terça-feira, 8 de janeiro de 2019

ESCOLA DOMINICAL PALAVRA E VIDA - Conteúdo da Lição 2


Lição 2
Data: ___/___/_____ 



BÍBLIA: LIVRO HUMANO OU DIVINO?
Texto Básico: 2Timóteo 3.10-17; 2Timóteo 2.15; Lucas 1.1-4

Uma mãe se preocupava muito com seu filho e o incentivava a ir à Escola Bíblia Dominical, mas ela mesma não ia. Era daquelas que dizem: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Todos os domingos, na hora do almoço, perguntava ao filho como tinha sido a Escola Bíblica. Queria saber de tudo e com detalhes. Certo dia, o menino já estava um pouco cansado e chateado com aquela “prova” de conhecimento e “teste” que a mãe o impunha, e ela mais uma vez perguntou: Como foi a lição hoje, meu filho? Respondeu: Mãe, uma coisa linda! Você precisava estar lá! A mãe, é claro, se empolgou mais ainda. Conta, conta, quero saber! Pois, bem! Hoje a lição foi sobre Moisés e a saída do Egito. Sim! Conta, disse a mãe.
Então, vou resumir. A professora disse que Moisés, o grande líder saiu do Egito com o povo de Deus, mas tinha diante deles o Mar Vermelho.
Não podiam atravessar. O que Moisés fez? Conta meu filho, dizia a mãe entusiasticamente. Então, a professora disse que Moisés pegou o celular e ligou para a 
engenharia de Israel. A mãe foi ficando assustada. Espera mãe!
Você ainda não viu nada. Chegaram então engenheiros, construtores, montadores, enfim, todos os profissionais e construíram uma moderna ponte sobre o mar e o povo começou a atravessar. Em seguida, o exército inimigo vinha atrás para pegar o povo de Deus. Então Moisés novamente pegou o celular e ligou para o Ministério da Defesa de Israel, e em questão de segundos chegaram modernos aviões de guerra que jogaram bombas e destruíram a ponte e os egípcios.

A mãe já estava em apuros. Espantada e com voz trêmula, disse: Eu não acredito que a professora disse isso, meu filho! O menino respondeu: É minha mãe, se você não acredita que foi assim, se eu realmente disser como aconteceu e como ela ensinou, é que você não vai acreditar mesmo!
Afinal, cremos ou não cremos no que a Bíblia diz? A Bíblia é realmente a Palavra de Deus para você, ou não? Mais do que nunca estamos precisando de crentes que creem na inerrância da Bíblia. O mundo pode questionar. A ciência pode querer desfazer. O liberalismo pode querer desfigurar. Não importa!
Precisamos fincar bem firme e forte este fundamento em nossa vida. A Bíblia é a Palavra de Deus!

1 – A BÍBLIA: O LIVRO DA REVELAÇÃO DE DEUS
( 2Timóteo 3.16 )

Revelação é Deus dando-se a conhecer ao homem. Deus fez isso de várias maneiras e em vários momentos.
Paulo diz que as Escrituras são divinamente inspirada. Deus inspirou pessoas a escreverem a Sua revelação. O escritor aos Hebreus diz: “HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho” (Hb 1.1). Também encontramos a revelação de Deus na natureza, em sua obra criada, conforme o salmista diz: “Os céus manifestam a Glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das suas mãos” (Sl 19.1).
A Bíblia é o registro da revelação. A Bíblia é a Palavra de Deus. Esta é uma premissa da nossa fé e prática. Distorcer esse fundamento é o mesmo que esvaziar ou derrubar todo e qualquer postulado de nossa fé. O crente, antes de qualquer indagação sobre temas doutrinários e teológicos, precisa estar muito bem resolvido sobre o que ele crê sobre a Bíblia. Em termos de fé, existem vários tipos de autoridade às quais as pessoas se submetem. Existe a autoridade da razão – Só aceitam e fundamentam a crença sobre o que pode ser provado. Nossa autoridade de fé é a Bíblia. A Bíblia tem autoridade porque é a Palavra de Deus. Quando lemos a Bíblia, a conclusão que temos é que este livro jamais poderia ter sido planejado por algum homem. É revelação de Deus! Deus revelou-se de maneira completa e suficiente para o homem em Jesus Cristo. As Escrituras são o registro desta revelação Seu aspecto divino é compreendido em sua unidade, sua atualidade e seu poder transformador.


