito de soberania popular", porque na verdade, é o povo que tem o poder, ele é quem vota, quem paga os impostos, quem sustenta o Estado.
"um dirigente incapaz ou corrupto sem que não possa retirá-lo da função", existe uma ferramenta usada nas democracias para retirar governos corruptos que é o "Impeachment". Onde o congresso vota pelo impedimento de um governante eleito. 

2.A IGREJA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO
"uma posição definida, como luz do mundo e sal da terra", ser luz do mundo e sal da terra, consiste em fazer a diferença no mundo, dando exemplo do bem, como representante de Deus na terra. Essa é a posição que a Igreja precisa tomar.

2.1. A Igreja é convocada a orar e contribuir para a promoção da paz
- "um conceito mais abrangente, que quer dizer bem-estar", á mais abrangente porque se refere ao bem estar consigo mesmo, e não somente ao estado de tranquilidade.
"É notório que a paz verdadeira tem origem em Deus", na verdade a paz verdadeira é a paz com Deus, é o ser humano estar bem com Deus Rm 5.1, e para que a nossa sociedade tenha isso é necessário que o Evangelho tenha liberdade de ser pregado. Por isso é necessário o engajamento da Igreja no sentido de eleger políticos que sejam alinhados com os conceitos cristãos, repeitador da família e dos bons costumes.

2.2. A Igreja deve orar e agir em prol da justiça
...
2.3. A Igreja deve instruir o cristão sobre as questões de cunho político-social
- "exerceu no Egito grande influência", na verdade José foi um político no Egito, assentando numa cadeira de grande prestígio, onde pode atender os interesses de Deus na nação, que foi o de transportar a sua família inteira para ir morar no Egito.
"rainha na corte dos medos e persas e ajudou a preservar o seu povo", quem disse que o crente de estar a parte da política, Deus quer contar com políticos honestos que cuidem do Seu povo no mundo, para isso a Igreja tem um papel importante que é votar e se unir. Ninguém deve votar em um candidato apenas por ele ser cristão, é necessário ver se ele tem conhecimento e vontade política para trabalhar.

2.4. A Igreja deve incentivar o amor e o respeito à democracia
- "práticas e sistemas que violam o princípio democrático", se referindo principalmente aos sistemas socialistas e comunistas que vez por outra aparecem no nosso meio.
"o povo pode desejar a volta de regimes ditatoriais", como ocorreu na greve dos caminhoneiros neste ano de 2018, em que alguns grupo chegaram a pedir que o Exército retomasse o poder.
"fiscalize e pratique os princípios do Estado Democrático de Direito", um regime ditatorial não resolveria o problema do país no momento atual, pois a economia seria seriamente afetada e o país se veria com um novo e grave problema nas mãos. Somente a valorização da democracia e o governo exercido pela orientação de Deus, assim como Davi foi escolhido pelo Senhor. Para isso a Igreja deve se envolver no debate político.

CONCLUSÃO
- "O cristão deve trabalhar, com vigor, para a criação de um país íntegro e equilibrado", uma das formas de entender esse "trabalhar com vigor" é o crente ganhar mais almas para o Senhor e assim sermos um povo cada vez mais forte na nossa nação, mas não necessariamente uma força política, mas sim uma força espiritual contra as hostes malignas territoriais.
- Faça uma revisão e corrija a atividade proposta.


Pr Marcos André


Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.