2. A BÍBLIA: UM LIVRO HUMANO COM MENSAGEM DIVINA
( Lucas 1.1 )

Aproximadamente 40 homens, inspirados por Deus, escreveram a Bíblia durante um período aproximado de 1600 anos. Esses homens receberam a capacitação para escreverem a revelação. Os livros que compõem a Bíblia foram escritos em lugares diferentes, como deserto, Egito, palestina, Ásia, Roma, etc. e em épocas diferentes. Alguns, há séculos antes de Jesus nascer; outros, no primeiro século já da era cristã. Os escritores eram de condição social e econômica diferentes, tais como: reis, pescadores, boiadeiro, etc. Deus se utilizou do conhecimento e da experiência de cada um para que estes, sob a direção do Espírito Santo, pudessem escrever a Palavra de Deus.
Apesar de toda a complexidade de sua formação, a Bíblia é um livro divino. Deus dirigiu sua composição para que tivéssemos de forma perfeita, harmoniosa e com tremenda unidade a comunicação escrita de sua vontade. A Bíblia é um livro humano, no sentido de homens terem feito parte do projeto de Deus. Mas a Bíblia é um livro essencialmente divino, por se tratar da revelação do
Senhor Deus.

3 – A BÍBLIA: UM LIVRO PARA SER BEM ENTENDIDO
( 2Timóteo 2.15 )

Pedro, o apóstolo, diz em sua carta que existem pontos difíceis de serem entendidos nas Escrituras (2Pe 3.16). Creio que o grande problema hoje é a hermenêutica. É perceptível como fazem da Bíblia uma colcha de retalhos mal costurada. Quando os retalhos são bem costurados, faz-se uma linda colcha. Mas quando não, fica algo muito esquisito.
Infelizmente a má interpretação da Bíblia tem criado esquisitices em nossos dias. As falácias hermenêuticas têm produzido crentes esquizofrênicos, espiritualmente falando.
Tem criado práticas esdrúxulas. Os pregadores precisam ter cuidado, sendo mais zelosos com a interpretação bíblica. Não basta citar o texto. É preciso ler, meditar e interpretar com inteligência, sabedoria e dependência de Deus.
Pedro diz que ela não é de particular interpretação (2Pe 1.20). Não é o que eu quero que ela diga. Não é para fundamentar meus pensamentos já pré-estabelecidos. Paulo diz que é preciso manejar bem a Palavra da verdade. É preciso saber manusear a Palavra da verdade e assim se tornar bom obreiro do Senhor. Manejar a Palavra da verdade é hoje o grande desafio do intérprete. Algumas indicações sobre a interpretação nos indica que a Bíblia é a sua própria intérprete.
A Bíblia interpreta a Bíblia, esse é um princípio hermenêutico. Os textos obscuros e mais difíceis precisam ser interpretados à luz dos textos mais fáceis. Não se pode desprezar o contexto escriturístico, bem como o contexto cultural.
Não são nossas experiências que determinam a interpretação do texto, e sim, a Bíblia que interpreta as experiências pessoais.
Nem todos os atos e atitudes de personagens bíblicos devem ser repetidos por nós. É preciso saber se existe algum mandamento, princípio ou ensino que nos leve a repetir seus atos. É preciso que entendamos as promessas. São para todos, ou foram promessas particulares e já cumpridas? Enfim, é preciso que conheçamos as regras de interpretação e lidemos com cautela, prudência com o que temos de mais precioso: a comunicação divina que é a revelação do Senhor Deus, por amor a nós.

4 – A BÍBLIA: UM LIVRO PARA SER VIVIDO E PROCLAMADO
( 2Timóteo 3.10, 16,17 )

A Palavra nos foi dada com um objetivo: fazer-nos conhecer o propósito de vida em Cristo Jesus.
Existe a vida vegetal, a vida animal, a humana e a angelical. Deus está acima de todas as espécies de vida.
Ele é a própria vida! Vida na expressão máxima! Jesus veio para compartilhar conosco a vida de Deus, isto é, a vida eterna. João escreveu isto por ocasião da chamada oração sacerdotal de Jesus: “Assim como lhe deste poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste. E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (Jo 17.2-3).

PARA PENSAR E AGIR

A Bíblia é a Palavra de Deus!
Negligenciar a leitura, meditação, estudo e obediência à Palavra é o mesmo que negligenciar e se afastar do próprio Deus que é o autor.
Portanto, a Bíblia exerce função indispensável para a nossa santificação, conhecimento e reconhecimento da vontade do Pai. Tenha um compromisso diário de buscar a Palavra. Ela lhe dará não apenas conhecimento, mas sustento para a sua fé. A fé vem pelo ouvir a Palavra do Senhor (Rm 10.17). É tempo de reafirmarmos nosso compromisso com a Palavra de Deus. Não negocie sua convicção de que a Bíblia é a Palavra de Deus.

Fonte: Revista Palavra e Vida

Contatos Pr Marcos André: palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.